Celebração dos 25 anos da queda do Muro de Berlim

Rita Gouveia (homify) Rita Gouveia (homify)
Google+
Loading admin actions …

Este fim de semana marca o aniversário da queda do Muro de Berlim. São 25 anos que distanciam a actualidade deste momento histórico acontecido, na noite de 09 para 10 de Novembro de 1989.  Milhares de berlinenses afluíram ao local e derrubaram aquela barreira que separou a cidade por mais de 30 anos, e transformaram aquele momento na   celebração conhecida pelos alemães como Die Wende – a mudança. Esse acontecimento resultou de meses de agitação política e de protestos populares que levaram à queda do Bloco de Leste. O Muro de Berlim tinha-se tornado de facto num poderoso símbolo da divisão do mundo ocidental durante a Guerra Fria, entre o regime comunista e o bloco não-comunista, liderado pelos Estados Unidos. A sua queda marcou não só a reunificação da Alemanha tal como a conhecemos hoje, mas também a transição para uma nova era política, económica e social.

Para comemorar o vigésimo quinto aniversário deste marco, a cidade de Berlim, em colaboração com o Kulturprojekte Berlim e Robert Havemann Society organiza uma série de actividades que giram em torno de uma grande intervenção artística urbana: LICHTGRENZE, que poderia ser traduzida para o português como fronteira de luz

Venha connosco descobrir o programa completo desta celebração, não estivéssemos nós sediados na actual capital alemã… !

O projecto

  por homify

© Kulturprojekte Berlin_WHITEvoid / Christopher Bauder, Photo: Daniel Büche

Este fim-de-semana, entre o dia 7 e o dia 9 de Novembro, durante um período que durará dois dias e duas noites, Berlim será inundada em pontos estratégicos da sua geografia, por uma instalação artística que visa assinalar a edificação e consequente queda do Muro de Berlim. Milhares de balões brancos e luminosos serão instalados na cidade, nos lugares onde originalmente passava o muro, criando uma intervenção artística de mais de 15 quilómetros de comprimento. Uma instalação pensada pela dupla de artistas Christopher e Marc Bauden em parceria com WHITEvoid e baudenfilm e, apoiada por Kulturprojekte Berlin. O projecto destina-se assim a ser uma reconstrução poética e temporária da estrutura original, lembrando a brutalidade do muro. Os milhares de visitantes esperados poderão assim reviver o espaço e o momento histórico história alemã e Ocidental. O projecto também é uma homenagem à coragem do povo da Alemanha Oriental, que se rebelou contra a ditadura do seu tempo e, que muitos descreveram mais tarde como tendo sido a manifestação mais pacífica da época moderna.

  por homify

© Kulturprojekte Berlin_WHITEvoid / Christopher Bauder, Photo: Daniel Büche

Ao longo da LICHTGRENZE também irão decorrer eventos ocasionais e estrategicamente localizados. Dessa forma poderá visitar a exposição itinerante One Hundred Wall stories, que a cada 150 metros do percurso apresentará fotos e factos sobre a história de uma centena de berlinenses. Além disso, o filme Walls Pieces, uma colagem de filmes de arquivo, dirigido por Marc Bauder, será projectado nos public spots. Finalmente, um festival de rua terá lugar no último dia de celebrações, incluindo a actuação de muitos músicos de onde se destacam Paul Kalkbrenner, Udo Lindenberg e Fantastischen Vier.

A história

  por homify

© Photo : Uwe Gerig

Detenha-se um momento para se lembrar brevemente dos factos e acontecimentos que envolveram o Muro de Berlim, a sua construção em 1961, a sua queda em 1989. No final da Segunda Guerra Mundial, a cidade de Berlim foi divididas entre os quatro países Aliados, a Rússia, os EUA, a França e o Reino Unido. Esta colaboração entre estas quatro nações foi curta. Desde 1948  que a União Soviética pôs fim às suas relações de cooperação com os seus homólogos ocidentais e, estabeleceu o que é conhecido hoje como o Bloqueio de Berlim, que isolou completamente Berlim oeste do resto da Alemanha Oriental. Esta divisão é reflectida ao longo dos anos seguintes, com a constituição da RDA sob ocupação soviética, e da Alemanha, que se tinha mantido fiel aos americanos, franceses e britânicos, até o início da construção do Muro, na noite de 12 de 13 de Agosto de 1961. Esta divisão militar,  que se desenvolvia ao longo de mais de 155 quilómetros, foi feita a partir da junção de dois muros em betão que isolavam uma terra de ninguém, pontilhada com torres de vigia, arame farpado, folhas de barreira e patrulha. Vinte e cinco pontos de passagem, rigorosamente controlados, permitiam um trânsito limitado entre as duas áreas da cidade, sendo o mais famoso o Checkpoint Charlie; restos que ainda podem ser vistos hoje em dia em Friedrichstrasse. Muitos tentaram na altura, mas sem sucesso, sair da zona soviética cruzando ilegalmente o muro durante os 30 anos de sua existência. As vítimas dessa opressão são homenageadas em diversos eventos comemorativos em Mauerpark e Checkpoint Charlie, entre outros.

O percurso

  por homify

© Kulturprojekte Berlin_2014 WEW FU Berlin IGB

A instalação LICHTGRENZE não pode naturalmente ocupar os 155 km sobre os quais originalmente se desenvolvia o muro, mas uma parte deles foram aqui reproduzidos, 15 quilómetros da parte central, no coração da cidade de Berlim, como pode observar na imagem anexa que ilustra o plano desta instalação. Começando em Bornholmerstrasse, balões luminosos irão estar implantados ao longo de Bernauerstrasse – onde se encontra o Memorial do Muro de Berlim -, Reichstag e famosa Porta de Brandemburgo. Outros locais chave incluem Potsdamer Platz, reconstruída depois da queda do muro pelo arquitecto italiano Renzo Piano, e o lendário Checkpoint Charlie. Finalmente, este muro de luz atravessa o bairro de Kreuzberg desenvolvendo-se ao longo da East Side Gallery e terminando em Oberbaumbrücke, uma ponte sobre o rio Spree e que une o Oriente ao Ocidente, um símbolo de unidade de Berlim.

O resultado final

  por homify

© Antje Schröder_Kulturprojekte Berlin

Na sequência dos acontecimentos que ponctuam o fim de semana, o actual presidente da câmara de Berlim, Klaus Wowereit, vai protagonizar a cerimónia de abertura das celebrações a ter lugar na Porta de Brandemburgo, na noite de 9 de Novembro às 19h. Mais tarde. mais de dois mil indivíduos seleccionados vão lançar cada um deles, balões luminosos, num evento que durará cerca de 30 minutos, simbolizando a dissolução do muro e da grande libertação que levou a enormes mudanças ideológicas, políticas e sociais. Os participantes deste grande gesto representam um grupo de indivíduos unidos, de Berlim e de outros lugares, e têm entre 4 e 74 anos. Este será, sem dúvida, um momento forte e emocionalmente forte.

As celebrações

  por homify

© Kulturprojekte Berlin_WHITEvoid / Christopher Bauder, Photo: Daniel Büche

Ainda durante o fim de semana, além da LICHTGRENZE, a cidade de Berlim e a Kulturprojekte têm prevista uma série de eventos públicos e comunitários. Poderá assistir a eventos especiais e obter informação mais específica e relevante em sete pontos públicos. Também eles serão pontos de partida para uma série de visitas guiadas temáticas, permitindo que os visitantes possam aprender um pouco mais sobre a história do Muro.

Ficou com vontade de visitar Berlim? Deixe-nos saber a sua opinião.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!