Natal em Espanha – Costumes e tradições

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Aproveite o domingo e leia este artigo até ao fim. Hoje o País escolhido é o dos nossos vizinhos espanhóis. 

Estamos quase novamente no Natal. Parece impossível, ainda não foi há muito tempo que andávamos de mangas curtas, mas é verdade, o frio e o Natal estão aí! Em Espanha percebe-se que o Natal chegou quando aparecem as decoração nas ruas e se vêem os anúncios de brinquedos para crianças e marisco na televisão. Os espanhóis, independentemente se gostam muito do Natal se não, todos se emocionam seguramente quando vêem o anúncio do El Almendro (é uma espécie de torrão doce com frutos secos no interior, típico desta altura do ano) na televisão. Todos sorriem quando se apercebem das crianças a falarem emocionadas sobre o que este ano irão receber de presente no dia de Reis (6 de Janeiro).

Natal em Espanha não é branco (com neve) como dizem os cânticos de Natal, mas é cheio de luzes e enfeites coloridos. Calma e serenidade não são adjectivos bons para os qualificar.  Eles sentem-se rodeados de emoção e evitam falar sobre política e economia durante o jantar. Apenas querem desfrutar o momento cheios de alegria. 

Nós, em nome da homify, não poderíamos resistir a falar sobre tradições e costumes de mais um país.  Hoje vamos registar de modo geral as tradições mais usadas em Espanha.

EL GORDO

Se há algo que dá o sinal de partida para o Natal, é o aparecimento del Gordo, como quem diz, do Pai Natal. 

Não importa que as cidades Espanholas levem semanas a ficarem Iluminadas, que as lojas de música só passem músicas natalícias e que até em casa se ouça um hit de Natal. Em Espanha o Natal não começa oficialmente antes de 22 de Dezembro. Nesta altura os milhões de espanhóis deslocam-se às grandes áreas comerciais para fazerem as suas compras. 

Estas tradições remontam à volta do ano de 1812, nas Cortes de Cádiz, onde o objectivo era simplesmente o de aumentar a receita proveniente de fundos públicos sem que isso significasse um aumento de impostos em geral. 

Jogar com a  ilusão saiu rentável ao estado e também aos milhares de pessoas que a cada ano conseguem um bom ordenado. Mas sim, a maioria dos Espanhóis contenta-se apenas com a alegria de ver as imagens na televisão e deseja poder ter mais sorte na próximo ano.

4 estrelas

Sala de jantar  por gabel

Os jantares de Natal começam. Desde os das empresas a jantares de amigos. Uma verdadeira maratona de refeições pesadas e doces a mais. Onde quer que vá alguém lhe irá oferecer marzipan (pequenos doces coloridos feitos de massa pão),  um pedaço de nougat  e por muito que diga que não pode comer mais, vai acabar com um polvorón (doce feito de manteiga, açúcar, amêndoas e canela) na boca e outro no bolso para comer mais tarde. Eles são gulosos e não conseguem resistir a estes doces característicos da época.

A loucura da culinária de Natal é inigualável por qualquer outro evento do ano. Na lista de resoluções para o próximo ano tem sempre em primeiro lugar a inscrição num ginásio. Presunto de Natal, queijos, marisco, patês e filetes de peixe são os pratos que podem muito bem constar na ceia de Natal e Ano Novo espanhóis. Eles celebram por estarem juntos e por terem passado mais um ano na presença uns dos outros. 4 estrelas podia ser o nome dado às refeições festivas dos espanhóis, pois estão sempre munidos de boa comida e as cozinhas de cada casa parecem-se quase com verdadeiros restaurantes.

Agora é possível que estejam a salivar mais um bomba calórica..e longinquamente a pensar com o 7 de Janeiro para entrarem com a dieta de alface e saladas.

O virar do ano

  por The White Company
The White Company

Christmas Range

The White Company

Fim de ano é uma noite especial que é sempre apresentada de forma super glamurosa. A presença de pérolas e as bolhas no champanhe ditam que mais um ano passou e está-se quase com um pé no ano novo. Eles aproveitam tanto que o mais normal é começarem o ano com dor de cabeça.  Talvez seja um clássico lá e em qualquer lado do mundo.

Mas o que eles têm realmente como tradição é comerem as 12 passas. Um costume espanhol, dita que a origem é obscura, mas aponta para um excedente de uvas no início do século XX. Assim apareceu a tradição de comerem 12 passas na virada do ano, um para cada mês. Seja ou não a origem desta tradição, o facto é que durante os primeiros segundos de um novo ano eles pedem desejos em silêncio.

Um momento solene e emocionante que termina com uma explosão de alegria, beijos, abraços e um unânime Feliz Ano Novo em uníssono.

Os Reis Magos

  por The White Company
The White Company

Christmas Range

The White Company

Enquanto que no resto da Europa, por norma começam as desligar as luzes natalícias logo depois do dia de Natal, em Espanha ainda estão no meio das férias. O dia de Reis é uma das tradições mais antigas de Espanha e também uma das mais suaves, especialmente se existem crianças à volta. Ir para uma cavalgada de Reyes, daqueles que acontecem em cada cidade espanhola na noite de 5 de Janeiro é uma actividade de risco que tem pouco a ver com ternura. 

Mas e se os seu avós com coragem estivessem dispostos a matar, se necessário, por um par de doces para os seus netos?

Antes da tradição do Pai Natal eram os Reis Magos que traziam as prendas. Naquela noite (5 de Janeiro) os Reis Magos:  Belchior, Gaspar e Baltasar vinham do Oriente, montados nos seus camelos e traziam presentes. Eles enchiam os sapatos das crianças de presente se estas se tivessem portado bem durante o ano. Se tivessem sido mal comportadas, eles colocavam carvão, mas isso nunca acontecia. E se acontecesse era um doce carvão e era distribuído a todas as crianças da família.

Assim, enquanto os adultos se mantinham entretidos a comer bolo rei, os pequenos brincavam sem parar com os novos brinquedos. Preparando-se para dizer adeus ao ano velho e olá ao novo.

Sabe de que País falaremos num próximo artigo?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!