Cadeiras de autor – design para que te quero!

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

É muito tentador podermos agora comprar uma cadeira que normalmente custa cerca de 400€ e agora conseguirmos comprá-la por apenas 60€ ou algo do género. Certo que são réplicas mas o aspecto é muito identico ao modelo orginal e a tentação por optar por algofalso por uma questão de preços muitas das vezes nos leva a adquiri-los. É como desejar muito uma carteira Louis Vuitton ou uns sapatos Christian Louboutin e não conseguir ter os originais e optar pela aquela loja online que vende réplicas que vêm da China e chegam sabe-se lá quando nem como. Problemas na alfandega e depois abre a encomenda e cheira a plástico e os sapatos caiem-lhe dos pés. Será a tristeza por certo!

Há quem não dê valor a roupas e acessórios super dispendiosos mas daria tudo por tudo para ter uma poltrona de Eames Van der RoheCharles & Ray Eames ou Philip Starck. Se os nomes não lhe dizem nada irá ficar mais elucidado quando vir os exemplos que trazemos hoje.

A réplica de design de mobiliário está a crescer a olhos vistos e os sites com estas ofertas parecem cogumelos. As vantagens em adquirir serão conseguir ter a peça com o mesmo design mas por um preço acessível, podendo todos ter interiores dignos de revista sem os amigos saberem ao certo se tal peça é original ou não. Mobiliário com design original é algo bonito e ao adquirir uma vez irá tê-lo durante toda a vida e provavelmente, irão também passar para os seus netos. O design é atemporal, a qualidade é alta e os acabamento são perfeitos. Vamos ver alguns exemplos!

A cadeira de baloiço

Conhece o exemplo da fotografia certo? Não sabe o autor? - Charles & Ray Eames e modelo chama-se RAR. Este modelo é de baloiço mas existe idêntico com pernas normais com opção de escolha de materiais, madeira ou inox.

É um exemplar que se vê muito em qualquer divisão, seja numa sala de estar ou num quarto de criança. Por ser de baloiço vê-se muito aplicada em quartos de bebés pois associa-se ao momento em que a mãe amamenta ou embala o bebé. Este modelo facilita este movimento. É num material plástico, algo como um compósito de poliuretano, não é frio mas não é aconselhável a muitas horas. Este modelo está disponível em várias cores.

Barcelona Chair

Em 1929, o arquitecto Ludwig Mies Van der Rohe projectou a Barcelona Chair para a Exposição Mundial de Barcelona. Agora com quase uma centena de anos continua com um aspecto super actual e o passar dos anos não a fizeram perder a beleza. 

Não estou a falar simplesmente de móveis mas de autenticas peças de arte que verdadeiros conhecedores e sensíveis na área adorariam ter um exemplar original e nunca uma réplica. Não só profissionais ligados ao ramos das artes como arquitectos ou designers são perdidos de amores por peças de design, muitas pessoas preferem apostar em peças de qualidade e de renome em vez de irem jantar fora com comprarem mais uma peça de roupa. São opções e como designer que sou compreendo-os muito bem!

O elefante dos miúdos

Nesta fotografia refiro-me ao elefante azul bebé e não às cadeiras amarelas. O elefante é uma peça bastante conhecida da selecção de peças infantis de design desenhado pelo casal Charles & Ray Eames. O seu projecto é de 1945 e chama-se Eames Elephant. Pode não parecem mas é forte o suficiente para crianças se colocarem em cima e imaginarem-se na selva no meio de animais selvagens. Existem em 5 cores diferentes e nem este fugiu aos olhares e projectos de imitações.

A chaise lounge dos seus sonhos

Salas de estar minimalistas por C95 ARCHITEKTEN
C95 ARCHITEKTEN

Privathaus bei Berlin

C95 ARCHITEKTEN

Esta é uma das cadeiras vs poltronas mais cobiçadas e desejas de todos os tempos. O seu preço ronda os 7.500 euros, o que acaba por continuar um sonho impossível de alcançar para muitos. O modelo chama-se Ottoman e foi projectada no ano de 1956 por Charles and Ray Eames.

Nos dias que correm já muitas lojas online fazem o sonho parecer mais perto com a venda de um exemplar destes por cerca de 600 euros, um preço inferior quando comparado com o original. Existem apenas duas cores disponíveis: pele branca e preta.

Eames Chair

  por Cubus Projekt GmbH
Cubus Projekt GmbH

Zimmer Ingrid

Cubus Projekt GmbH

Esta cadeira está bem integrada na sociedade nos dias que correm. Encontra-se em todos os lugares públicos, como café e bares e o mais engraçado é que não se apresenta como elemento único e isolado mas sim em packs e em grande quantidades cobrindo a totalidade de espaços públicos. O seu valor cai assim por cano a baixo sendo usada em larga escala, perdendo o seu valor.

O seu uso excessivo é a prova de que o design da cadeira é impecável, pois depois de tantas décadas ainda é um exemplo intemporal e um verdadeiro clássico. Cores são à escolha do freguês e mais uma vez pode optar pelas pernas em madeira ou em inox.  Charles & Ray Eames, 1950

Repare no papel de parede de ar tão retro, gosta?

Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!