Qual a melhor garagem para a sua casa?

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Este é o tipo de problema que o Cristiano Ronaldo não tem. Com todos os carros e mais alguns, a casa está preparadíssima para os abrigar. No entanto, nós, na normalidade dos nossos dias, lidamos, não raras as vezes, com dificuldades em estacionar o carro mesmo quanto estamos à porta de casa.

No artigo de hoje, e porque não o queremos ver a pagar multas, mostramos-lhe algumas garagens de estilos diversos. Umas mais convencionais, outras plenamente inusitadas. Estamos certos de que encontrará a melhor solução para o seu espaço, orçamento e qualidades arquitectónicas da sua casa. Há projectos modernos que, de tão originais, tocam uma estética vanguardista. Mas, não só são do presente, como também do melhor que se faz pela capacidade de adaptação às nossas necessidades e às do meio ambiente. 

Inspire-se nas ideias que hoje lhe deixamos e escolha a sua futura garagem. Se tiver só uma bicicleta, deixe lá. Leia na mesma. Dias sobre quatro rodas virão!

Garagem independente

Garagens e arrecadações modernas por IQ Glass UK
IQ Glass UK

Canonbury Square

IQ Glass UK

Se tem uma porção de terreno disponível, então pode utilizá-lo para construir uma garagem enquanto unidade independente. Na maior parte das casas, a garagem é subterrânea ou anexada. Esta é, assim, uma solução original, mas que funciona perfeitamente e tem vantagens interessantes como a possibilidade de instalação de um sistema de alarme independente da casa. Num local como este, pode também compor uma área de arrumação mais afastado de casa, evitando ter a “tralha” toda mesmo debaixo de olho a mexer-lhe com os nervos.

A garagem da imagem é um projecto incrível dos britânicos IQ Glass UK. Consulte o projecto e repare na solução engenhosa que foi encontrada para as portas que aparecem completamente revestidas com espelhos que reflectem uma das fachadas da casa, assim como a vegetação. Esta unidade harmoniza-se em pleno com a natureza e com o contexto em que se insere, sendo a sua existência quase como que imperceptível, mas muito – muito! – útil.

Na rua

Casas minimalistas por R+L Architect
R+L Architect

Front of refurbished mews house

R+L Architect

Estacionar na rua, mesmo que seja ao pé de casa, é a solução menos vantajosa, mas, por vezes, a única de que dispomos. Se não tivermos garagem, nem espaço para construir uma e se não pudermos alugar um espaço para o efeito, não temos outra hipótese. Na rua, os veículos ficam sujeitos a efeitos naturais nefastos que são mais evidentes em áreas geográficas com climas mais extremados. 

Se viver num país onde a exposição ao sol e a temperaturas altas é intensa, compre uma capa para o seu automóvel. No entanto, seja cauteloso quanto à escolha do material visto que alguns podem arranhar a pintura ou, até mesmo, derreter e colar na carroçaria. Prefira, então, uma capa térmica. 

Outra forma de esmaecer a acção dos raios ultravioleta é através da aplicação de uma cera que, para além de dar brilho, filtra os raios solares, evitando que o verniz e a tinta sequem. Para os estofos em couro, que carecem de especial cuidado, há produtos próprios que evitam que a pele rache. Para o frio, procure também uma protecção sob a forma de capa. 

Por fim, não se esqueça de fazer um seguro contra todos os riscos visto que, estacionando na rua está, efectivamente, exposto, a mais riscos.

Telheiro ou carport

Garagens e arrecadações  por Realistic-design
Realistic-design

Proyecto 3D

Realistic-design

Um telheiro para o carro há muito deixou de significar aquela placa em zinco inestética que nada tem a ver com a casa. Pelo contrário. Estes telheiros – também conhecidos por carport – têm vindo a evoluir e são uma adição arquitectónica interessante. Tomemos como exemplo a imagem que acompanha este texto, um projecto da Realistic-Design. A cobertura do telheiro é a mesma do chão e o sistema de elevador faz com que ele se levante quando o carro entra e se camufle completamente com o solo depois de sair. Ta-dan! It’s a kind of magic! Esta é uma solução que incorpora design de ponta. Porém, há outras mais simples que envolvem pérgolas laminadas compostas por madeira ou ferro que são igualmente interessantes em termos estéticos.

