Habitação surpreendente de forma tradicional

Mariana Caldeira Mariana Caldeira
Loading admin actions …

É na paisagem montanhosa do norte de Portugal que somos surpreendidos por um projeto discretamente inovador do atelier ARTSPAZIOS. Formado em 2007 e situado em Viseu, o conjunto de profissionais tem desenvolvido, ao longo dos últimos oito anos, vários projetos notáveis que participam no estabelecimento da arquitetura portuguesa a nível global.

O projeto que lhe apresentamos hoje é verdadeiramente português pois é a sua beleza e modéstia que o tornam particularmente interessante. Venha connosco e descubra como é que desafiando a antítese entre o tradicional e o moderno, surge uma casa capaz de transformar a antiga linguagem da habitação portuguesa num espaço extraordinariamente atual.

O lugar

O projeto integra-se de acordo com a humildade da sua envolvente, uma pequena freguesia de Aguiar da Beira no distrito da Guarda. Apesar da simples implantação deste espaço na paisagem, os arquitetos optaram por ocupar apenas parte do terreno disponível para construção respeitando a escala de construção da própria vila.

A graciosidade das fachadas resulta da combinação da clareza das linhas portuguesas com tecnologias e materiais construtivos típicos das últimas décadas. 

Do interior para o exterior

Apesar da aparente uniformidade exterior, a casa vai se relacionando com a envolvente consoante a privacidade inerente a divisão. Enquanto os vãos junto à sala e cozinha são corajosamente abertos, as janelas dos quartos e casas de banho são bastante mais controlados.

Do exterior para o interior

Independentemente do tamanho das várias aberturas, todas elas foram cuidadosamente dimensionadas permitindo que a natureza participe nos diferentes espaços ao mesmo tempo que os ilumina.

Envolvente

As áreas que envolvem a as fachadas são mais do que vazios que restaram da construção volumétrica: São espaços importantes e pensados de forma a potenciar o bem estar fisico dos habitantes e os convívios familiares.

Acabamentos

As diferentes divisões foram tratadas de forma a complementar os requisitos funcionais das atividades inerentes a cada espaço. Dos materiais utilizados destaca-se a interrupção do betão pré-fabricado com vários detalhes em madeira, conferindo a simpatia indispensável a qualquer espaço familiar.

Quebrando a monotonia

Ao contrário do esperado, muitas das peças de mobiliário foram desenhadas como elementos contrastantes do desenho da arquitetura: Quebra-se a leitura uniforme da casa com a variedade de formas, interrompe-se a sobriedade dos materiais construtivos com as cores vivas da mobília e a ortogonalidade dos espaços com as formas orgânicas dos diferentes objetos.

Um trabalho multidisciplinar

A qualidade do design interior e da decoração é garantido pela equipa multidisciplinar do ARTSPAZIOS que constituída por arquitetos, designers e engenheiros é capaz de pensar o projeto na sua totalidade. Desde o dimensionamento de estruturas ao desenho dos candeeiros o trabalho é realizado por diferentes profissionais que se vão complementando ao longo das diferentes fases.

Intemporal

Na realidade,  a simplicidade com que o projeto é lido resulta de um complexo trabalho multidisciplinar que fez desta casa mais do que tradicional ou moderna, intemporal de acordo com a filosofia de trabalho do próprio atelier. Aproveite para conhecer mais projetos deste coletivo de artistas e deixe-nos a sua opinião. O que acha dos arquitetos portugueses mais jovens? Poderão dar continuidade ao trabalho de excelência das gerações anteriores?

O que acha dos arquitetos portugueses mais jovens? Poderão dar continuidade ao trabalho de excelência das gerações anteriores?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!