Como separar diferentes espaços sem construir paredes

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

A maioria de nós vive em casas convencionais, em que as paredes produzem divisões e portas dão-lhes acesso. A divisão é normalmente a mesma, variando apenas nas dimensões e no número: – quartos, casas de banho, sala de jantar, sala de estar, cozinha… Mas, e quando não existem paredes? O conceito open space está cada vez mais em evidência, pressionado muitas vezes pelas pequenas dimensões das casas. Estúdios, lofts ou armazéns recuperados são áreas habitacionais que normalmente têm espaços a servir vários objetivos. O grande desafio dos nossos dias para os arquitetos e decoradores é criar espaços flexíveis, ao invés dos tradicionais compartimentos de paredes

Mas nem sempre tem de ser um open space. Por vezes apenas precisamos de proporcionar alguma privacidade e recato à casa de banho da suíte, ou criar um espaço de dicado à leitura numa sala. E para esse fim as paredes raramente se apresentam como solução.

Cortinas, móveis, ou um biombo podem ser apenas o que precisa criar dois espaços diferentes na mesma áres, sem ter de construir uma estrutura definitiva. E por isso hoje trazemos-lhe seis soluções simples para se inspirar e criar diferentes espaços na sua casa sem construir paredes!

1 – Com cortinas: como escolher o tecido mais indicado

Janelas e portas tropicais por Bilderwelten
Bilderwelten

Design Schiebegardinen | Schiebevorhänge | textile Raumtrenner

Bilderwelten

Uma cortina é sempre uma excelente opção para dividir um espaço. No exemplo que mostramos acima utilizaram-se duas cortinas em painel para esconder a zona de arrumação e despensa o que ajuda muito à sensação de arrumação. Os tons fortes com padrões florais dão vida e alegria à cozinha, de móveis rústicos e aparência descontraída. Fáceis de instalar, fáceis de mudar, fáceis de gostar!

Sejam cortinas tradicionais, em painel, ou de enrolar, a escolha dos tecidos pode ser complicada, mas há algumas indicações simples que ajudam na hora de comprar…

Para uma cozinha, como a da imagem, a aposta deve ser feita em tecidos laváveis e resistentes, sejam quais forem os padrões, pois trata-se de zonas propensas a nódoas… Seja porque espirrou da panela, seja porque uma mãozinha cheia de molho lá se limpou!

Numa sala as cortinas como separação também são uma boa opção, e podem servir inclusivamente como elemento decorativo que vinca não só os espaços, mas também o estilo. Use-as para diferenciar a sala de estar da sala de jantar por exemplo. Para isso escolha tecidos nobres, como o veludo, invista na transparência do tule ou mesmo na suavidade da seda para criar ambientes clássicos. Jogues com as texturas e com as cores para criar ambientes mais rústicos. Ou aposta na cor para ambientes mais descontraídos. E estas ideias também são válidas para um quarto, se quiser criar um espaço reservado para se vestir… A escolha é só sua!

E depois, quando se cansa pode sempre trocar!

2 – Com mobília: qual a melhor escolha

Uma ideia magnífica esta, da ’Andreia Louraço – Design e Interiores’! Usar uma estante aberta para dividir a sala de estar da sala de jantar. Mas não uma estante qualquer! Esta estante é quase um painel decorativo de tão bonita e vistosa que é.

Para esta finalidade as estantes abertas dos dois lados são perfeitas, pois ambos os lados têm o mesmo acabamento. Poderia usar um armário… Mas já reparou que uma das divisões iria ficar com as costas, nada estéticas, do móvel? Se optar por um móvel certifique-se de que este é baixo e encosta com um sofá. Para este caso um aparador baixo e comprido pode bem ser a escolha ideal.

Num quarto a cabeceira da cama poderá ser ampliada e servir como divisória. Numa cozinha o balcão serve esse propósito na perfeição.

Pode escolher os móveis no mesmo estilo dos já ali existentes, ou pode inovar e escolher um outro estilo para vincar a separação. Seja ousado!

