Uma casa indescritível

Rafael Valente Batista Rafael Valente Batista
Loading admin actions …

Hoje vamos dar um salto até ao arquipélago dos Açores para lhe mostrar uma casa fenomenal!

O projecto é da equipa de arquitectos MONTEIRO, RESENDES & SOUSA ARQUITECTOS LDA. Este ateliê  de arquitectura sediado na cidade de Ponta Delgada tem como preocupação uma nova interpretação da arquitectura tradicional açoriana, pela qual têm sido considerados. De formas simples e claras procuram tirar proveito da morfologia do território, tendo em consideração a implementação de recursos naturais e aproveitamento solar.

Assim esta casa é pensada de forma clara e analítica busca as premissas do escritório. Certamente que irá gostar do resultado final!

Fachada Nascente

Esta é uma habitação pensada especialmente para a topografia em questão, um terreno praticamente plano que pontos de vista bastante interessantes. Para tal a residência desenvolve-se em apenas um piso de implantação de 240 metros quadrados. De forma orgânica e pensada em dois eixos, esta casa ganha a forma de um L sendo um tronco desta forma destinada às funções mais publicas, como a cozinha, sala de estar, sala de jantar, um espaço de lavandaria e um espaço coberto para viaturas. O outro tronco destinado para as funções mais privadas, sendo parte deste a suíte, dois quartos servidos por casa de banho partilhada e um pequeno escritório.

Fachada Poente

A arquitectura da casa deixou bem claro a intenção de voltar as zonas nobres para um exterior com vista sobre os terrenos verdes da ilha, surgindo assim na fachada poente duas zonas distintas, a sala de estar e a suíte.

Com diferentes formas de interpretação do vão estas divisões tomam a sua distinção, sendo que a suíte, apresentada em primeiro plano na imagem, se caracteriza como um rasgo horizontal mais discreto, enquadrando um ponto de vista especifico. Já a sala, totalmente envidraçada torna-se num local mais exposto sendo possível contemplar diferentes panoramas.

A cozinha

Como qualquer casa moderna e contemporânea a cozinha não poderia descurar de uma reflexão moderna, composta por uma bancada que comporta a zona húmida de preparação dos alimentos, em branco, contrapõe-se ao armário em madeira escura que faz a divisão entre a zona alimentar e a sala de convívio.

A lareira

Sendo esta casa uma reflexão sobre a arquitectura tradicional açoriana a lareira ou o fogo certamente teria de ser o elemento organizador da sala de estar e de sala de jantar. 

Colocada no centro da sala, a lareira é passível de organizar e diferenciar os dois espaços, entre o estar e o comer.

Com o uso de pequenos painéis de vidros emoldurados pela forte caixilharia negra a vista geral pode desconstruir-se em pequenos elementos contemplativos. Podendo o quadro geral ser observado a partir do terraço exterior coberto.

A suite

A suíte como quarto principal deveria ser fornecida por uma vista especial sobre as montanhas. Não descuidando do elemento principal do quarto, a cama, torna-se o local o observatório desta vista que é captada pelo baixo vão horizontal. 

Apesar deste vão ser grande a sua disposição baixa permite a privacidade que um quarto requer.

Agregados

Terminamos este artigo com uma imagem que resume a ideia principal deste projecto.

Repensado a arquitectura tradicional açoriana a casa apresenta-se exteriormente como pequenos agregados de teclados de duas águas num campo verde de cultivo com as montanhas como pano de fundo.

Gostou do trabalho desta equipa? Veja aqui mais obras destes arquitectos!

Gostou deste projecto? Deixe-nos o seu comentário!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!