Casa de encantos mil em Inglaterra

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

As propriedades fruto do estilo arquitectónico moderno têm alguns traços transversais que lhes são característicos. Identificamos alguns deles facilmente. Linhas claras, formas enviesadas e um ligeiro toque industrial. Porém, alguns projectos carecem de um lado caseiro e acolhedor mais apurado. As construções imponentes que não nos deixam indiferentes são, também, não raras as vezes, intimidantes. 

Não é o caso desta moradia já premiada que se divide em três pisos e integra uma piscina interior e uma varanda coberta com um tamanho generoso. A propriedade localiza-se à margem da floresta de Ashdown, em East Sussex, Inglaterra. Ainda que lhe esteja inerente uma estética contemporânea, a residência tem laivos reminescentes dos edifícios de apoio à agricultura encontrados na região. 

Vamos, então, conhecer a Red Bridge House

Um paraíso em grande escala

  por Smerin Architects
Smerin Architects

Red Bridge House

Smerin Architects

Eis a primeira perspectiva da Red Bridge House. Não é uma construção pequena, tampouco modesta. Nem tem que ser. Porém, e como em todas as casas de arquitecto, há uma atenção ao detalhe e um cuidado especial no que toca ao desenho de cada um dos seus recantos. Tão simples, tão cheia de pormenores sobre os quais poderíamos discorrer. 

Caso então para dizer que os arquitectos do estúdio Smerin Architects, responsáveis por este projecto, visualizaram algo muito maior e melhor do que uma casa familiar típica e o resultado final dessa visão é uma obra muito original que nos atrai a atenção pelos melhores motivos. 

Desde o piso térreo, quase exclusivamente envidraçado, até à grande fachada principal de madeira folheada, a casa consegue, como um todo, dominar a paisagem em que se insere, sem com ela chocar, e despertar os sentidos de quem por ela passa. Ao invés de haver uma varanda em cada piso, há apenas uma no primeiro andar que dispõe, assim, de um tecto vertiginoso que propicia a esta casa imponência. Uma das extremidades da varanda foi deixada em aberto o que torna a sua geometria muito mais interessante. De realçar, também, as amplas áreas envidraçadas que permitem um diálogo permanente com a natureza e, já agora, a madeira repleta de nós e veios. Um pormenor rústico num conceito moderno.  

Níveis diferentes

  por Smerin Architects
Smerin Architects

Red Bridge House

Smerin Architects

A partir das traseiras da casa, conseguimos perceber que o piso térreo é, na verdade, parcialmente subterrâneo, permitindo um isolamento fantástico e muita privacidade. Não é, por isso, uma surpresa perceber que este foi o local escolhido para abrigar a piscina interior. Uma solução sensata que teve em conta todas as facetas da vida quotidiana. 

O tom alaranjado da fachada evita que a casa pareça demasiado industrial, o que é um risco real tendo em conta o tamanho da estrutura. As visitas saberão, assim, que estão numa casa dinâmica e acolhedora. Repare, também, no passadiço em madeira que liga o exterior ao interior. Um edifício pouco usual.

Uma varanda infinita

  por Smerin Architects
Smerin Architects

Red Bridge House

Smerin Architects

Há muitos dos elementos favoritos a funcionar em conjunto nesta varanda coberta e o resultado é um surpreendente, espaçoso e bem conseguido espaço ao ar livre. Madeira natural, cimento polido, janelas de vidro deslizantes e vedações em rede são todos aspectos relativamente comuns em edifícios novos, mas combinados todos numa única área, criando um ambiente tão familiar, ainda nos parecem melhores. 

Esta imagem deixa-nos perceber a verdadeira escala da propriedade com uma varanda que, fruto da ausência de parede num dos extremos, se parece prolongar até ao infinito. Mal podemos esperar para ver a área interior da casa.

A simplicidade de uma sala elegante

  por Smerin Architects
Smerin Architects

Red Bridge House

Smerin Architects

Chegámos à sala de estar Simples e tão elegante. À primeira vista, poder-nos-ia parecer um tanto ou quanto fria, demasiado industrial ou até comercial. Mas não. Deixemo-nos antes envolver pela atmosfera natural e luxuosa que oferece à propriedade uma sensação de aconchego e de conforto.

O grande recuperador de calor encaixa na perfeição nesta vasta sala de plano aberto, e embora seja um elemento de design deveras interessante, em nada ofusca a atracção principal da casa: o contexto em que ela se integra. Ao manter os acabamentos simples, o exterior continua a ser o elemento de maior beleza.

Uma piscina privada

  por Smerin Architects
Smerin Architects

Red Bridge House

Smerin Architects

Ao projectar uma casa de sonho, muitas pessoas incluem elementos como piscinas. Contudo, a maioria tem que pensar nelas no jardim devido à falta de espaço disponível. Esse não era o caso deste edifício e este espaço, parcialmente subterrâneo, é o toque final perfeito para uma casa que não só é maravilhosa de se ver a partir do exterior e que tira máximo proveito do meio envolvente, mas que visa claramente incluir o luxo sempre que possível.

Elegante, discreta e de laivos industriais, adoramos o facto desta piscina não ter sido transformada num spa da moda e se ter mantido tão dentro do esquema de design sóbrio do resto da casa.

Quando a noite cai

  por Smerin Architects
Smerin Architects

Red Bridge House

Smerin Architects

O crepúsculo cai e as luzes acendem-se. A casa irradia, agora, uma personalidade muito própria, coroando a colina sobre a qual se ergue. Mesmo ao longe, é perceptível de que se trata de uma obra arquitectónica de excelência que se torna cada vez mais interessante à medida que nos aproximamos e lhe conhecemos as nuances. É, sem dúvida, uma interpretação diferente da típica casa de família, mas que, ainda assim, acreditamos ser muito consensual. Afinal de contas, quem lhe fica indiferente?

O interior correspondeu às suas expectativas? O que mudaria? Diga-nos o que pensa!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!