Casas modernas por arketipo-taller de arquitectura

13 fachadas com garagens perfeitas para casas pequenas

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Quem tem um carro tem necessidade de garantir que ele fica seguro guardado numa garagem. Mesmo que haja espaço para estacionar na rua, há sempre alguma apreensão em fazê-lo não só por motivos de segurança, como também no que diz respeito à preservação da viatura. Num condomínio, este problema coloca-se menos vezes, pois os prédios modernos incluem, quase todos, garagem. Já numa moradia privada, a adição de uma garagem pode ser um desafio em termos práticos e estéticos. 

Quando tem um terreno amplo é fácil definir onde se pode incluir a garagem. Só tem que a ligar à estrada principal para para ter facilidade de acesso. Porém, quando o terreno é limitado em termos de espaço e a casa também não é grande, o projecto torna-se mais complicado. 

Neste livro de ideias, deixamos-lhe treze propostas de garagens incluídas em casas pequenas de diferentes formas. Veja a nossa selecção e inspire-se.

1. De dois pisos com uma garagem coberta e porta roll-up

Casas minimalistas por arQing
arQing

E2 Facade

arQing

Esta garagem é abarcada pelo segundo andar da casa. A porta roll-up é funcional pois não ocupa nenhum espaço lateralmente aquando da entrada dos carros e, quando baixa, a sua espessura é mínima pelo que não ocupa espaço entre o veículo e a porta já fechada. 

Neste sistema, existem várias opções, algumas com controlo remoto e outras que funcionam por aproximação. O controlo remoto é um bom sistema pois não o obriga a sair do carro para abrir a porta, o que é particularmente conveniente em dias chuvosos ou com neve ou à noite, para sua segurança. Para além disso, é um sistema moderno e pouco ruidoso. Consulte os distribuidores destes modelos de portas que lhe podem dar mais detalhes sobre o funcionamento, manutenção e durabilidade das mesmas. 

2. Estacionamento à frente sem tecto ou portas

Casas modernas por Arki3d

Nesta casa, vemos que a porta surge na parte lateral da fachada. Os carros situam-se ao lado da mesma, tendo-se deixado espaço para um caminho feito com blocos de pedra para melhor acesso. 

Esta solução dependerá do desenho interior da casa e da localização da porta num sítio específico da fachada. Realçamos que deve averiguar os regulamentos de construção da área onde vive para saber se pode deixar os carros à porta da casa. Neste caso, estão semi-cobertos pelo avançado do piso superior. Ainda que não seja a situação ideal, ficam semi-protegidos das condições climáticas mais adversas que podem queimar a pintura dos carros. 

3. Casa pequena com entrada pedonal

Na casa da fotografia vemos como estão diferenciadas a entrada principal da casa e a área da garagem. Trata-se de um desenho conveniente e de uma construção moderna que integra uma garagem com portas dobráveis e deslizantes. Esta área de estacionamento está coberta para maior resguardo e manutenção dos carros. No espaço definido podem caber dois carros estacionados já que não há colunas intermédias que impeçam que isso suceda. 

Nas medidas para esta garagem, deve-se ter em conta as dimensões das folhas das portas dobráveis. As medidas de comprimento para um estacionamento devem ser de 6 metros, no mínimo. Não se esqueça que, mesmo que agora tenha um carro pequeno, mais tarde pode vir a trocá-lo e a precisar de mais espaço. Por isso, tome as precauções necessárias. 

4. Uma fachada cega com espaço para garagem à frente

Outra solução é deixar um espaço livre na parte da frente da casa, seja ele coberto ou não. No caso do projecto da imagem, embora o carro fique a descoberto, o portão acaba por lhe trazer uma sensação de segurança, mais não seja pelo carro se encontrar dentro do mesmo espaço do que o proprietário. Na fotografia, podemos ainda realçar o detalhe do piso com blocos de cores diferentes propícios para o estacionamento. Se optar por esta alternativa, não se esqueça de calcular o espaço que as portas vão tomar ao abrir para fora. 

5. Com estacionamiento à frente e área verde

Casas modernas por Xome Arquitectos
Xome Arquitectos

FACHADA PRINCIPAL

Xome Arquitectos

Esta casa sobressai pela simetria com que se organizou o espaço de estacionamento e a entrada. A porta surge ao centro ladeada por duas parcelas de jardim protegidas com blocos cinzentos para que os carros fiquem estacionados sem danificar a relva. É, sem dúvida, um projecto bem conseguido, quer em termos de funcionalidade, como no que diz respeito à parte estética. 

