Feng Shui: siga esta filosofia ancestral para decorar o quarto

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Um quarto com bom Feng Shui é o que promove uma energia harmoniosa, serena e sensual. É o quarto onde sabe que encontra pacatez, onde o seu sono vai ser reparador, mas que, ao mesmo tempo, é convidativo a uma vida conjugal – se for o caso – saudável. 

Não é um quarto despojado de tudo. Pelo contrário. É o quarto onde tudo faz sentido e tem uma razão de ser, é o que reflecte a nossa energia pessoal, é o que nos diverte, mas também nos protege e resguarda. É, de facto, o quarto sem excesso de objectos, o que se resume ao essencial, o que deixa a tecnologia fora de portas, o que tem as paredes num tom sereno e acolhedor. 

Quer um quarto assim? Então, saiba um pouco mais sobre esta filosofia chinesa ancestral e antes de revirar os olhos, leia o nosso artigo. Há pontos muito curiosos.

O que é o Feng Shui?

O Feng Shui é uma filosofia desenvolvida na China há mais de 3000 anos que se propõe a balançar as energias de um determinado espaço para assegurar saúde e boa sorte a quem lá habita. Feng significa “vento” e Shui significa “água”. Na cultura chinesa, estes dois elementos naturais são associados a sentimentos positivos. Logo, o “bom Feng Shui” quer dizer boa sorte e o “mau Feng Shui” refere-se ao azar ou infortúnio.

Em termos práticos, o Feng Shui examina de que forma o posicionamento dos objectos e as cores escolhidas para uma divisão afectam a energia dentro dela e, por consequência, como ela interage com a nossa própria energia.

Há quem encare esta filosofia cepticamente. Todavia, a verdade é que, realmente, há cores que nos transmitem melhores sensações, móveis que deviam estar posicionados de uma certa forma e não de outra e até hábitos benéficos que devíamos adoptar como dormir sem telemóveis ou computadores ao nosso pé.

Em jeito de resumo, digamos que o Feng Shui percepciona a casa como um espelho do que se passa no nosso interior. Assim, importa, de acordo com os que defendem esta prática, que alinhemos a atmosfera que nos rodeia com aquilo que somos e com o que queremos. A nossa energia é a energia da nossa casa.

Posicionamento da cama

Antes de escrevermos sobre o posicionamento da cama, abordemos a qualidade que a mesma deve ter. Se pretende adoptar os princípios desta filosofia, aposte numa cama com uma cabeceira sólida – falta de cabeceira é sinónimo de instabilidade e insegurança -, um bom colchão e uma altura adequada da estrutura e cabeceira. Segundo o Feng Shui, nada deve ser arrumado por baixo da cama. Esses objectos enviarão energia negativa ao longo da noite. De facto: dormiria melhor num quarto organizado e com poucas coisas ou num onde há um pequeno mundo por baixo da cama? Pois é. Livre-se de tralha e enverede por um estilo de vida minimalista.

Agora que já tem a cama perfeita, vamos saber qual a melhor forma de a posicionar no quarto. A cabeceira da sua cama deve estar encostada a uma parede e não debaixo da janela e, também, na diagonal em relação à porta e não mesmo em frente a ela. Por outras palavras, deve conseguir ver a porta quando estiver na cama, mas sem estar alinhado com ela. 

Tenha, também, em conta a colocação de objectos pendurados sobre a cabeceira da cama. Se quiser decorar a parede, escolha objectos leves.

Outro critério essencial é a imprescindibilidade de conseguirmos ter acesso à cama por ambos os lados. Assim, evite posicioná-la totalmente colada a uma das paredes e, se possível, coloque uma mesa de cabeceira de cada lado, tal como vê na imagem deste quarto proposta da Home Staging Factory. O mote é sempre o equilíbrio.

Os melhores móveis para arrumação

O Feng Shui é muito rigoroso no que à arrumação diz respeito. Utilizar a parte de baixo da cama está, como já referimos, fora de questão. Segundo os apologistas desta prática, a colocação de objectos sob a cama impede a livre circulação da energia Chi e pode afectar acentuadamente os nossos hábitos de dormir. Se morar num espaço pequeno e precisar mesmo desta zona de arrumação disponível sob a cama, opte por objectos com pouca energia activa, tendo em mente quão perto eles vão estar ao pé de si enquanto dorme. Arrumar edredões ou têxteis de outra estação é o ideal visto que são elementos grandes que ocupam muito espaço e não materializam uma miríade de pequenas informações que distraem. 

