O que não pode faltar na decoração de quarto de crianças

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Decorar o quarto de uma criança é um desafio e há várias coisas a ter em conta antes de pormos mãos à obra. A primeira, e possivelmente a mais importante, é sabermos interpretar a personalidade da criança a quem o quarto se destina. É lá que ela vai passar grande parte do tempo a brincar e a descansar pelo que é impreterível que tenha uma palavra a dizer na hora de escolher os acessórios e o mobiliário. Porém, e como é natural, os pais também têm que se identificar com esta divisão e importa não ser totalmente desfasada em relação às restantes áreas da casa. Há, assim, que encontrar um meio termo entre as vontades. 

Antes de começar a comprar desenfreadamente, faça um plano. Escolha uma paleta cromática, pense se quer que o quarto tenha um determinado tema ou, se por outro lado, prefere apostar num pano de fundo mais neutro e adaptável ao crescimento do seu filho e estabeleça um orçamento. As crianças crescem e, ainda que lhes queiramos proporcionar o melhor dos mundos, sejamos sensatos e não cedamos a impulsos. Avalie as suas hipóteses, compare preços, invista em materiais resistentes e sem acabamentos com produtos tóxicos e lembre-se que as crianças precisam de cor, de um ambiente estimulante e, acima de tudo, de uma envolvência que as apazigue e as faça sentir seguras. 

No artigo de hoje, deixamos-lhe algumas sugestões chave que deve esmiuçar se vai decorar o quarto do seu pequenote ou alterar a decoração existente. 

A cor das paredes

Há um manancial de teorias no que diz respeito a escolher a cor ideal para um quarto de bebé ou criança. Há os pais que abraçam esta fase em pleno e revestem as paredes de cores vibrantes ou desenhos divertidos. Outros há que, a pensar no futuro, mantêm as paredes do quarto numa cor simples e neutra que acompanhe o crescimento da criança e se adapte a outros estilos decorativos, permitindo maior liberdade criativa no futuro.

Estamos, assim, inclinados a acreditar que não há uma regra universal sobre o assunto e, em boa verdade, vai muito depender da sua perspectiva sobre o assunto: a que grupo de pais pertence? Dispõe de possibilidades financeiras para alterar a decoração daqui a alguns anos? E – também importa – o que tem o seu filho a dizer sobre isso? Não será boa ideia deixá-lo escolher ou acaba com o canal Panda pintado na parede, mas, peça-lhe uma opinião e encontre um meio termo. Saberá, melhor que ninguém, interpretar a personalidade do seu filho e escolher uma cor que com ele se identifique. 

Se vai decorar um quarto de bebé, prefira um tom que espelhe o seu gosto. Afinal de contas, vai lá passar muitas horas a cuidar do pequenino aí de casa. Um bebé precisa de uma atmosfera tranquila, aconchegada e que o faça sentir protegido. Por esse motivo, opte por tons claros ou pastel. Estes tons transitam facilmente para um quarto de criança mais crescida. Para além disso, constituem um bom pano de fundo para brincar com a decoração. Se, por outro lado, escolher tons vibrantes, mantenha o mobiliário simples. Já sabe o que lhe dizemos sempre, não sabe? Menos é mais.

Por fim, pode ainda optar por papel de parede. O papel de parede tem o poder de criar mundos e fantasias que estimulam os sentidos e a personalidade por natureza vivaz das crianças.

A cama perfeita

Quarto de crianças  por De Kleine Generatie
De Kleine Generatie

Hippe jongens kamer van Done by Deer

De Kleine Generatie

Tal como na questão das cores, também a escolha de uma cama para criança pode ser pensada a curto ou a longo prazo. Há camas temáticas a imitar casas da árvore, barcos, carros ou com escorregas. Mas há, igualmente, camas mais simples e versáteis que podem acompanhar o seu filho enquanto cresce. Se optar pelas últimas, aposte nos têxteis para lhe propiciar mais cor e diversão. O seu filho está na idade de sonhar!

O que realmente importa é que a cama seja confortável para garantir boas noites de descanso. Noites bem dormidas são fulcrais para o desenvolvimento físico e mental da criança. Tenha, também, em conta a resistência e a qualidade dos materiais para diminuir o risco de acidentes.

A cama que lhe mostramos na imagem, proposta da marca holandesa De Kleine Generatie, consubstancia o melhor dos dois mundos. Tem um dossel em madeira a formar uma “alegre casinha”. No entanto, é fácil adaptá-la a uma criança ou a um jovem. Bastaria retirar a parte alusiva ao telhado.

