Armazém convertido em lof especial

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

No centro histórico de Madrid é onde se situa o projecto que queremos falar-lhe hoje. Um armazém industrial que acolhia, em inícios do século XX, um atelier de artistas foi totalmente convertido em uma fantástica vivenda tipo loft com 125 m2.

Beriot, Bernardini Arquitectos, a equipa que se lançou ao espaço, tinha muito claro que queriam conservar ao máximo as qualidades do espaço original. Ainda assim, sentiam-se ligeiramente condicionados devido às novas necessidades precisas aos novos moradores. As antigas estruturas metálicas foram recuperadas, tal como as vigas em madeira, tendo sido colocado sobre eles o isolamento térmico necessário para as novas funções do espaço. Para rematar e marcar o carácter industrial da nova casa loft, o revestimento de uma das paredes foi totalmente mantido, conseguindo espaço para uma ampla varanda.

Antes: um armazém industrial

Em pleno centro histórico de Madrid, este antigo armazém encontrava-se abandonado e precisava urgentemente de ser restaurado. Devido à sua óptima localização geográfica – no centro da cidade – os novos proprietários não pensaram duas vezes em adquirir o espaço, claro está, com o pensamento em outras paragens. Hoje em dia é uma questão de sorte encontrar espaços como estes ainda sem destino…

Nesta fotografia, vemos o antes antes da restauração em que se destaca o tecto em madeira reforçado por uma estrutura de aço, amplas janelas, gesso no revestimento das paredes e um pavimento pouco cuidado.

Depois: um espaço moderno e contemporâneo

Após a reforma do espaço, o mesmo está irreconhecível. Se não fossem os altos tectos e as janelas intermináveis nada nos faria pensar que nos encontrávamos num antigo armazém. O que mais chama a atenção são os andares criados, que se apreciam bem nesta fotografia. As três peças à nossa frente são armários e o espaço total e existente de armazenamento da casa. Presos a estes elementos encontram-se alojados um quarto com closet à direita e um escritório à esquerda.

Depois: A parede de tijolo à vista

Com perspectiva cá do alto, observamos a sala renovada e onde o que mais se destaca é a parede de tijolo. Quando a equipa de arquitecto encontrou o espaço, o mesmo estava tapado e escondido por uma capa de gesso, que posteriormente foi picada e totalmente retirada, para que a presença do passado fosse agora ainda mais óbvia. A lareira, com uma enorme chaminé em tubo de aço negro, chama a atenção sobre a cor alaranjada da parede.

Se olhar para cima, irá ficar surpreendido como o tecto foi mantido e remodelado, de forma a manter as estruturas metálicas e as ripas de madeira existentes.

Depois: a alteração das janelas

As grandes janelas, são em vidro com isolamento térmico e a madeira foi utilizada para marcar uma quebra na altura das mesmas. Daí para cima aparecem dispostas as novas carpintarias que ficam ocultas atrás da estrutura vertical. Assim, o conforto transmitido pela madeira faz obviamente a zona de estar mais especial. A cor bordeaux e vermelho encontra-se presente em todo o interior e isso acaba por lhe um dar um aspecto personalizado e único.

Depois: a vista e a luminosidade interior

Nesta fotografia mostramos mais de perto um dos espaços de armazenamento. Os diferentes níveis e os revestimentos de linóleo em distintos tons, introduzem no espaço existente uma atmosfera com distintas alturas, gerando espaços com multifunções, em diferentes perspectivas e linhas.

Todos estes elementos são o motivo desta grande riqueza espacial de baixo volume inicial e deixam um amplo espaço de dia no piso inferior e zonas no piso superior, sempre somados ao espaço principal do loft.

Depois: o terraço além das janelas

Entre a sala e a cozinha encontra-se uma grande porta que dá acesso a este amplo espaço exterior, relembramos, no centro de Madrid!! No lado sul da vivenda, a supressão da coberta do edifício permite criar este terraço que proporciona uma zona exterior e consegue logicamente ampliar a área do loft. Um generoso terraço, perfeito para desfrutar do bom tempo e da leve brisa em noites de Verão.

Depois: a fachada exterior

Mostramos-lhe agora e por fim, a fachada sul deste antigo armazém. O projecto procurou manter o lado industrial por dentro e por fora e isso é bem visível aqui, pelos materiais usados. A cor e os materiais da zona do telhado até parecem quentes e confortáveis, quando combinado com as grandes janelas e estruturas em madeira.

Terminamos assim o nosso passeio por este loft madrileno e esperamos que tenha gostado tanto como nós. Deixamos-lhe mais um exemplo e desta vez bem nacional: Loft em Sintra: espaço multifuncional

Também é fã de ambientes amplos como este?
Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis

Encontre inspiração para casa!