Quartos com alma nipónica

Daniela Alves Daniela Alves
Loading admin actions …

Japão é sinónimo de apartamentos pequenos e ao mesmo tempo com muito espaço. De ambientes depurados, tranquilos e com um design de interiores tão bonito quanto funcional. E minimalista, claro! Onde imperam a pureza, a transparência, a luminosidade. 


Num país com uma grande densidade populacional, os arquitectos e designers de interiores habituaram-se a reinventar e transformar divisões pequenas em grandes espaços, rentabilizando os metros quadrados e a área de circulação, sem nunca descurar a alma milenar japonesa. O essencial em detrimento do excesso. O belo, antes de mais. 

Mas como recriar um ambiente de inspiração japonesa no seu quarto? Se é adepto do estilo oriental ou se gostava de dar ao seu quarto uma aura nipónica, fique connosco. Com a ajuda dos nossos profissionais, iremos responder já de seguida à sua pergunta, ponto por ponto.

A filosofia Zen

A escola Zen é uma das principais formas de manifestação do budismo no Japão. Na escola Zen pratica-se o zazen, que quer dizer ’meditar sentado’, libertando a mente dos pensamentos do dia-a-dia, sem contudo a desconectar da realidade. Mesmo que não leve a sério esta meditação contemplativa, cultive a filosofia zen — a  arquitectura e a decoração dos espaços são definidores para criar qualquer ambiente.

Beleza essencial

Como tudo o que exige reduzir a beleza ao essencial, o design japonês dá algum trabalho, de selecção, de depuração. Libertemo-nos dos bens materiais e aprendamos a viver com menos para atingirmos a harmonia, o equilíbrio. Se optarmos por nos rodear apenas do essencial, chegamos também ao essencial da nossa vida, apenas e só àquilo que importa.

Esta sugestão é para além de bonita, ecológica. Uma outra maneira de estarmos perto da natureza.

Preocupe-se com as cores e os materiais

Madeira, o bambu, o algodão, o linho e o papel de arroz combinados com uma paleta cromática neutra, o branco, o bege, os castanhos suaves. Uma tela em branco. Num quarto onde prevalece o branco abre-se um mundo de possibilidades de decoração, de personalização. Seja qual for o elemento que introduzamos nesta tela, ele vai sempre ser notado e tomar uma posição de destaque.Quando pensamos em Japão, pensamos também em pequenos detalhes de cor: não os reprima. Prefira um intenso vermelho, um verde e introduza plantas, candeeiros de papel, velas e outros objectos tradicionais, que ajudem a recriar o ambiente oriental e levem a nossa imaginação até esses países distantes. 

Se quiser ir mais longe e conjugar o estilo japonês com o contemporâneo, repare na introdução de uma reprodução de Keith Haring neste quarto de inspiração oriental.

Acessórios a condizer

Quartos asiáticos por choc studio interieur
choc studio interieur

riant slapen in kleine ruimte

choc studio interieur

Escolher apenas o que é realmente necessário e livrar-se do excesso foi desde sempre o mote do design tradicional japonês. Design simples, linhas e formas limpas — a cultura japonesa tem como princípio a simplicidade, que é como quem diz Kanketsu.

Mobiliário perto do chão

Por falar em materiais, esta cama cumpre bem os requisitos de um quarto de inspiração japonesa. Se não quiser optar pelo tradicional futon directamente no chão, desprovido de qualquer estrutura, escolha cama e móveis baixos, quase à altura do chão de linhas e formas suaves e arredondadas. A recusa da ornamentação excessiva e muita área para viver em pleno a sua casa.

Ambientes especiais

FOGLIA: Casa  por Larforma
Larforma

FOGLIA

Larforma

E a propósito de separar ambientes, terminamos com este biombo da portuguesa Larforma. Uma peça bonita que pode usar para dividir espaços, uma zona de leitura de uma zona de dormir, por exemplo. Para além disso, pode servir para conjugar com uma iluminação artificial e criar um atmosfera intimista.

Tatami

Quarto  por FUTONART
FUTONART

BASE DE TATAMI

FUTONART

A ideia para uma atmosfera tranquila é explorar o estilo minimalista e torná-lo aconchegante. Conectar a divisão de alguma forma com a natureza, a terra, como por exemplo, usar apenas o colchão directamente no chão ou proibir o uso de sapatos. Usar acessórios com os tatames (ou tatami), tapete em palha entrelaçada, as shoji e fusuma, as portas deslizantes de madeira e papel de kozo, usadas normalmente para separar ambientes.

Destas nossas ideias, qual ficaria mesmo bem em sua casa?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!