6. Uma fachada moderna com garagem coberta e portas que abrem de fora para dentro

Uma garagem deve ter portas a abrir para fora apenas se a sua casa for numa rua cega com pouco trânsito pedonal, pois ao abrir as portas para tirar o carro, interromperá o percurso das pessoas que circulam na rua, podendo até magoá-las. Esta condicionante deve ser tida em conta, pelo que importa tirar as medidas e as precauções necessárias consoante a localização da casa. 

7. Super moderna e que permite ver para o interior

A porta da garagem desta casa permite ver para o interior do espaço o que põe, de certa forma, em causa a segurança e a privacidade dos moradores. Contudo, em termos estéticos funciona muito bem, pois surge como uma alternativa mais delicada que se harmoniza com a fachada, sem pesar no conjunto. Para além disso, a geometria e sombras das ripas de madeira na horizontal criam um efeito interessante.

8. Garagem coberta sem portas

Esta é uma solução muito comum. Trata-se de uma garagem coberta que beneficia da existência de um segundo piso. Nesta garagem, os carros e as pessoas ficam resguardadas do mau tempo. Na parede ao fundo, vemos uma porta de serviço que comunica com a cozinha, ou seja, com o interior da casa, o que torna a ligação entre o carro e a casa muito facilitada. Repare, no entanto, que esta garagem não dá directamente para a rua principal. Há um jardim intermédio. 

9. Garagem e entrada principal com tecto comum

Casas modernas por homify

Esta opção é muito prática pois a entrada e a garagem partilham a mesma cobertura. Sob essa cobertura, deve ter um caminho de pelo menos um metro de largura – para uma pessoa – em direcção à entrada da casa e dois metros e meio de largura para a área do carro. 

Estas medidas são as medidas mínimas se não tem nenhuma condicionante – como uma coluna – que interfira com o estacionamento e com a entrada da casa. Idealmente, a entrada deveria ter um metro e vinte de largura para permitir a duas pessoas circular em simultâneo. Use pisos diferentes para distinguir a zona da entrada da zona de garagem. Desta forma, diferencia os usos. 

10. Com uma porta totalmente fechada para o exterior

A porta da sua garagem pode ser totalmente fechada para o exterior, como esta que vemos na fotografia. Tudo depende do desenho e do estilo da sua casa. As duas portas – da garagem – podem não ser exactamente iguais, mas devem ter características coincidentes para se manter a harmonia na fachada. Cada parte da casa tem o seu papel no conjunto pelo que não é indissolúvel em termos estéticos. Tenha, assim, presente o estilo da sua casa e a paisagem da região para escolher as portas.

11. Plano de casa com garagem

Quase a terminar, mostramos-lhe o plano de uma casa pequena no qual se pode ver como a entrada e a área de estacionar o carro partilham exactamente o mesmo espaço. O plano diz tudo: as dimensões são mínimas, mas tudo liga e funciona. Como vê, a garagem não está coberta, nem tem portas, mas sim – e apenas – o espaço para que o carro caiba. 

Quer ver este projecto de frente?

12. A fachada da casa anterior

Na imagem anterior, víamos o projecto da casa. Aqui, vemo-la de frente e conseguimos perceber melhor como funciona. Na fotografia prévia, parecia que a zona de estacionamento era apertada e que existia uma sala ao lado da entrada. Contudo, estávamos a ver o segundo piso e, na verdade, a casa em espaço para mais um carro. A área, à semelhança de outras que vimos anteriormente, é semi-coberta.

13. Uma fachada compacta, mas com espaço para o carro

Terminamos o nosso livro de ideias com uma casa que se desenvolve mais em altura do que em largura. Ainda que compacta, o projecto contemplou espaço para o estacionamento de um veículo, mas no exterior e não numa garagem coberta. E o que tem de diferente este espaço em relação a outros que vimos anteriormente? Como a frente da casa é pequena, deu-se a este espaço dois usos: a entrada pedonal da casa e o estacionamento da casa. Na fachada, vê o espaço entre a casa e onde termina o seu terreno estreito. Não se podendo ter uma garagem coberta, esta é uma boa opção.

Modernas e funcionais. De qual destas soluções mais gostou?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!