Com um telheiro, o seu carro fica protegido de agentes erosivos, fica perto de casa o que é sempre uma mais-valia, sobretudo se viver sozinho e chegar a casa à noite, e fica resguardado e menos susceptível de ser roubado. Para além disso, não têm portas o que pode ser mais conveniente, designadamente quando vem mais carregado.

Assim, se não tiver garagem, considere esta opção. É um extra funcional que acrescenta valor à casa e qualidade de vida ao seu quotidiano.

Garagem anexada

Garagens e arrecadações modernas por Concept Eight Architects
Concept Eight Architects

Ince Road, Burwood Park

Concept Eight Architects

As garagens anexadas são, possivelmente, as mais comuns. É, porém, necessário que tenhamos espaço para elas. Na casa da imagem, por exemplo, o desenho desenvolve-se sob o comprido o que é inconcebível na maior parte das grandes cidades onde tudo se constrói em altura, a menos que habite os subúrbios, por norma mais espaçosos. A principal vantagem de uma garagem anexada é a conveniência visto que não precisa de sair de casa para aceder ao seu carro e, por outro lado, quando chega a casa abandona o carro neste espaço que é fechado e directamente ligado à sua moradia o que é mais seguro, sobretudo à noite. No entanto, convém colocar, entre a garagem e a casa, uma porta com uma fechadura sólida e resistente visto que a garagem constitui um ponto de acesso à casa facilmente ultrapassável por eventuais ladrões. Para além disso, se estiver a chover e vier carregado de compras, quão vantajoso é não ter que se molhar todo? Muito.

Não esqueçamos, já agora, que a construção de uma garagem deste género surge do aproveitamento de paredes já existentes o que diminui os custos. A principal desvantagem é a poluição. A Associação Americana de Pneumologia recomenda que a garagem esteja separada da casa para que os proprietários não respirem os gases emitidos pelos carros. Para os colmatar, pode, no entanto, instalar um sistema de ventilação eficaz.

Garagem subterrânea

Se não tem espaço para os lados, então toca a escavar. As garagens subterrâneas existem amiúde, sobretudo em prédios e cidades com muita população. Em termos sustentáveis, é uma alternativa apreciada. Uma garagem subterrânea não toma de empréstimo espaço verde, não obstrói a paisagem, nem a entrada de luz, é ideal em termos acústicos, controla a poluição líquida e de resíduos sólidos e não contribui para o aumento a ilha de calor urbana.

As garagens subterrâneas são seguras – visto que há menos pontos de acesso – e os carros ficam totalmente protegidos de condições atmosféricas indesejáveis.

A principal desvantagem destas garagens reside no preço. Ainda assim, a longo prazo, é uma solução muito viável e, como já referimos, amiga do ambiente. E isso… isso não tem preço!

Dentro de casa

Garagens e arrecadações modernas por Folio Design
Folio Design

Folio Design | The Cricketers | Car Room

Folio Design

Por fim, uma alternativa menos usual. Mas, há quem a ela recorra! Falamos de carros estacionados dentro de casa. Sim, não nos enganamos, é isso mesmo. Estão à vista e partilham do espaço dos proprietários. Estranho? Talvez. Porém, em certos casos funciona, sobretudo num estilo arquitectónico de laivos modernos e industriais, sem que o carro pareça o elefante cor-de-rosa a meio da sala. Para colmatar essa estranheza pode sempre colocar uma separação em vidro que demarca zonas distintas sem que se perca esse efeito de abertura e amplitude.

Tem uma garagem em casa? De que estilo é e de qual das nossas ideias mais gostou?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!