Antes e depois: Moradia Castro

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

EVAevolutionary architecture é um atelier nacional com sede na cidade invicta (Porto) e foi fundado no ano de 2007 por Miguel Ângelo, Miguel Sá e Ricardo Oliveira. Esta equipa masculina é multidisciplinar e tem a sua actividade centrada na arquitectura, na modelação 3D e no design. Consideraram-se em permanente expansão, sendo capazes de evoluir com o processo de criação, aproximando-se do futuro com conhecimento em diversas áreas. Seguram cada projecto de forma singular e diferenciada, reinventando e questionando os cânones tradicionais, procurando a diferença em cada metodologia e forma estética.

O projecto pelo qual os daremos a conhecer é um de uma remodelação de uma moradia pré-existente datada de 1898, portanto carregada de história e linhas cheias de vida.

Antes: a veracidade da arquitectura

Era neste estado que a moradia de 1898 se encontrava. Estava de facto em mau estado e num avançado grau de deterioração, era urgente intervir e requalificar uma moradia com este historial arquitectónico. A moradia de 3 pisos teria de se adaptar à sociedade actual.

Depois: É a mesma casa?

projecto de reconstrução foi realizado em parceria com o atelier Arquimla. A proposta partiu da vontade de reconstruir e devolver a beleza de outros tempos à moradia pré-existente. E o resultado é absolutamente arrebatador.

A proposta passava por dividir os 3 pisos em zona privadas e sociais. Assim sendo, os dois pisos inferiores servem de zona comum e de serviço e o piso superior a uma zona mais intima e privada, reservado aos quartos. Adaptou-se assim a moradia a um estilo de vida mais actual através de algumas reconfigurações a nível dos interiores.

A valorização máxima

A estrutura arquitectónica foi mantida ao máximo, pois era um grande desejo conservar o mais possível o passado. O muro que divide a casa do exterior ficou em cimento na sua forma natural e apenas as zonas em que ainda sobravam pedras em granito foram mantidas. A zona de garagem é de formas simples e discretas e parece um elemento ainda em fase de acabamento. A ideia sempre foi apenas valorizar o edifício e não o restante à sua volta ainda que dentro do mesmo terreno. Repare nos painéis solares colocados sobre a garagem, são um exemplo da modernidade e da vontade de lutar contra uma sociedade gastadora e despreocupada com o meio ambiente.

O mesmo desenho, a mesma história

Exteriormente, as fachadas foram mantidas e tratadas e os vãos de janelas e portas foram substituídos por novos, garantindo assim um melhor isolamento térmico e acústico nos interiores. Houve novamente uma preocupação inerente, em manter o mesmo desenho das janelas antigas. Ainda assim, foi conseguido mesmo em situações mais críticas como o modelo abobadado da janela superior ou das zonas curvas de todas as outras. Com um detalhado levantamento de medidas foi conseguido fazer de raiz estas novas janelas.

A cor

O telhado em telhas tradicionais de argila foi totalmente reposto, impedindo problemas de entrada de água, frio ou humidade mais tarde. As molduras das portas e janelas em granito foram apenas escovadas e limpas e mantidas. 

Pelas fotografias que nos foram partilhadas não conseguimos perceber a cor original deste palacete, mas a opção foi colori-la de cor de rosa. Não sei o porquê, mas antigamente muitas casas eram pintadas nesta cor o que nos dias de hoje apenas aparece em projectos de remodelação como este, onde a vontade de ter o passado presente é muita.

O constraste

A escada de acesso principal à casa faz-se de forma lateral, por degraus em granito onde houve a colocação positiva de um corrimão moderno em inox. O contraste entre os dois materiais – pedra e inox – é evidente e muito apropriado.

Antes: a degradação interior

Os interiores, esses estavam completamente degradados. Impossível perceber o porquê do abandono levado a este ponto. A estrutura do tecto, as vigas já se encontravam à vista tal como a falta de tinta e muito humidade nas paredes.

Mas nada que não fosse possível de fazer renascer novamente como se pode comprovar pelas fotografias seguintes.

A cozinha moderna

Os interiores não parecem os mesmos! Não existe qualquer tipo de parecença com os interiores. Agora existe um clima confortável e o mobiliário escolhido para a cozinha é de cor preta e de linhas modernas, contrastando mais uma vez com a arquitectura tão especial e antiga. O ponto de cor foi dado com os blackouts de rolo de cor rosa colocados nas janelas. Os electrodomésticos são super modernos e actuais e a bancada de cozinha em forma de L ainda consegue transformar o espaço em algo mais moderno e convidativo.

Repare na máquina de costura antiga, ao fundo, colocada por baixo da janela. A máquina em si foi retirada e toda a estrutura inferior foi mantida. Agora serve de mesa de apoio e faz lembrar tempos em que cozer à máquina era super comum e habitual em qualquer casa.

A luz natural

Os corredores e zonas de acesso ficaram resolvidos da maneira como pode ver na imagem. As parede foram pintadas de branco e o chão foi revestido a madeira, ao contrário da cozinha em que o revestimento escolhido material cerâmico de cor cinzenta.

O que é de louvar é a quantidade de luz natural que entra em todo o espaço interior devido às pequenas janelas e nichos que insistem em estar presentes e ainda bem. Em relação à luz artificial, esta foi resolvida com a colocação de focos de tecto embutidos resolvendo qualquer falta de luz no interior.

Como um postal

Nesta fotografia a preto e branco que mais se parece com o postal do antigamente, é possível mais uma vez reparar ao pormenor no interior onde já plantas cresciam sem norte e como a estrutura do telhado já não se encontrava completa.

Ambientes desafogados

Os pés direitos são altos o que proporciona interiormente espaços amplos e desafogados. No tecto do quarto optou-se pela colocação de uma janela vellux de modelo moderno e actual que permite a sua abertura para o arejamento do espaço através de uma peça extensível e ainda a entrada de luz solar.

Que tal, gostou? Deixe-nos a sua sincera opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!