3 – Com portas deslizantes: melhores tipos e materias à sua escolha

Portas deslizantes! Já lhe tinha ocorrido a ideia? São ótimas para servir de divisória quando o espaço não é muito. Em casas bem pequenas, em que o espaço serve de quarto, de cozinha e de sala de estar, opte por instalar uma porta deslizante a todo o comprimento do espaço. Poderá abrir para ter a sensação de amplitude, ou pode fechar se quiser privacidade. Mas uma porta tão bonita como a da imagem, fica bem em qualquer lugar, não precisa de ser pequeno.

Com calha à vista, ou escondida. Com dois painéis, ou com mais. Com trinco, ou simples encaixe. Com calha de alumínio, inox ou PVC. De correr penduradas, ou na parte inferior… Ufa! Tantas escolhas! Mas ainda há mais… Tem a escolha dos materiais, pois podem ser de madeira, vidro, PVC ou metal.

Siga o seu coração tendo em conta o estilo da sua casa, se já estiver predefinido. Ou então use a porta deslizante para ajudar a criá-lo. Tenha em conta que o metal fica perfeito numa decoração de estilo industrial. O vidro e o PVC dão um ar muito moderno. E a madeira é um clássico que se adapta facilmente. Mesmo muito versátil!

4 – Com painéis móveis ou biombos

Quartos ecléticos por Donaire Arquitectos
Donaire Arquitectos

Hotel EME in Seville, Spain

Donaire Arquitectos

Mais uma ideia simples, mas que pode dar um charme inigualável à sua casa na hora de criar divisões: – os painéis e biombos! O painel da imagem cria uma diferenciação de espaços ao mesmo tempo que proporciona privacidade no uso da casa de banho. E tudo enquanto simultaneamente dá ao espaço um estilo contemporâneo, com um toque exótico.

Esta ideia pode ser muito útil em vários espaços da sua casa! Use na sala, na cozinha e até no exterior, junto à piscina. Use sempre que precisar de uma divisão temporária. Muito simples de colocar e remover para onde desejar!

5 – Com pavimentos diferenciados

Cozinha em Lisboa: Cozinhas industriais por LAVRADIO DESIGN
LAVRADIO DESIGN

Cozinha em Lisboa

LAVRADIO DESIGN

Esta solução, como podemos ver na imagem acima, assenta como uma luva em open spaces cozinha/sala de jantar. Aqui a divisão é feita usando mosaicos em padrão junto à área de preparação dos alimentos e lavagem da loiça, e pavimento de madeira na zona de refeições, menos sujeita a agressões e sujidade. Repare como o resultado final dá a sensação de haver uma carpete na área da cozinha, enquanto à mesa impera o conforto da madeira. Uma solução muito inteligente!

Mas o conceito não se limita à cozinha! Poderá fazer o mesmo no quarto das crianças, com carpete e tapete de vinilo, para obter uma zona de dormir e uma área de brincadeiras, por exemplo. Ou na sala de estar, instalando carpetes diferentes, para conseguir a sensação de diferenciação em espaço de leitura e área de convívio… Inspire-se!

6 – E quando a parede já lá está: como resolvemos o problema

Bem… Não há muito a fazer… A parede já lá estava quando comprou a casa. Ou há? Há sempre uma solução, uma ideia inspiradora que faz com que o espacinho acanhado se transforme e ganhe dimensão. E a imagem acima é um bom exemplo disso. A parede original foi parcialmente demolida, deixando a viga mestra, e substituída por vidro. Esta simples manobra deu imediatamente mais espaço ao espaço!

Mas temos mais duas soluções para lhe propor, e que não implicam demolir a maior parte da parede.

A primeira precisa que parta um bocadinho… Trata-se de partir alguns tijolos para obter aberturas na parede, de modo a obter uma espécie de estante.

Com a segunda ideia pode guardar o martelo. Não é bem uma divisão, na verdadeira aceção do termo, mas cria a ilusão de divisão: – é a colocação de um espelho a cobrir a parede que lhe rouba espaço. Vai parecer ter outra divisão contígua!

A ideia de dividir sem a confusão de erguer paredes agradou-lhe? Deixe-nos a sua opinião na caixa de mensagens!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!