De casa velha, a casa de revista

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Certamente também já aconteceu consigo: ir de fim de semana para uma casa rural e deparar-se com uma casa que parece saída da máquina do tempo. Móveis desactualizados, azulejos sujos e um ar kitsch que ninguém desejaria para sua casa.

Em casos como este, fins de semana em que saímos com os amigos para respirar um pouco de ar puro, de certeza que não dará muita importância ao assunto da decoração. Mas, imagina que esta foi a sua casa? Ela exigiria, obviamente uma reforma integral.

Pois bem, é isso exactamente que ocorreu com a casa cuja reforma vamos mostrar-lhe agora mesmo. Uma casa unifamiliar dos anos 30 cuja decoração e distribuição se tinha ancorado ao passado!

Descubramos a mudança

Antes: uma cozinha sem graça

Convencional de mais, esta cozinha apresentava antes da remodelação um aspecto ao qual não estamos mais habituados a gostar. Era antiquada e relativamente à época estava descontextualizada. A forrar o mobiliário estava uma película imitar madeira, bancada de alumínio, revestimento de vulgares azulejos brancos, electrodomésticos antigos e um espaço pequeno e funcional mas sem graça alguma!

Depois: uma cozinha de design

É impossível reconhecer o espaço antigo nesta cozinha de design moderno. Agora o espaço é luminoso e tem muito estilo. A cozinha deixou de ser uma divisão pequena para se tornar na alma da casa graças especialmente à impressionante ilha central. Esta torna-se no ponto focal do espaço e para a qual dirigimos o olhar. De linhas minimalistas e de desenho funcional, a cozinha transformou-se de patinho feio a cisne.  

Antes: uma sala de jantar de ar kitsch

Voltamos a uma imagem do antes.  À nossa máquina do tempo, onde nos deparamos com a divisão que outrora era a sala de jantar. Embora não possamos afirmar que tivesse um ar desconfortável, tinha detalhes que pareciam tirados de um filme de terror. As três bruxas que flutuam sobre a mesa, o papel de parede démodé e o mobiliário em madeira de pinho que um dia esteve na moda…

Depois: salas integradas

A reforma integral da vivenda projectou uma distribuição muito diferente, totalmente de acordo com os tempos modernos e o modo como habitamos nos dias de hoje. De tal forma que a cozinha não foi concebida como uma entidade separada, mas sim,  como parte integrante da sala de jantar. Combinado com as linhas modernas, conseguiu-se um toque de cor através da cadeiras em conjunto com uma mesa em madeira suficientemente grande para as celebrações importantes.

Antes: umas escadas escuras

As escadas foram, durante muito tempo, apenas um elemento construtivo e de comunicação entre pisos. Por isso, nem sempre se prestou muita atenção ao seu desenho e beleza. E quem sabe se neste caso já não se estaria a pensar no lado estético, quando se optou pela madeira de tom escuro nos degraus e ainda no corrimão, sem claro perceber o resultado escuro e sombrio.

Depois: o encontro com a luz

Corredores e halls de entrada  por Beat Nievergelt GmbH Architekt
Beat Nievergelt GmbH Architekt

Neue Treppe über der bestehenden und sanierten Treppe

Beat Nievergelt GmbH Architekt

Embora ainda envolta no mesmo lugar, esta escada não tem nada a ver com a anterior. Para começar, o pavimento escolhido é muito mais claro. Coincide, não coincidente, com o utilizado no resto da casa, criando assim um sentimento de continuidade, integrando as escadas no conjunto. O tom claro do gradeamento em metal, também teve um efeito mais brilhante e mais agradável no conjunto total.

Antes: o sótão dos horrores

Por último, vamos até ao último andar para descobrir um pouco mais sobre o sótão. Viam-se tubos e canalizações por toda a parte, máquinas e instalações e o pavimento colorido não mostrava charme algum. Ainda neste ambiente, uma bicicleta de exercício ocupava um local de destaque. Perguntamos-nos: se por norma todos fazemos um esforço em fazer exercício físico, acha que teria alguma vontade de o fazer aqui? Duvido…

Depois: um lugar muito agradável

A cave desarrumada e caótica do passado, deu lugar a uma divisão limpa, agradável e além do mais, muito útil e funcional. Os armários escondem tudo o que antes estava à vista e um tecto falso oculta todos os tubos e ligações. Procurou-se também aqui, criar um estilo similar ao das plantas superiores, com um pavimento em madeira laminada e em tons claros.

Temos muitos mais artigos com projectos de Antes e depois, interessam-lhe? Clique aqui!

Que achou desta transformação? Deixe-nos a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!