A cor ideal para cada espaço

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

As cores são um dos principais veículos para nos despertar sensações. Cores claras sugerem-nos uma envolvência tranquila, os tons escuros são misteriosos e dramáticos e os vibrantes trazem alegria ao ambiente. Há tantas opções que é difícil saber qual se adequa melhor a cada parte da casa. No artigo de hoje, deixamos-lhe alguns palpites, cientes de que a tipologia e decoração existentes em sua casa podem não se coadunar com as nossas ideias. Cada espaço é um espaço e é difícil encontrar certezas absolutas em relação a este assunto. No entanto, podemos sempre ter em conta algumas referências antes de pintar as paredes lá de casa. Antes de tomar uma decisão definitiva, experimente as cores na parede porque o que vemos no catálogo pode não ser bem aquilo de que estávamos à espera. 

É errada a ideia de que, através da cor, procuramos sempre mais amplitude. Numa sala demasiado grande e com tectos altos, podemos querer precisamente o contrário e torná-la mais fechada e acolhedora. Acima de tudo, a cor da nossa casa deve reflectir a nossa personalidade e estado de espírito. O que quer ver antes de dormir? Que cor quer que o receba no hall de entrada? E na sala de estar onde vai passar tanto tempo e receber os seus amigos? 

Leia o nosso texto e tire algumas conclusões.  

Entrada

Moradia no Porto: Corredores e halls de entrada  por Vilaça Interiores
Vilaça Interiores

Moradia no Porto

Vilaça Interiores

A entrada é o primeiro espaço com o qual temos contacto ao chegar a uma casa. É ali que somos recebidos na casa do outros e é ali que recebemos na nossa própria casa. Assim, devemos ser precisos e criteriosos na escolha da paleta cromática a utilizar nesta zona porque, afinal de contas, é ela o nosso cartão de visita. 

Pode, por isso, optar por tons quentes que transmitam sensações de aconchego sendo os tons próximos do laranja e do vermelho ideais para o efeito. Ainda assim, evite tonalidades demasiado vibrantes e brilhantes e prefira vermelhos queimados ou laranjas pálidos tendo sempre o cuidado de criar equilíbrio no espaço e juntar-lhe cores neutras nos elementos decorativos ou no mobiliário. 

Se, pelo contrário, a sua intenção é dar ao seu espaço um sentido de amplitude, brilho e leveza, o branco e os cinzentos claros são uma boa opção. São cores que transmitem tranquilidade e propiciarão à sua entrada um ar elegante. 

Como é natural, não é obrigatório ficar pelas cores mais comuns e planas da paleta cromática. Se pretende ser irreverente e emprestar à sua entrada uma atmosfera jovial e descontraída, assuma cores mais vivas ou escolha um papel de parede interessante. 

Corredores

Torne o seu corredor mais misterioso, dramático, intimista e – por que não? - excitante. O corredor é o espaço ideal para se aventurar numa cor mais inusitada que contraste e se oponha ao que está a acontecer ao redor. Afinal de contas, é apenas uma zona de passagem por isso o risco de se cansar do tom escolhido para as paredes é menor. E, além disso, pintá-lo de branco pode lembrar um corredor institucional, frio e impessoal.

Um tom arenoso, chocolate ou cappuccino, por exemplo, a lembrar os luxuosos corredores georgianos pode ser interessante. Pode, igualmente, ponderar o azul – à semelhança da imagem -, o tom cinza gaivota, uma tonalidade entre o creme e o cinza ou até um cinza prateado com um acabamento ligeiramente brilhante. Uma paleta cromática mais pálida – rosa, azul ou verde pastel, amarelo amanteigado, entre outras – abre visualmente o espaço. Convém que estas cores tenham um subtom quente para contrariar uma eventual frieza.

Um papel de parede também pode resultar. Escolha-o sensatamente, não queremos o corredor florido da casa da avó. Todavia, um papel de parede com riscas ou um padrão discreto colocado acima de painéis brancos em madeira, por exemplo, deverá ter um resultado agradável. Em qualquer um dos casos, mantenha os tectos brancos.

