Casa do Rio: Janelas   por Menos é Mais - Arquitectos Associados

A casa do rio: refúgio perfeito

Catarina Rodrigues – Homify Catarina Rodrigues – Homify
Google+
Loading admin actions …

A relação da Arquitectura com o lugar é uma das mais importantes condições na procura da integração perfeita da obra com o espaço. 

Menos é Mais Arquitectos é um atelier sediado na cidade do Porto e criado por Cristina Guedes e Francisco Vieira de Campos. Os trabalhos destes arquitectos focam-se em criar respostas programáticas que se possam aplicar a contextos específicos. O projecto cujas imagens iremos de seguida observar foi da autoria do arquitecto Francisco Vieira de Campos e possui um conceito único que se materializa numa forma volumétrica muito específica e concebida especificamente para aquele lugar, com uma topografia muito particular.

O tema para a criação deste projecto arquitectónico foi 'Construir sem tocar'. Logo aqui assumimos uma vontade dos arquitectos em criar um volume flutuante sobre a paisagem, não intervindo directamente na topografia acidentada do lugar.

Veja as imagens e deixe-se impressionar por este projecto maravilhoso!

Implantação

A habitação localiza-se sobre as margens do Rio Douro, sendo o território fortemente marcado por uma topografia acidentada mas com uma paisagem esplêndida. 

A implantação foi efectuada sobre um vale bastante íngreme com larajeiras plantadas, por ali passa também uma linha de água, mas apenas sazonalmente. Estas foram as principais condicionantes e características do lugar que influenciaram o objecto arquitectónico na sua forma e volumetria.

Relação

O programa da habitação adveio dum pedido particular pela parte do cliente: um equipamento com um fim turístico construído em madeira. 

A solução consistiu na criação de um sistema modular no qual quinze módulos com a dimensão de 6,60m x 3,30m foram arrumados e organizados entre si. Estes não só geram o contentor para os espaços interiores mas também conformam os espaços exteriores que se organizam em torno destes.

Olhar

Os espaços exteriores do edifício traduzem-se sob a forma de grandes varandas e alpendres corridos que garantem todos os acessos e circulações bem como, a protecção contra a exposição solar e outras possíveis intempéries.

Sentir

É também aqui que o habitante pode desfrutar do contacto com a envolvente natural e sentir a presença da natureza no local. As grandes varandas estendem-se longitudinalmente ao longe de um percurso recto fazendo assim a mediação entre o que é interior e o que é exterior. Podemos assim considerar que este é um espaço intermédio de encontro e partilha.

Exterior

Outra parte integrante e fundamental deste projecto foi a conservação de todos os processos naturais e biológicos adjacentes àquele lugar. Neste sentido o jardim foi construído inteiramente com materiais naturais (madeira) e possui uma extensa área que é ocupada por vegetação natural. O enquadramento das montanhas tornam este espaço num lugar muito especial e perfeito para desfrutar de momentos únicos.

Água

A água tem também uma presença fortemente marcante neste espaço na medida em que é um elemento natural e pertence àquele lugar em específico. Neste sentido foi criada uma grande piscina que permite ao visitante a imersão completa num ambiente natural maravilhoso.

Interior

Os materiais naturais estão sempre presentes ao longo de todos os espaços da edificação quer seja no interior ou no exterior. Neste caso, é o grande muro exterior em pedra que invade o interior através de um grande vão envidraçado.

Relação com a envolvente

Estamos agora num dos contentores que compõem a edificação sendo bastante claro o enfoque na paisagem exterior e na relação de proximidade com a natureza. 

O espaço interior é composto por um quarto com uma área de estar e uma zona exterior. O mobiliário é simples e com linhas rústicas apesar do seu design ser bastante moderno.

Acolhedor

O espaço é altamente acolhedor trazendo um pouco o conceito de refúgio natural. A madeira reveste o pavimento acentuando a sensação de conforto no interior.

Paisagem

Torna-se visível como, neste projecto, a ideia impôs as regras, consagrando a relação com o sitio num dos aspectos mais importantes para o desenvolvimento deste trabalho. 

A estrutura da edificação quase não toca no vale, apoiando-se apenas sobre dois grandes pontos que garantem toda a estabilidade da construção ao mesmo tempo que têm um impacto mínimo sobre o solo.

Gostou deste projecto maravilhoso? O que achou da relação entre o edifício e a envolvente?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!