Casa de Sá: um projecto de reabilitação único!

Catarina Rodrigues – Homify Catarina Rodrigues – Homify
Google+
Loading admin actions …

Foi em Aveiro que fomos encontrar a Casa de Sá. Uma habitação uni-familiar reabilitada pelos arquitectos portugueses Atelier, Sónia Cruz – Arquitectura Lda.

O atelier Sónia Lopes da Cruz – Arquitectura Lda, conta já com mais de 14 anos de experiência na área da arquitectura e do design. Ao trabalhar com as mais diversas áreas pertencentes ao domínio arquitectónico este atelier demonstra a sua paixão pela arquitectura em todas as fases do projecto, desde a sua concepção à sua construção. Este atelier integra uma equipa dinâmica e activa que ao procurar respostas distintas face aos mais variados tipo de desafios, acaba por criar soluções alternativas com preocupações sustentáveis que vão ao encontro da vontade específica de cada cliente.

O projecto que originou a habitação que hoje aqui lhe mostramos foi o resultado de uma intervenção de carácter reabilitativo. Se tem curiosidade para conhecer o resultado final deste projecto realizado no ano de 2014, continue connosco!

Uma fachada tradicional

À primeira vista a fachada pode parecer puramente tradicional, a verdade é que conseguimos detectar que esta já foi reabilitada quer seja através da cobertura, das janelas ou até de alguns pequenos detalhes como a porta ou os portões eléctricos. 

Vista da rua a casa é discreta e a sensação que transmite é de pertença, como se sempre ali tivesse estado, e de facto esteve. Em qualquer projecto de reabilitação a memória é um dos factores mais relevantes por enfatizar a importância do contexto histórico na cidade e para que não se percam as suas raízes. 

Vamos então descobrir mais sobre esta habitação.

Pormenores da fachada

Ainda na fachada principal podemos observar como os diferentes elementos se complementam. O antigo e o novo coexistem entre si criando uma grande dinâmica visual, constituída a partir de formas e texturas distintas.

Adoramos pequenos detalhes pois são eles que caracterizam e conferem alma e carisma a cada projecto, quer seja de arquitectura ou design! É obcecado por detalhes? Então verifique neste livro de ideias os mais fantásticos detalhes que nos fazem suspirar!

O jardim

Ao passarmos para o jardim que se localiza no lado oposto à fachada principal, que acabámos de observar, a sensação é de espanto pois este lugar apresenta um estilo completamente moderno que em nada interfere com a fachada tradicional. 

Esta atitude permitiu a criação de um ambiente assumidamente moderno, embora com traços e marcas que nos remetem para o tradicional, como é o caso dos vãos verticais e simétricos no piso superior, que procuram resgatar a mesma forma dos vãos presentes na fachada principal.

É para este jardim que a casa se abre. Este gesto permite que a iluminação natural banhe os espaços interiores da habitação oferecendo também uma ventilação adequada aos mesmos.

Interiores minimalistas

O minimalismo foi uma das abordagens escolhidas para caracterizar o interior desta habitação. O material que serviu de suporte foi a madeira. Este material permite criar ambientes modernos e simples que se adequam aos tempos. Isto é, a madeira é um material intemporal que permite intervenções que se expandem para lá do próprio tempo e espaço, sobrevivendo a todas as épocas e modas.

A peça que mais se destaca é sem dúvida a escadaria em madeira. A sua construção e design criam uma sensação de flutuação no ambiente. A guarda dilui-se no espaço através da sua materialidade translúcida cumprindo, no entanto, a sua função principal, que é a segurança.

Cobertura

Outro detalhe interessante deste projecto foi a reabilitação das águas furtadas da habitação. Este método consiste num revestimento com placas de zinco. A utilização de revestimentos em zinco é uma solução frequentemente utilizada em obras de reabilitação de coberturas. 

O sistema construtivo consiste numa base (geralmente é uma placa de OSB ou contraplacado marítimo) que assenta sobre a estrutura servindo assim de suporte às restantes camadas que se seguirão; de seguida surge o isolamento térmico, sendo este de extrema relevância no desempenho térmico dos espaços interiores; de seguida uma camada de ventilação, consistindo esta uma numa lâmina drenante que permite a ventilação e drenagem de condensações, e actua ainda a nível acústico; e por fim o revestimento final em zinco que possui um leque variado de opções, nomeadamente cor e espessura.

Pormenores únicos

Uma vez mais ressaltamos a importância do detalhe no projecto arquitectónico. É ele que confere credibilidade a qualquer projecto, emocionando e alertando os usuários para a relevância das competências artísticas e técnicas em qualquer intervenção. 

O pormenor das peças de ferro forjado cuidadosamente dispostas numa parede exterior retomam a questão da memória remetendo-nos para as origens antigas do lugar. Ao mesmo tempo, o facto da sua disposição e uso ser completamente distinta, do que estamos habituados,  reforça a importância da adequação dos espaços para usos futuros, assumindo a mudança e enfatizando a sua distinção. Este é um acto indispensável no que toca à reabilitação, impedindo que estas intervenções se tornem em meros revivalismos ou cópias do passado.

Concorda com estas atitudes contemporâneas que visam a preservação da memória? Diga-nos a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!