Quanto ao armário, a roupa lá guardada deve estar limpa, passada a ferro e arrumada de forma organizada. Livre-se daquilo que já não usa ou de roupas que lhe trazem más memórias. De acordo com as premissas do Feng Shui, as roupas, por terem sido usadas na rua contêm energia residual muito activa.

Se pretender decorar o seu quarto de acordo com os princípios do Feng Shui, certifique-se de que guarda apenas aquilo de que precisa, que a maior parte dos objectos estão resguardados em armários com portas e que, à vista, estão apenas elementos leves – em peso e em atributos estéticos.

Plantas no quarto

Apartamento Saldanha_Reabilitação Arquitectura + Design Interiores: Quartos ecléticos por Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores
Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores

Apartamento Saldanha_Reabilitação Arquitectura + Design Interiores

Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores

Plantas no quarto? A resposta é simples: não. As plantas têm uma energia vibrante de crescimento e movimento – energia yang – que não é a energia Feng Shui recomendada para esta área da casa, mas sim para outras. As plantas libertam dióxido de carbono durante a noite e, ainda que não seja numa quantidade avassaladora, não é recomendável tê-las dentro do quarto. 

No entanto, não tem que levar esta informação ao extremo. Uma pequena planta num grande quarto não perturbará o ciclo de boa energia. Durma em paz e note que esta regra só se aplica ao quarto. Noutras áreas da casa, as plantas são consideradas muito bom Feng Shui por colmatarem os níveis de poluição.

As cores certas

As cores podem emanar energia yin ou yang chi. A primeira é a energia feminina e a segunda a masculina. O ideal é criar um equilíbrio entre ambas. Ainda assim, alguns praticantes de Feng Shui acreditam que o quarto deve ter mais energia yin do que yang chi para convidar ao descanso. A energia yin, ligada à mulher, é associada ao amor, cuidado e tranquilidade. Já a segunda é uma energia mais enérgica e excitante.

Para que tenha alguma ideia, deixamos-lhe aqui algumas cores e respectivos significados de acordo com o Feng Shui. O preto, o azul, o azul petróleo e o cinzento comunicam uma energia pacífica propícia ao descanso; o castanho é a cor da energia da terra; o verde é a cor da frescura, da vida e da renovação; o amarelo é a cor do sol, vibrante e alegre; o roxo e o vermelho são as cores da sensualidade, da força e da paixão; o cor-de-rosa, o cor-de-laranja e o tom pêssego são as cores da criatividade; o branco, o dourado e o malva difundem amor; o prateado e o acobreado são cores activas, boas para casais que estão a tentar ter filhos.

O propósito do Feng Shui nos quartos é promover uma boa circulação de energia para um sono tranquilo, e para uma vida romântica saudável. As cores mais utilizadas vão desde o pálido branco ao rico castanho chocolate. Todas as cores entre este leque funcionarão bem no seu quarto.

Cantos e esquinas

Certifique-se de que não tem ângulos pontiagudos a apontar na sua direcção enquanto dorme. A esta energia chamamos de “Sha Chi”. É uma energia que “ataca” e provém dos ângulos compostos pelas paredes ou pelas esquinas pontiagudas dos móveis que estão perto de si enquanto dorme. Parece-nos uma lógica muito assertiva. Sentir-nos-emos, por certo, muito mais confortáveis com uma mesa de cabeceira redonda ou de esquinas arredondadas a ladear a cama. Não vá o diabo tecê-las! 

Espelhos sim, mas não em frente à cama

O Feng Shui desaprova a colocação de um espelho em frente à cama. O seu reflexo no espelho durante a noite, com as sombras e as luzes difusas, pode assustá-lo e deixá-lo desassossegado para adormecer. Um espelho em frente à cama esgota a sua energia pessoal quando o seu corpo mais precisa dela visto que está a fazer um trabalho de reparo. Para além disso, é visto como forma de trazer uma terceira energia para o seu relacionamento íntimo.

Isto significa que não pode ter um espelho no quarto? Não. Pode, mas posicione-o noutro local. Se os seus armários são espelhados, então tape-os durante a noite com um lençol ou cortina e retire estes elementos durante o dia para usufruir das vantagens que os espelho têm. Pode, também, pura e simplesmente, remover os espelhos e colocar novas portas no seu roupeiro. Esta solução não é, porém, a mais indicada para quem está a arrendar uma casa.

Os espelhos grandes também não são recomendados para o quarto. Está-lhes inerente o elemento de água que atrai/cria uma energia de sofrimento/dor. Se decorar com espelhos no quarto, certifique-se de que não reflectem a cama de frente e que têm proporções mais pequenas. 

Já conhecia as premissas desta filosofia chinesa? Aplica-a em sua casa? Ficou convencido ou nem por isso?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!