O surpreendente interior de uma casa normal

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Nunca nos podemos fiar nas aparências porque, como bem dizem muitos contos infantis, na maioria dos casos, a verdadeira beleza encontra-se no interior. Na homify, sabemos bem, porque estamos muito acostumados a encontrar casas surpreendentes cujas fachadas passariam certamente despercebidas num primeiro contacto.

Na população de Terrasa (cidade na província de Barcelona), encontrámos um bom exemplo desta teoria. Uma vivenda entra muros com uma discreta fachada que, sem dúvida, esconde um interior surpreendente que soube utilizar com um grande sentido de estética os elementos estruturais da construção existente. O projecto, executado pelo estúdio Vallribera Arquitectes, desnudou as paredes existentes e mostrou a estrutura original e incluiu-la assim na vivenda moderna elegante. Descubramos a seguir, passo a passo, e graças às fotografias de José Hevia, o surpreendente interior desta casa normal.

Uma fachada discreta

O projecto nasceu do objectivo de reformar uma vivenda construída no século passado e acondicioná-la para aluguer. Mas, a meio do processo as circunstâncias mudaram e a casa destinou-se à primeira vivenda de um casal de moradores.

Com um pressuposto ajustado, o planeamento projectual teria de ser detalhado, ao ponto de se conseguir aproveitar ao máximo o espaço e com o objectivo de lhe dar uma aparência normal e converter-se numa maravilhosa vivenda de de design.

Como um puzzle

Na fachada descobrimos uma porta principal localizada entre uma parede e a garagem. São só duas das peças deste puzzle que encaixam na perfeição, tal e qual vemos nesta fotografia. Amplo e luminoso, com vigas de madeira e parede de tijolo à vista. O que vemos na fotografia não é um quarto nem é um espaço destinado à sala, mas sim à garagem da vivenda, situada entre a fachada e a escada, deixando a sua marca presente de forma pessoal sendo possível observarmos claramente nesta fotografia.

Os materiais à vista

Nesta planta, da planta térrea, é possível vermos em perspectiva a sala de estar, a sala de jantar e a cozinha, funcionando todas as áreas num mesmo espaço. Sem dúvida, os usos estão bem definidos graças em parte às estruturas que se deixaram à vista e que constituem um dos principais encantos desta vivenda: paredes em tijolo à vista, dando um ar urbano e industrial, e sem duvida tornando o espaço mais rústico ao contemplar-mos as vigas de madeira do tecto.

Uma sala branca

Dizíamos que os espaços estavam bem definidos pela estruturas à vista, mas na zona destinada à sala de estar, um falso tecto branco, consegue criar ainda uma atmosfera mais moderna e funcional, e claro, ainda mais marcantes. Nesta casa entre paredes não podia faltar uma pequeno pátio, ao qual acedemos através de umas portas em vidro de correr, que constituem no principal ponto de luz da habitação.

A cozinha

Antes de abandonarmos a planta térrea e de passarmos ao piso superior, vamos ver a cozinha com mais detalhe. Podemos quase garantir que a cozinha é um dos espaços com mais encanto na casa, ou não tivesse ela uma vista fantástica para o exterior. O revestimento das paredes criam um ambiente muito especial e acolhedor, quando misturado com móveis brancos e electrodomésticos de acabamentos metalizados. A separar a cozinha do resto do espaço de dia, foi desenhada uma ilha em forma de U, de tal forma que o espaço se converte em uma espécie de península de trabalho. Assim, também permitido o maior aproveitamento de luz vinda do exterior.

O jogo das escadas

Passo a passo descobrimos algumas das essenciais chaves para este projecto e a escada converteu-se em uma autentica lanterna que ilumina de luz natural algumas divisões interiores da casa. As pequenas janelas que observamos à esquerda são as janelas das casas de banho, que inteligentemente se aproveitam deste vão interior de luz natural, tirando o máximo partido dela.

O andar de cima

Terminamos a nossa visita por esta casa na planta mais alta da mesma. Neste segundo andar aproveitou-se toda área até à cobertura do telhado onde são visíveis as telhas e as traves de madeira. Ainda neste tecto, foi criada uma janela mesmo por cima do vão de escadas fazendo uma iluminação zenital. Este espaço foi planeado como sendo um escritório, zona de estudo e até mesmo uma sala de jogos e brincadeira para os mais novos.

Ficou com vontade de ver mais espaços como este? Onde o tecto é inclinado? Espreite este: Há vida no sótão!

Comprovou como não podemos julgar os interiores a partir da fachada?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!