Sabe que tipos de frigoríficos existem? Escolha o seu!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Quando equipamos a nossa cozinha é fácil sentirmo-nos esmagados com a vasta oferta no que aos electrodomésticos diz respeito. Temos que considerar as nossas necessidades, a cor dos móveis, a dimensão da cozinha e, não menos importante, o nosso orçamento. A compra de um frigorífico é um investimento a longo prazo – há estudos que apontam que, durante a nossa vida, compramos mais carros dos que frigoríficos, sabia? – pelo que devemos estar bem informados sobre o assunto. E que assunto! Há-os em vários estilos, cores e designs. Assim sendo, não tem desculpas. Existe o frigorífico certo para cada espaço e perspectivas decorativas.

Quando se dirigir à loja, não se acanhe e faça todas as perguntas necessárias: averigúe o custo de transporte e entrega, o custo de montagem, a garantia, se há algum tipo de queixa em relação ao modelo, se tem filtro de água e de quanto em quanto tempo ele deve ser mudado, se é necessária manutenção e quanto custa se o quiser devolver. Pense em termos sustentáveis e opte por um frigorífico de baixo consumo, de preferência classe A, A+ ou A++. Além disso, se um frigorífico possuir a designação 0% CFC significa que não contém clorofluorcarbonetos nos sistemas de refrigeração e isolamento. Por fim, importa saber que um frigorífico com descongelamento manual em detrimento de descongelação automática gasta metade da energia.

É disto que precisa quando comprar um frigorífico

O frigorífico é, sem dúvida, um dos principais elecrodomésticos da cozinha. Ao comprar um, deve ter em conta alguns pontos importantes. No mercado, a oferta é vasta, os preços oscilam e as marcam atropelam-se com novidades. Considere o tamanho da sua cozinha, o uso que lhe dá e o seu agregado familiar. Só assim poderá avaliar as suas necessidades e escolher um frigorífico que corresponda. Contudo, há aspectos que são, de certa forma, transversais. Escolha uma unidade com prateleiras ajustáveis e gavetas para guardar legumes ou frutas. Actualmente, há frigoríficos com gavetas a temperaturas e controlos de humidade distintos e reguláveis para que se possam adaptar às características dos alimentos e bebidas. Assim, cada um dos seus alimentos fica armazenado a temperatura optimizada o que é favorável em termos nutritivos. Antes de fazer a sua escolha, leia opiniões na internet. A maioria dos websites já incluem uma zona de comentários para os consumidores avaliarem o produto pelo que se pode basear em opiniões reais e imparciais.

Congelador na parte inferior

Cozinha em Lisboa: Cozinhas industriais por LAVRADIO DESIGN
LAVRADIO DESIGN

Cozinha em Lisboa

LAVRADIO DESIGN

Com um congelador inserido na parte inferior, terá que se baixar para poder arrumar e retirar os seus alimentos. Pelo contrário, consegue ver melhor o que está dentro de cada uma das gavetas o que é prático quando se trata de o organizar ou encontrar determinado saco ou tupperware. Os frigoríficos que incluem congeladores na parte de baixo tendem a ser um pouco maiores em relação aos outros, mas existem em menor variedade no mercado.

Congelador na parte superior

Congelador em cima, frigorífico em baixo. A imagem que visualizamos quando pensamos na palavra “frigorífico” é, possivelmente, esta, a mais convencional. Neste caso, o congelador ocupa o terço superior da unidade. Quanto a nós, não são os mais funcionais, nem para si, nem para os seus filhos mais pequenos se precisarem de, por exemplo, ir buscar um gelado ao congelador. É mais difícil aceder-lhe, é mais difícil limpá-lo e é mais difícil encontrar o que procuramos. Porém, existem amiúde no mercado e a preços muito acessíveis.

Colorido

SMEG trouxe-nos frigoríficos coloridos, nós gostámos e eles popularizaram-se. Encaixam-se numa cozinha monocromática ou numa assumidamente colorida e jovial. Os seus traços vintage e as suas cores inusitadas surgem, não raras as vezes, como a nota de sentido de humor que marca a diferença num espaço. Ao longo dos anos, a marca tem vindo a desenvolver um número considerável de modelos de frigoríficos combinados ou não e a apostar na segurança de que o seu desempenho vai ao encontro da mais alta tecnologia e dos melhor níveis de eficiência.

Estilo francês

Os frigoríficos de estilo francês têm vindo a popularizar-se. A sua estrutura combina o modelo de duas portas com o congelador na parte inferior. Isto significa que fica com muito espaço para todas as suas coisas pelo que será a melhor opção se tiver uma família grande ou se for, pura e simplesmente, um comilão! Para além disso, o facto de ter duas portas significa que, ao abrir uma delas, pode manter a outra fechada pelo que liberta menos ar frio a cada utilização. Existem várias configurações dentro do estilo de frigorífico francês. Entre elas, encontra congeladores com duas gavetas, sendo que uma delas fica, sensivelmente, ao nível da cintura. Este é o modelo eleito por muitas famílias pelo que não terá dificuldade em encontrá-lo no mercado. A maior parte destes frigoríficos integra um dispensador de gelo o que é sempre ouro sobre azul num dia de calor em que tudo o que nos apetece é uma limonada bem fresca!

Lado a lado

Sigamos para o frigorífico com as portas lado-a-lado. De um lado frigorífico e do outro congelador ou frigorífico em ambas as portas. A decisão é sua. A principal desvantagem é ambos os lados serem estreitos pelo que poderá ter problemas no que diz respeito a guardar alimentos mais largos como, por exemplo, uma caixa de piza ou um tacho grande. Se tem uma cozinha exígua, um frigorífico deste modelo é a opção ideal visto que as portas quase não ocupam espaço quando as abrimos. 

Embutido

Se é apologista de uma estética minimalista, considere um frigorífico incrustado  Desta forma, a sua cozinha ficará com um aspecto completamente homogéneo e nivelado com as superfícies lisas. O custo é, porém, mais elevado. Consoante a marca, tipo ou tamanho, um frigorífico incrustado pode ser até três vezes mais dispendioso em relação a um frigorífico normal. Afinal de contas, é uma obra que tem que ser feita à medida e isso exige preocupações que não estão inerentes a uma instalação normal. No entanto, a sua cozinha fica mais valorizada e será, por certo, um extra apreciado se um dia pretender vender a sua casa.

Qual destes modelos faria as suas delícias? Que frigorífico tem aí em casa? Comente abaixo deste artigo!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!