Sala da aroeira - design de interiores por oficina design | homify
Sala da Aroeira - design de interiores por Oficina Design
Sala da Aroeira - design de interiores por Oficina Design
Sala da Aroeira - design de interiores por Oficina Design

Este projecto de design de interiores teve como objectivo primordial a reformulação de uma ampla sala, numa vivenda localizada na Aroeira, concelho de Almada. Foi intenção inicial fazer uma actualização estética, em termos de decoração e mobiliário, de um espaço de grandes dimensões no coração de uma sofisticada casa de linhas modernas, rodeada por um vasto jardim.

A casa, pertencente a um casal com dois filhos, tem como elemento vital um gigante aquário em vidro onde habitam três araras tropicais e sobre o qual se gera toda a inspiração arquitectónica e funcional da obra. O espaço de sala, com cerca de 120 m2, envolve as araras e organiza-se em duas zonas de cotas distintas, incluindo sala de estar, sala de jantar e espaço de bar. A sala é ainda o principal foco de distribuição da casa, contendo os acessos ao exterior: entrada principal na frente e piscina nas traseiras; acesso aos pisos superior e cave, bem com às restantes divisões ao nível do piso térreo. A organização geral dos espaços na sala era a correcta, apenas a decoração estava desactualizada e desajustada, após 20 anos sem sofrer alterações.

Projectou-se a revitalização do espaço, propondo um ambiente refinado e elegante, apostando em tons claros e sóbrios, numa paleta neutra entre os beges e os cinzas, em contraponto com os materiais escuros existentes e visualmente intensos, como o mármore negro do pavimento e o revestimento em xisto da parede principal. Foram favorecidas as escolhas de mobiliário confortável e contemporâneo, de dimensões mais adaptadas às condicionantes da arquitectura do local, privilegiando o entretenimento familiar e social. Na zona de sala de estar optou-se por colocar sofás modulares, com áreas distintas para televisão e leitura, num conjunto harmonioso entre sofás e chaise-longs de diferentes profundidades. O ponto de destaque faz-se numa chaise-long quadrada propositadamente de tom e textura diferentes dos restantes módulos. O espaço é delimitado por um grande tapete em três tonalidades de cinza, com linhas assimétricas em forma de triângulo que funcionam como distração às linhas maioritariamente direitas que dominam o espaço. A iluminação é feita em tons quentes, trazendo o calor indispensável ao ambiente, que por si só se sente um pouco frio, tanto pela dimensão como pelo conjunto de materiais existentes. Dois candeeiros cuidadosamente localizados no extremos dos sofás fazem o enquadramento do conjunto e o apoio necessário à leitura.


A zona de jantar, perfeitamente resguardada pela distinção altimétrica, é composta por uma mesa quadrada enquadrada do espaço, que engloba a possibilidade de ser extensível ao dobro do seu tamanho, exigência essencial para receber toda a família nas mais diversas ocasiões. A acompanhar a mesa com tampo de vidro lacado preto, foram escolhidas cadeiras com braços, forradas em tecido bege e com pés metálicos, dando primazia ao conforto. A mesa é coroada por um grande candeeiro suspenso de abajur branco clássico, proporcionando luz direcionada, com pouca intensidade. A subtileza do espaço é completa com a utilização de cortinados em linho, numa composição simples de dois tons, adicionando leveza aos grandes panos de vidro que circundam toda a sala, e conjugando de forma harmoniosa todos os elementos do projecto.

Fotos semelhantes
Comentários