Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Casa de pedra espetacular

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

A Casa Ocean View, projectada pelo estúdio Zero Limits Architecture, foi construída na Coreia do Sul, mais propriamente em Goyang.

A homify dá-lhe a conhecer hoje, um projecto habitacional fascinante, onde foram usadas as pedras típicas da região para estabelecer uma ligação com a cultura local e se integrar com as construções e com a natureza exuberante à sua volta. O local é caracterizado pela bela paisagem litoral e pelas pedras vulcânicas presentes em toda a ilha e, claro, também nas construções presentes. As pedras vulcânicas foram usadas nas superfícies da Casa Ocean View combinadas com outros materiais, como vidro e cimento aparente – o resultando é um edifício de volumetria simples com mistura de tradicional e de contemporâneo.  

Curioso para desvendar os encantos desta casa moderna e sofisticada com uma aparência rústica fascinante? Então verifique todos os detalhes nas imagens seguintes, onde é visível a prioridade da integração com a natureza e o uso de materiais locais.

A localização

A casa de hoje destaca-se pela sua volumetria tradicional, caracterizada pelos planos inclinados da cobertura de duas águas e, claro, pelas superfícies revestidas de rochas vulcânicas basálticas, material abundante e extraído do próprio local. 

As janelas generosas (mas não perceptíveis nesta fachada) servem para venerar as vistas para o mar. Vista de longe, esta casa parece apoiar-se sobre um muro, também de pedras, formando um bloco monolítico de rocha vulcânica, mas o bloco suspenso apoia-se de fato num bloco feito de alvenaria comum e estrutura de cimento.

A fachada

Na ilha de Jeju, onde esta casa foi construída, a maior parte das construções utiliza as pedras naturais do próprio local para a construção das mesmas. Para evitar a semelhança entre as construções, as pessoas variam o tamanho e o modo de empilhar as pedras. Portanto, ao lançar mão à obra, os arquitectos sabiam do desafio de encontrar uma maneira original de empilhar as pedras. A casa apresenta um aspecto vernacular, devido à volumetria tradicional do bloco suspenso e às superfícies de pedra, que realçam a rusticidade e o estilo campestre da edificação.

A sala de estar

Apesar da imponência exterior, o interior da residência é caracterizado pelo estilo contemporâneo e pela sofisticação. A luz natural é um elemento construtivo tão presente e marcante quanto o piso de madeira e o bloco de mármore que acomoda a lareira. Além do mobiliário moderno e elegante, um dos destaque do ambiente é o acabamento em gesso do tecto, que dá personalidade e mais elegância ao ambiente.

A sala de jantar

cozinha e a sala de jantar estão integradas e tiraram o máximo proveito das vistas deslumbrantes para o jardim e para o mar. Ambos os espaços, privilegiam a funcionalidade. Na cozinha predomina a combinação de cores, preto e branco, com destaque para os armários com acabamento lacado e para as bancadas de granito. Na sala de jantar predomina a simplicidade, evidenciada pelo mobiliário, composto de uma ampla mesa de madeira e por um conjunto de cadeiras de madeira maciça.

Vista para fora !

Todos os ambientes sociais, situados no pavimento térreo, são integrados ao espaço exterior e ao jardim externos por generosas aberturas envidraçadas.  Além de luz natural abundante, estas janelas proporcionam aos moradores vistas privilegiadas para a paisagem circundante. O destaque é a vista para o mar, que traça uma linha no horizonte, delimitando onde acaba o oceano e onde começa o céu.

Mais do que umas simples escadas

A escada de madeira que dá acesso ao piso superior, é especial, visto ter sido desenhada especialmente para este espaço – servindo de local de  armazenamento a objectos –  optimizando assim a utilização do espaço e agregando funcionalidade à mesma.

A escada também dá acesso ao terraço, que se organiza sobre a cobertura plana do bloco térreo. No terraço, marcado pelo deck de madeira, os moradores podem desfrutar da vista deslumbrante para o mar e contemplar todas os encantos e as belezas naturais do entorno.

O quarto

O quarto principal, é também caracterizado pela depuração estética, uma combinação de superfícies brancas e piso de madeira. Além desta fórmula notamos também a presença de móveis de madeira de estilo rústico, que realçam a rusticidade e a sensação de aconchego do ambiente. O destaque todavia é para a paisagem natural externa que invade o ambiente através de uma generosa abertura transparente.

Casa de banho estilo jardim de inverno

Na casa banho também também existiu a preocupação da integração dos interiores com a natureza. No entanto, para assegurar a intimidade dos moradores, criou-se um jardim de inverno, com pedras e bonsais, que além do contacto directo com a natureza, se consegue um clarão de luz natural abundante no ambiente interior. 

Fachada posterior

Do lado oposto, na fachada posterior, o jardim exterior da habitação é amplo e marcado pelo aspecto natural, como se a natureza se desenvolvesse sem a racionalidade humana. Além da piscina, uma das grandes atracções é um amplo jardim relvado, que transmite uma sensação incrível de liberdade e prazer aos moradores. Neste espaço, além da vista para o oceano é possível desfrutar da brisa com cheiro a maresia, que invade todos os ambientes.

Por fim, mostramos-lhe que falar em casas tradicionais é muito vago. Veja este exemplo e comprove! 

Ficou mais fã do exterior "vulcânico" ou dos interiores contemporâneos?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!