Sala de estar

A escolha de cores depende de muitos factores: iluminação natural, iluminação artificial, direcção para que a casa está virada, tamanho do espaço ou mobiliário escolhido. Numa sala pequena, pinte tudo da mesma cor. Esbater fronteiras entre o tecto e as paredes cria a ilusão de maior espaço e profundidade. O branco é a cor mais utilizada. Sabemos que é um tom que cria a ilusão de amplitude, limpa o cérebro e faz-nos sentir mais leves. Já as cores escuras, conferem maior privacidade e elegância e o azul, azul petróleo e até mesmo o preto podem funcionar maravilhosamente numa sala de estar. Criam impacto e são sofisticadas. Combinadas com acessórios dourados e veludos vão parecer saídas do lounge do melhor hotel. Se a divisão for escura e virada para norte, opte por tons pálidos, areia, cappuccino, um cinza escandinavo ou um lavanda etéreo.

Escritório

Escritório Preto no Branco - Depois: Escritórios e Espaços de trabalho  por MUDA Home Design
MUDA Home Design

Escritório Preto no Branco – Depois

MUDA Home Design

O escritório é o espaço de trabalho e importa conhecermos a psicologia das cores quando se trata de estimular a nossa produtividade.

O branco, por exemplo, estimula a criatividade. Por ser uma cor luminosa, ajuda-nos a ver com maior clareza e a focar em coisas positivas.

Já o azul, transmite serenidade e calma. Ok, ok. Não é o melhor ambiente se queremos trabalhar. Mas(!), se sente que precisa de boa energia é uma cor a considerar. 

Passemos ao verde, a cor da natureza, a cor que reduz o stress. E há dias em que bem precisamos, não é? Pode, no entanto, ser uma cor de que rapidamente nos fartamos. Revista, então, apenas uma parede ou então escolhe uma tonalidade de verde muito pálida quase como se tivesse um bocadinho de natureza dentro de casa.

Vermelho. Ainda nos falta falar sobre o vermelho. Esqueça-o. É cor para colocar de parte no que ao escritório diz respeito. Diz quem sabe que o vermelho – ou encarnado para quem nos lê do sul! – conduz a ambiente hostil e ninguém quer partir o computador na parede quando ele decide dar erro! Quer dizer… agora pensando melhor…  

Cozinha

Cozinhas industriais por RestyleXL
RestyleXL

Reclaimed wood kitchen

RestyleXL

Farto do branco? Há opções. Embora o branco raramente nos falhe.  

As propostas que mais nos agradaram ultimamente são de cozinhas que misturam o cinza e o dourado. Este último, aparece apenas em alguns pormenores como a debruar os armários, nos acessórios, na ilha ou no exaustor.

Numa cozinha jovial e moderna, pode optar por uma cor “statement” como o vermelho ou azul eléctrico. Importa divertirmo-nos com a decoração. O verde sálvia também fica particularmente bem, sobretudo combinado com pedra e madeira, materiais plenos de rusticidade.

O preto tem vindo a aparecer amiúde. É um bom pano de fundo para os apetrechos de cozinha em metal. É uma cor sólida e “mandona”. Apreciamos-lhe a personalidade.

Quarto

O quarto é o nosso refúgio e lugar de descanso. Elementos como a luz, um bom colchão e as cores da parede são essenciais para boas noites de sono. Nos quartos, os decoradores de interiores tendem a concordar no uso de cores tranquilizadoras como tons terra nas suas mais diversas variações. Evite cores berrantes como o vermelho ou o amarelo. Por serem estimulantes, não propiciam a sensação de paz que procuramos no quarto. Porém, e se não se identifica com os tons terra que sugerimos, pode considerar as tonalidades em pêssego, coral, salmão ou rosa pálido. São cores que sugerem intimidade e unidade, ideais para um quarto de casal. 

Num quarto de criança, pode apostar numa cor mais viva e estimulante, mas faça-o com peso e medida e se a parede é colorida, escolha mobiliário simples e leve. No quarto de bebé, porém, deve também considerar tons neutros que deixem o bebé tranquilo e com uma sensação de segurança.

Casa de banho

Casa Mar - Avanca: Casas de banho modernas por a3mais
a3mais

Casa Mar – Avanca

a3mais

As casas de banho são divisões que tendem a ter pouca luz. Por que não encarar isso como uma oportunidade para apostar em tons mais dramáticos como o cinzento com uma base acastanhada que não só propicia aconchego, como também condiz com pedra ou superfícies em madeira. Evite, porém, cores demasiado escuras em casas de banho pequenas porque farão com que pareçam ainda mais exíguas. Num espaço que deve primar pela higiene, o branco é também uma boa opção uma vez que reflecte pureza e limpeza. Acrescente-lhe, no entanto, pormenores coloridos para criar um espaço mais agradável e menos frio.

Gostou das nossas sugestões? Tem cores preferidas ou preteridas? Deixe-nos a saber! 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!