Jardins modernos por Felipe Bueno Arquitetura

Casa com fachada discreta exibe surpresa

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

A habitação RMJ foi projectada no ano de 2012 por Felipe Bueno Arquitetura, está localizada em Minas Gerais, no Brasil. Apresenta uma volumetria simples e uma implantação cuidada que procurou conciliar as características naturais do terreno e da árvore existente no lote, para conceber um projecto integrado aos espaços verdes externos, com os quais seus ambientes se relacionam. 

Confirme a seguir nas imagens todos os detalhes deste projecto de casa de um só piso que reinterpreta a tradição dos pátios internos da arquitectura tradicional brasileira e integra os moradores em ambientes agradáveis integrando-os em jardins externos.

Fachada principal

A fachada principal é marcada por linhas rectas e por uma imensa parede revestida em madeira e pelo recuo criado na mesma, para acomodar a árvore que já existia no terreno. 

Devido às condições naturais do terreno, como um desnível de quatro metros, a casa RMJ apresenta dois níveis. No nível inferior, estão situados os espaços de serviço, como garagem, lavandaria e dispensa, e no piso superior os espaços sociais, íntimos e de lazer.

Acesso principal

A árvore marca o acesso principal além de fornecer sombra ao edifício. Dá também identidade ao projecto marcado pela integração com as áreas externas. O lado oposto da imensa parede revestida a madeira esconde o jardim vertical, tendo sido criado para optimizar a ventilação e iluminação natural. Garante assim também maior privacidade aos moradores e claro, também um maior contacto com natureza. O jardim vertical parece expandir-se desde o jardim externo até aos ambientes internos.

Organização espacial

A planta do pavimento superior da habitação abriga a maior parte dos espaços e possui um formato em U. E apenas um pequeno recuo na frente do edifício causa esta diferença devido a uma árvore pré existente que se quis preservar.

Portanto, de modo geral a habitação divide-se em dois blocos, um social e um privado. Esta organização espacial possibilitou a criação de um pátio interno que serve de área de lazer e de jardim.

A sala de jantar

De modo geral, em todas as superfícies dos ambientes internos o branco é a cor que predomina reflectindo-se numa estética depurada e minimalista. 

Os ambientes integram-se com os jardins externos e deixam estes serem os protagonistas. Neste exemplo, a sala de jantar integra-se ao pátio interior através de generosas janelas. 

Home-office

O home-office possui uma bancada em madeira lacada a branco orientada para o jardim vertical. Esta solução garante melhor aproveitamento da luz natural e torna o ambiente mais agradável.

Casa de banho

Assim como o home-office, a casa de banho aproveita-se da presença da natureza do jardim vertical criado no plano oposto da fachada principal e abre-se para ele. O resultado é um ambiente sóbrio, bem iluminado e ventilado.

Adoramos o lado ornamental conseguido pela natureza exuberante. 

Suite principal

Os quartos situados no volume oposto também tiram proveito do recuo do limite lateral do terreno para criar um corredor verde e mais íntimo. Este permite que os moradores abram totalmente as janelas optimizando a ventilação e a iluminação natural sem o inconveniente e prejuízo de privacidade.

Além disto, os quartos também se abrem para o pátio e jardins internos por meio de grandes portas de madeira de correr.

Piscina e deck de madeira

Uma das principais atracções da habitação é o pátio interno, além de fornecer as condições para o melhor aproveitamento da ventilação e iluminação natural dos interiores, serve ainda de área de lazer. O espaço dispõem de uma piscina, de um deck em madeira, de árvores e está integrado ao jardim e a todos ambientes da casa.

Varanda e jardim

Além do jardim frontal e do muro verde, a organização da habitação permitiu ainda a criação de uma jardim na parte posterior do terreno, que se integra directamente o espaço lounge – uma área de descanso e lazer para receber amigos e familiares. 

Diferentemente dos ambientes internos, de superfícies brancas, na varanda predominam as superfícies em cimento, realçando o contraste com o colorido e a exuberância do jardim.

Este tipo de construção cativa-o?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!