Corredor e corredores !

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Já parou para pensar que o corredor ou os corredores de sua casa são parte integrante dela e que deviam ser tratados como tal? Eu sei que é normal que deixe estas áreas sempre para o fim e que sejam as últimas a serem olhadas com atenção. Mas tem noção que corredores com boa apresentação podem fazer milagres pelo seu lar? Quando compra ou simplesmente muda de casa vai pensando de maneira generalizada nas divisões, por norma, o quarto primeiro, depois a sala e de seguida as outras divisões. Se a cozinha e a casa de banho já estiverem mobiladas, ou seja, com electrodomésticos, móveis de cozinha e mobiliários sanitário, com pouco mais se terá de preocupar. Claro que faltam sempre coisas, mas de modo geral essas divisões já estão quase vestidas. Aos poucos todas as divisões vão ficando funcionais e com o seu toque pessoal e apesar de os corredores continuarem despidos consegue sempre arranjar motivos para comprar algo primeiramente seja para a sala, o quarto ou o closet

O artigo de hoje será para o fazer pensar um pouco mais sobre este espaço, inspirá-lo e motivá-lo a pôr mãos à obra!

Corredor de outros tempos

Acredito que esta seja a imagem que mais se distanciará da realidade normal da casa típica portuguesa. Esta apresenta pés direitos duplos e tectos abobadados em estuque. É com certeza uma habitação do século passado devido às características inerentes. O corredor é bastante amplo e largo, o que permite fazer desta zona de passagem quase uma zona de estar. 

A questão do revestimento do piso ser em madeira trás vantagens claras, como ser sempre considerado confortável e convidativo. Claro que tem a desvantagem de que com o tempo poder sofrer alterações e se ir gastando, devido ao calçado e à passagem continua do espaço.

O essencial

Corredores e halls de entrada  por decorazioni
decorazioni

Projekt Harvestehude

decorazioni

Num corredor vs hall de entrada deve existir sempre uma zona para colocar casacos, cachecóis e carteiras. Não há nada mais incómodo do que chegar a casa de alguém e não existir onde pousar os nossos pertences e a única solução ser levá-los connosco.. até à divisão onde ficarmos. Em muitas casas portugueses existe o hábito dos proprietários e visitas se descalçarem à porta e andarem de meias ou pantufas. O que para si pode parecer algo estranho, simplesmente obrigar as pessoas a descalçarem-se, aqui em Berlim, é o mais normal. Toas as pessoas deixam os sapatos perto da porta de entrada e imagine, há mesmo quem prefira deixá-los da parte de fora de casa.. Tem vantagens: o piso não se estraga tanto e não precisa de andar de aspirador em punho sempre que tiver visitas. É algo que ao inicio estranha-se mas depois entranha-se, já dizia Fernando Pessoa.

A solução neste corredor foi feita com simples cestos de arame, que servem de apoio a tralhas, um bengaleiro e uma cadeira que facilita na hora de calçar e descalçar.

Carpete no chão

A arquitectura desta habitação já não aparenta ser tão antiga e conter tanta história como a anterior. Ainda assim o corredor é desafogado e o espaço consegue ser confortável e ter vida própria. Existe presente um gosto pessoal e um lado muito feminino e cuidado. Um dos responsáveis por tal, é o tapete de estampado floral. E será que faz sentido colocar um tapete/carpete num corredor ou hall de entrada? Não vai resolver o problema de limpeza, antes pelo contrário, mas o espaço fica realmente mais acolhedor. Claro que limpar um chão de madeira como o da imagem é muito mais fácil do que ter de se preocupar com uma carpete e com as nódoas que inevitavelmente irão aparecer mais dia menos dia..para ainda assim tentar evitar a rapidez da sujidade acumulada, escolha carpetes de tons escuros e estampados. Esta superfície em tecido sobre o piso ajudará no isolamento de som, caso tenha necessidade.

Para os muito vaidosos

Num corredor poderá criar uma zona como a da imagem, uma espécie de camarim apropriada a pessoas vaidosas e que por onde quer que passem conseguem sempre ver-se reflectidas em vidros, superfícies lisas e espelhos. Mas de facto é uma mais valia ter-se um espelho perto da porta de saída de casa, assim poderá sempre verificar se não se enganou a apertar o botões do casaco e se apenas se maquilhou num olho…

Apenas com uma aparador estreito (para não fechar demasiado a passagem) e um espelho pousado e a adição simples e criativa de um cesto com flores frescas, foi possível criar ambiente e um local de paragem precisamente numa zona dita de passagem. 

Escritório ao comprido

Corredores e halls de entrada  por Anna & Eugeni Bach
Anna & Eugeni Bach

Pasillo – Biblioteca Reforma Consell de Cent

Anna & Eugeni Bach

É uma pessoa culta e tem sempre os seus olhos entre os livros mas já não tem espaço para tanta informação? Além de que gosta do ar intelectualque as prateleiras cheias de livros transmitem?  Porque não apostar em prateleiras nos corredores? Os livros não precisam de um grande profundidade por isso não irá ser muito o espaço ocupado. Atreva-se!

Ao mais alto nível

Algo mais delicado e clássico pode ser conseguido com um aparador trabalhado com espelho incorporado e duas cadeiras a ladear. A questão da simetria presente com o aparador ao centro e com as cadeiras e candelabros de parede transmitem muito equilíbrio e classicismo a esta zona.  O chão foi mantido com a sua aparência original ao contrário das portas e da própria mobília que foi pintada de forma irregular de cor branca.

O básico

Corredores e halls de entrada  por Lewis & Co
Lewis & Co

Palma de Malljorca (Home)

Lewis & Co

Este é o exemplo de corredor que mostro, que menos trabalho deu a decorar. Apenas foi escolhido um grande quadro com moldura negra que tão bem contrasta no espaço. Em vez de um só de grandes dimensões, poderá optar por uma composição de vários. Fica sempre giríssimo!

O cantinho

Corredores e halls de entrada  por LEIVARS
LEIVARS

Wimbledon

LEIVARS

Este cantinho de corredor perto da janela pode ser uma zona de leitura ou apenas aquele sítio onde deixa a carteira e o casaco que vai vestir no dia seguinte. Ficou o problema resolvido com a colocação de uma poltrona de estampado florido e de uma cortina romana a fazer conjunto com o tom das flores. 

O candeeiro de tecto de aspecto industrial combina bem no cenário delicado.

Então? Diga de sua justiça! Gostou?Estamos ansiosos por receber a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!