Maravilhoso jogo de volumes no País Basco

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Nos arredores do reservatório de Urrúnaga, em Legutiano, município da província de Álava, encontramos esta casa projectada pela equipa de arquitectos da RDL Arquitectura. É uma construção de 378 m² que se submete por completo à paisagem que a rodeia e nos lembra, de certa forma, a Villa Saboya de Le Corbusier. Já vai ver porquê.

Nesta casa joga-se com os materiais e as texturas, procurando a relação entre o espaço exterior e interior e, sobretudo, a entrada de luz natural. Assim, o pátio interior serve de poço de luz e distribui os espaços.

Fachada aberta ao exterior

Do lado de fora, vemos uma construção formada por volumes poderosos, desenhados com um enorme sentido de horizontalidade, fruto das janelas contínuas e alongadas muito características das construções do meio do século passado. O branco combina com a madeira das persianas e encaixa perfeitamente no ambiente natural e verde. Como podemos ver, a busca constante de luz fez com que as janelas fossem grandes e numerosas correspondendo a quase 50% da superfície da fachada. Mas não esperemos mais e entremos na vivenda. Vamos descobrir que não se trata apenas de uma casa, mas sim de um lugar ideal para desfrutar do ar livre a partir do conforto da habitação.

Poço de luz

O pátio interior é o responsável por trazer a luz natural para onde é mais complicado, convertendo-se assim num poço de luz. À sua volta surgem os corredores que nos levam às diferentes divisões, incluindo a escadaria cujo percurso é visível através da transparência do vidro. Este poço é projectado como sendo um espaço exterior, em jeito de pequena porção da paisagem colocada dentro de casa. Daí a colocação de um grande vaso no seu interior e a opção por um chão revestido por elementos naturais como as folhas e as pedras.

Uma sala muito acolhedora

Os interiores da casa são espaços abertos que permitem à família estar facilmente em contacto entre si. Na casa encontramos pés direitos muito altos, janelas amplas e uma decoração moderna na qual se introduzem algumas peças clássicas. Nesta imagem, vemos uma área comum central onde uma lareira se encarrega de aquecer os dias frios de Inverno e criar uma atmosfera muito apetecível um momento de descanso no sofá a admirar a paisagem através da janela.

Sala de jantar com peças de design

À frente da lareira, uma grande mesa de vidro denuncia uma sala de jantar, mas também um espaço de reunião da família ou até de trabalho. Como podemos ver, a decoração está repleta de peças de design, como as cadeiras Plastic Chair de Eames e as cadeiras de Verner Panton, num jogo de cores a  preto e branco. Para combater os tons neutros das superfícies, tanto do pavimento como das paredes e tecto, a tela exposta na sala pinta-se em cores fortes que enchem o espaço de energia e de criatividade.

Ligação entre exterior e interior

Como vimos desde o início, nesta casa tenta-se constantemente apagar as fronteiras entre o interior e o exterior. Há um grande desejo de colocar um pouco da paisagem dentro do espaço interior da habitação. Por isso, vemos grandes janelas ao longo da fachada ou até a decorar o pátio interior. Neste caso, o acesso da sala para o terraço é feito a partir de uma ampla janela que se prolonga do chão ao tecto. 

A natureza na cozinha

Na cozinha foram, igualmente, utilizados detalhes que fazem referência à natureza. As cadeiras de plástico branco têm um desenho orgânico e os seus encostos recordam os rancos das árvores no Outono. Estas peças dão um toque de personalidade a uma cozinha simples, composta por linhas rectas, e muito funcional, onde o branco e o alumínio são os materiais predominantes. 

O que achou desta casa cheia de luz e elementos orgânicos? Deixe a sua opinião sobre este projecto na caixa de comentários abaixo!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!