Casa de madeira bioclimática

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Antes do início do projecto existia apenas um terreno vazio. A casa que lhe mostramos é diferente de muitas outras pois além de ter sido construída em tempo recorde, dispunha de um orçamento muito limitado. O objectivo era a construção de uma casa expresssustentável que fosse também eficiente em termos de energia. Assim, os arquitectos do gabinete Alventosa Morell Arquitectes empenharam-se para que o objectivo do projecto fosse alcançado dentro do prazo estabelecido.

Construído na cidade espanhola de Santa Maria de Palautordera, o edifício carecia de um design exterior harmonioso e de aliar a estética da casa com a paisagem envolvente que se destacava pela frondosa vegetação.

Conheça todos os detalhes deste projecto desafiante.

Arquitectura modular

Para a construção desta casa, os profissionais da Alventosa Morell Arquitectes optaram por uma solução modular de madeira pré-fabricada. Os elementos que compõem a unidade são criados em grandes armazéns e depois transportados e montados no local num curto espaço de tempo. Assim se solucionou a maior exigência do cliente: a casa deveria ser construída no menor tempo possível.

Além de rápida, a construção deste tipo de arquitectura oferece flexibilidade suficiente para se adaptar à superfície e à morfologia vegetal.

Estratégia

Depois de um estudo bioclimático e depois de serem conhecidas as estratégias necessárias para cumprir os requisitos desta casa, foi decidido que a melhor solução passava pela construção de seis módulos distintos. Cada um dos módulos foi colocado em posição diferente de forma a adaptar-se à geometria da vegetação local, respeitando a paisagem existente. Na imagem, podemos ver uma estufa de vidro, perfeita para ser utilizada durante o Inverno.

Composição

As caixas de madeira e vidro que se interligam, não só permitem que o exterior esteja presente a partir de qualquer ponto de vista interno, mas também que o espaço entre cada uma dessas caixas possa ter acesso livre para o terraço, facilitando a circulação durante os meses mais quentes. Cada caixa tem a mesma função: ser um abrigo confortável e iluminado para os moradores.

Espaços

A casa de 111m² inclui três quartos equipados com armários embutidos. O maior volume de madeira serve como área social da casa e inclui casa de banho, cozinha e sala de jantar. Compacta e inteligente, a casa tem os espaços compostos por uma decoração discreta e funcional.

Interior

Ao espaço de vidro que liga as caixas de madeira estão inerentes interiores pré-planeados para eliminar a necessidade de mobília extra. Como podemos ver na imagem, a sala de jantar foi feita de um modo simples e acabada com uma estante de madeira que já existia no ambiente.

Materiais

Em termos de construção, esta casa de fabrico rápido e semipronto facilita o conforto e a existência de luz e energia através do recurso à madeira e ao vidro. Estes dois materiais, além de serem baratos e de origem reciclada, contribuem para o conceito ecológico.

Condição energética

Os materiais de construção desta casa integram-se harmoniosament com os seus arredores. Todas as estratégias mencionadas neste artigo permitiram que a propriedade resultasse numa casa extremamente eficiente. Neste projecto, houve uma redução energética muito grande. Esta casa consome 76,77% menos energia do que uma casa comum. A GG House, como é chamada pelos responsáveis do projecto é, portanto, uma casa energeticamente eficiente, atendendo assim à terceira exigência dos seus moradores.

Como vê, construir sustentavelmente em casas plenas de beleza e conforto. O que achou desta? 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!