Sabe como planear uma cozinha rústica?

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Aqui pela homify, adoramos uma boa dose de inspiração rústica. E não é que o estilo tem vindo a ganhar especial relevo ultimamente? Não que alguma vez tenha passado de moda. O colo da avó nunca passa de moda. E a cozinha rústica também não. A parte curiosa é que o rústico tem surgido com uma nova interpretação que resulta na mistura entre madeiras ou cerâmicas campestres com elementos minimalistas e serenos. O resultado? Perfeito. Juntar o melhor dos dois mundos só podia dar coisa boa! Saiba como pode criar uma cozinha rústica aí por casa.

Os móveis

Cozinhas rústicas por deVOL Kitchens
deVOL Kitchens

The Loft Shaker Kitchen by deVOL

deVOL Kitchens

Temos notado que a decoração rústica aparece, cada vez mais, reinterpretada e aliada a uma linguagem mais moderna sem que se lhe perca o rasto, mas adicionando-lhe a leveza e a funcionalidade que as pessoas procuram nas casas. É uma espécie de encontro muito agradável entre a cozinha da avó e a nossa.

Um bom exemplo disso é esta cozinha, proposta da britânica deVOL Kitchens, em que móveis de madeira com um desenho tradicional aparecem pintados num sofisticado cinza esverdeado, uma tonalidade utilizada amiúde na decoração de interiores contemporânea e que, neste caso, contrasta na perfeição sobre a parede em tijolo branco. De realçar os puxadores metálicos e os tampos em granito preto, o toque final de sofisticação numa cozinha que, ainda assim, tem uma irresistível ternura campestre. A janela é ampla e deixa entrar muita luz natural. Na impossibilidade de colocar móveis com a mesma altura de um extremo ao outro da cozinha, a parte sob a janela é como que um banco que cria um nicho muito simpático e convidativo. Esta cozinha não tem móveis na parte superior. Em vez disso, há estantes singelamente decoradas. Do outro lado, não podemos deixar de destacar o louceiro, uma peça muito características das cozinhas rústicas e que não foi esquecida nesta composição.

Balcão

Cozinhas rústicas por Equipe Ceramicas
Equipe Ceramicas

Masia Olive, Cream , Decor Jewel Cream 7,5x15

Equipe Ceramicas

Dentro da cozinha, e independentemente do estilo, o balcão será sempre um elemento importante e que requer especial atenção. Afinal de contas, é ele que nos serve de superfície de trabalho enquanto cozinhamos, de apoio para pequenos electrodomésticos e objectos decorativos e, não menos importante, de cobertura para armários que existem por baixo.

Na cozinha rústica, a madeira é, porventura, o material mais utilizado enquanto cobertura da bancada que é, também ela, grande parte das vezes, concebida em madeira. A cozinha da imagem é exemplo disso e a madeira aparece no balcão e nas portas, em dois tons distintos que criam um contraste interessante entre eles, quebrando uma eventual monotonia.

Se vier, realmente, a optar pela madeira, não abdique de lhe dar um bom acabamento para que resista aos desgastes normais de uma divisão tão utilizada como a cozinha. É, assim, importante que a madeira seja selada.

Mesa

Seguindo, ainda, o mote do passado misturado com o presente que é como quem diz, da rusticidade misturada com a modernidade, não podíamos deixar de destacar esta composição de mesa e cadeiras. A mesa assume claramente o estilo rústico. É sólida, robusta e exibe orgulhosamente as imperfeições da madeira e as suas nuances naturais. Para além disso, o seu comprimento sugere uma situação familiar onde cabe sempre mais um. Tem, por isso, o sentimento característico da casa de aldeia. Porém, a mesa encontra-se ladeada por coloridas cadeiras de design que propiciam ao ambiente alegria e jovialidade. A mesma que pauta os tais almoços entre o pai, a mãe, os avós, este e aquele. Assim, se o estilo rústico o encanta, mas quer dar-lhe um novo significado, por que não apostar num conjunto de mesa e cadeiras contrastantes que se constituam o principal ponto de interesse no seu espaço? Lembre-se que a madeira, de tão bonita e tradicional, é a perfeita desculpa para brincar com outras cores e formas. Não há material mais versátil do que ela.

Chão

Casa Sul, um lugar onde se sente a alma portuguesa. : Cozinhas rústicas por alma portuguesa
alma portuguesa

Casa Sul, um lugar onde se sente a alma portuguesa.

alma portuguesa

O melhor piso para a sua cozinha será sempre aquele que apresentar maior resistência e durabilidade, que se mostre mais fácil de limpar e que eleve esteticamente o espaço dando-lhe personalidade, fazendo-o combinar com a sua decoração e com os elementos que a compõem e ajudando-o a ser mais do que aquilo que a sua óbvia função pressupõe.

De acordo com as suas escolhas decorativas e com o seu orçamento, existem vários materiais de qualidade que corresponderão às necessidades. As cerâmicas, os vários tipos de cimento – polido ou queimado – e a pedra são materiais que pelas suas características se tornaram comuns na construção de uma cozinha rústica. Cumprem todos os requisitos de resistência e limpeza e encaixam bem neste tipo de decoração – e noutros também. Porém, nenhuma regra obriga a que todo o seu chão seja revestido ao mesmo material formando um padrão uniforme. Pelo contrário, dê asas à sua imaginação e irreverência e jogue com diferentes materiais e texturas. Inspire-se na imagem e utilize, por exemplo, azulejaria tradicional numa das partes da cozinha e madeira noutra. É uma boa forma de criar um contraste, demarcar áreas e imbuir o espaço em personalidade.

Parede

Nas paredes? Materiais mais toscos como o tijolo, a madeira, a pedra e o azulejo típico funcionam na perfeição e quando conjugados entre eles resultam quase sempre em conjuntos harmoniosos.

Na imagem, por exemplo, é possível ver uma típica faixa de azulejo branco que marca a zona do balcão. Esta zona deve estar sempre revestida a azulejo por questões práticas. Ao cozinhar, a comida salpica e é mais fácil limpar cerâmica do que reboco.

As cores também assumem um papel fundamental. Tons terra, o branco, as cores neutras e as cores inspiradas na natureza fazem parte do nosso imaginário quando pensamos numa estética rústica. Mas não se esqueça que rústico não significa velho e sem graça e mantenha a sua cozinha elegante e com toques de modernidade. A tonalidade que escolhe para a sua parede pode ser fundamental para que isso aconteça.

Pôr a mesa

Cozinha decorada?

Então agora vamos pôr a mesa. E púnhamo-la em português com as lindas peças em cerâmica que nascem das mãos de fada da Anna Westerlund. Como não adorar a atenção ao detalhe que exsuda desta fotografia? A tábua em madeira com um friso geométrico, o bule e o açucareiro envolvidos em tecido e pompons com a florzinha delicadamente pousada na tampa ou o copo verde menta pousado em cima de um prato, também ele em verde menta, que deixa espaço para pousar o biscoito que gostamos de trincar a meio da tarde ou antes de ir para a cama. Há uma harmonia quimérica nesta fotografia e é portuguesa.

Não somos só nós que gostamos do trabalho da Anna. A ceramista já foi representou o país internacionalmente, designadamente na Dinamarca, em Barcelona e além Atlântico, na loja do MoMA na fervilhante Nova Iorque. E se o mundo já a conhece, por que não vai conhecê-la também? Olhe que são as peças ideais para adornar a sua cozinha rústica.

Identifica-se com a estética rústica? De qual destas cozinhas mais gostou?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!