Como preparar um apartamento para arrendar?

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Alugar ou vender uma casa pode ser um processo moroso. No entanto, há coisas que podemos fazer para apressá-lo. São muitas as pessoas que pensam que se a casa está à venda ou para arrendar, então basta remover os objectos pessoais e deixá-la tal como está. Mas, não pode ser assim. Tem paredes em mau estado, electrodomésticos avariados e uma limpeza por fazer? Então, resolva estes problemas antes de a pôr no mercado. Aquele que é agora um investimento da sua parte, acelerará o processo na medida em que o seu espaço, por ficar mais apelativo, atrairá a atenção de mais pessoas que o acabarão por visitar e, depois, fazer as suas propostas. Por conseguinte, depressa vai reaver o seu investimento e até lucrar com ele. 

Conheça, então, as seis sugestões que lhe deixamos sobre como preparar o seu apartamento para arrendar e pense cuidadosamente sobre se não poderia estar a fazer alguma coisa melhor.

Reparar defeitos nas paredes

Quando visitamos uma casa disponível para arrendar, reparamos, como é natural, no estado em que ela está. Paredes com rachas, com humidade ou com a tinta a sair não são opção. Soalho mal tratado tampouco. Um papel de parede rasgado? Hmm, também não nos parece. E porquê? Ora, porque procuramos conforto e não temos, por norma, muita vontade de ter que fazer obras que, como sabemos, trazem sempre alguma dor-de-cabeça. 

Assim sendo, saibamos pôr-nos no lugar dos eventuais interessados e cuidar da nossa casa antes de a anunciarmos. Há intervenções que se fazem facilmente e que acrescentarão valor ao espaço. Se investir em algumas reparações, até pode aumentar o preço do aluguer pelo que ficará sempre a ganhar num mercado que é deveras competitivo. Lembre-se que há sempre mercado para a qualidade e pessoas com poder económico para pagar por ela. Afinal de contas, já diz o ditado “o que é barato tem rato”! 

No caso das paredes, e depois de resolvidos os seus problemas, escolha uma cor neutra para a pintura. O branco, por exemplo, é muito consensual e uma base facilmente alterável se o futuro arrendatário quiser arriscar numa tonalidade mais vibrante.

Substituir e reparar aparelhos avariados

Uma boa parte dos arrendatários procura apartamentos ou casas que estejam, pelo menos, semi-equipadas. Isto significa ter os móveis básicos e os electrodomésticos mais comuns como o fogão, o forno, o frigorífico e a máquina de lavar roupa. Se tiver máquina de lavar louça, tanto melhor, mas diríamos que não é a principal prioridade. Seja como for, averigue se todos os aparelhos estão a funcionar sem problemas e repare ou substitua caso se verifique o contrário. O seu futuro arrendatário não ficará muito impressionado se uma das bocas do fogão não ligar, se a máquina de lavar provocar uma inundação, se os candeeiros tiverem lâmpadas fundidas ou se o forno não aquecer. Confie em nós. São estas pequenas coisas que podem fazer alguém “pegar ou largar”. Para além dos electrodomésticos, passe a pente fino as torneiras, tomadas, interruptores e os trincos e fechos das janelas e das portas.

Móveis neutros

Um sofá vermelho ou uma peça mais escultural até podem fazer as suas delícias, mas não serão consensuais. Em princípio, antes de tomar uma decisão, terá que mostrar a casa a várias pessoas com concepções estéticas distintas. Prefira, então, manter uma paleta cromática sóbria e escolha peças de mobiliário neutras que agradem a uma maioria. Objectos ou cores demasiado extravagantes acabarão por se tornar o centro das atenções, possivelmente pelos piores motivos. Lembre-se que aquilo que se pretende é que o eventual futuro proprietário veja o espaço como um todo e não que se foque neste ou naquele elemento mais exuberante. Para além disso, sobre um pano de fundo branco, são vários os caminhos decorativos pelos quais podemos enveredar o que é uma mais-valia na hora de decidir se alugamos ou não um espaço. O mesmo já não podemos dizer de cores vibrantes.

Repare nesta sala, proposta do gabinete Germano de Castro Pinheiro, Lda., que tem todos os móveis necessários para uma boa qualidade de vida em tons sóbrios e elegantes. 

Limpar

Limpar. Claro. Não por aqui e por ali, mas a fundo. Arrede os móveis e limpe-os no interior, aspire os rodapés e as esquinas dos tectos, use um detergente com um cheiro fresco e agradável e, claro, não se esqueça de, no fim, espalhar ambientadores para a atmosfera da casa proporcionar uma sensação de pureza e higiene. Não raras são as vezes em que vemos uma casa disponível para arrendar que nos agrada nas fotografias  e quando chegamos ao local parece-nos tudo completamente distinto daquilo que tínhamos idealizado. Por vezes, isto acontece porque os donos têm pouco brio no que toca a preparar a casa para as suas visitas. Deixar a cama por fazer, a louça por lavar ou tudo empoeirado não vai causar uma boa impressão e reduzirá as probabilidades de a conseguir arrendar porque impedirão os eventuais arrendatários de a ver em todo o seu potencial. Pense assim: tentar arrendar uma casa descuidada é como ir a uma entrevista de emprego de pijama.

Tornar o espaço menos pessoal

Vai passar a casa para terceiros, por isso evite deixar objectos pessoais para trás. Sabe o quadro com a data de nascimento do filho pródigo aí de casa, as fotografias daquelas férias em família e o stencil da Hello Kitty no quarto das crianças? Pois, tem que os retirar. Leve tudo aquilo que tenha um carácter particular. Dispa todos os móveis e as paredes desse tipo de objectos. Desta forma, quando receber a visita dos interessados, eles terão mais facilidade em perspectivar a casa como uma folha em branco que podem mais tarde preencher com as suas próprias memórias. 

Acessórios

Sim, é verdade. Dissemos-lhe para se ver livre de todos os objectos pessoais visto que a casa deixará de ser sua. No entanto, não tem que a despir de todos os detalhes ou acabará por ficar com um espaço frio, desinteressante e pouco apelativo entre mãos. Pode, por exemplo, espalhar umas velas de cheiro por aqui e por ali também, comprar flores frescas para colocar num ponto estratégico da casa no dia em que vai receber visitas, acender candeeiros que iluminem pontos de interesse e deixar espelhos ou quadros com uma imagem mais cénica pendurados. Assim, ainda que neutra e pronta a habitar, a casa quedar-se-á aconchegada e com uma atmosfera agradável que desperta a vontade de nela habitar.

Tem o seu apartamento disponível para arrendar? Qual destas sugestões achou mais oportuna?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!