Arrumação inteligente

Visitemos um lugar comum: arrumação no quarto de uma criança nunca é demais. Há que haver espaço para as roupas, os acessórios, os têxteis de cama, entre outras coisas. Um mundo e outro. Essa é que é essa. Assim sendo, não se intimide e coloque prateleiras a toda a altura, tal como a imagem lhe mostra. Como se trata de um quarto de criança, opte por tons coloridos e escolha uma gaveta de cada cor ou puxadores com desenhos apelativos. Há uma panóplia de opções nas mais variadas lojas.

Outro ponto estratégico para integrar arrumação é a cama. As camas com gavetões ou com um “saiote” são perfeitas para arrumar objectos que não quer deixar à vista. Um baú é, igualmente, uma forma fácil para armazenar os pertences do seu filho. Para além disso, quando fechado, pode servir como assento. Fica especialmente bem aos pés da cama ou sob a janela.

Os brinquedos devem estar, preferencialmente, em compartimentos abertos, sobretudo quando as crianças são mais pequenas. Desta forma, conseguem aceder-lhes mais facilmente. Cestos ou caixotes de plástico – de preferência com rodinhas – são pouco dispendiosos e práticos. Escolha tudo dentro do mesmo estilo, mesmo que com cores diferentes. A homogeneidade ajuda a que tudo pareça mais organizado. 

Por fim, suspenda ganchos para casacos e mochilas ao alcance do seu filho para lhe dar maior independência na hora de se vestir.

Detalhes personalizados

A beleza da decoração reside nos detalhes. Há mobiliário indispensável que todos temos em casa, mas são os pormenores que desvendam quem somos e do que gostamos. No quarto de uma criança, pode divertir-se e arriscar mais na hora de decorar. 

Escolha ornamentos apelativos que cativem o seu filho e lhe estimulem os sentidos. Grinaldas com bandeiras, faixas de luz, papéis de parede, frases ou desenhos em stencil, desenhos da escola emoldurados, brincadeiras gráficas com o nome ou luzes de presença em forma de bonecos. Estas são algumas das opções. Inspire-se na imagem que lhe deixamos deste quarto de bebé enternecedor decorado pelos portugueses MYAH – Make Yourself at Home.

Quadros e fotografias

Está na hora de tirar os desenhos dos seus filhos do frigorífico e dar-lhes uma moldura digna do pequeno Picasso aí de casa. Não deixe as paredes do quarto despidas. Revista-as com desenhos feitos por eles, outros comprados e muitas fotografias dos melhores momentos. Compre uma moldura clássica para elevar os desenhos a pequenas obras de arte! É um contraste que não deixará ninguém indiferente. 

Um quarto cheio de arte, nas suas diversas formas, molda a personalidade e inspira a criatividade por isso, não se acanhe e faça composições bonitas nas suas paredes. Pode, também, pendurá-los num fio, com molas, como se de um estendal de roupa se tratasse. O efeito é original e divertido.

O seu filho fez um desenho na parede? Por que não comprar uma moldura e colocá-la na parede a encaixilhar esse desenho? É, sem dúvida, uma solução mais divertida e menos trabalhosa do que passar a vida a pintar o quarto.

Acessórios estimulantes

Quartos de criança escandinavos por ARCHISSIMA
ARCHISSIMA

Pokój dziecięcy

ARCHISSIMA

Vivemos na era das tecnologias e, infelizmente, tendemos a ser demasiado permissivos no que diz respeito a facilitar o acesso das crianças às mesmas. Estudos científicos já vieram comprovar que os videojogos, a internet e a televisão pouco fazem pelo desenvolvimento criativo e intelectual dos mais novos.

Desligue os fios da tomada e leve os seus filhos para longe dos ecrãs. Encha o quarto de pormenores que proporcionem experiência auditivas, tácteis e visuais que façam deles pessoas inquisitivas. Deixamos-lhe algumas ideias: 

- use cor e padrões com motivos apelativos (tapetes interactivos, papéis de parede, almofadas com formatos diversos); 

- adquira uma tenda e organize festas de pijama para os amigos do seu filho. Vão adorar brincar aos cowboys ou aos índios! Encha a tenda com almofadas e mantas fofas para que fiquem confortavelmente instalados. É possível que também se queira juntar à brincadeira! 

- ofereça-lhe um cavalete e tintas para dar asas aos momentos mais inspirados. Uma mesa para trabalhos manuais também é sempre um sucesso! 

- determine uma área com uma prateleira só para jogos como caixas de experiências, jogos didácticos sobre o corpo humano, entre outros;

- pondere, também, arranjar um cantinho de leitura com livros arrumados em prateleiras coloridas, puffs confortáveis ou cadeiras em baloiço. Neste recanto, pode acrescentar uma mesa para os trabalhos de casa. Não se esqueça de um ou mais pontos de luz. 

Vai adoptar alguma destas ideias para o quarto do seu filho? Comente por baixo deste artigo e diga-nos se gostou das nossas sugestões. 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!