Telhados de duas águas – fotos, inspiração e design

  1. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  2. Estrutura Apoio Telhado: Telhados de duas águas  por ENGIMULTI
    Ad
  3. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  4. Estrutura Apoio Telhado: Telhados de duas águas  por ENGIMULTI
    Ad
  5. Estrutura Apoio Telhado: Telhados de duas águas  por ENGIMULTI
    Ad
  6. # PF_Moradia Unifamiliar: Telhados de duas águas  por FERREIRARQUITETOS
  7. # PF_Moradia Unifamiliar: Telhados de duas águas  por FERREIRARQUITETOS
  8. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  9. # PF_Moradia Unifamiliar: Telhados de duas águas  por FERREIRARQUITETOS
  10. Inspirações: Telhados de duas águas  por Drevo - Construção e Reabilitação em Madeira, Unipessoal, Lda
  11. Casa Cabeço de Vide, Portugal: Telhados de duas águas  por brf architecture
  12. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  13. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  14. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  15. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  16. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  17. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  18. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  19. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  20. Capela de Nossa Senhora de Fátima: Telhados de duas águas  por Plano Humano Arquitectos
    Ad
  21. Paineis Solares Mini-Preço Sernancelhe: Telhados de duas águas  por EC2+Energias
  22. RUSTICASA | Multi Home Experience | Les Alluets-le-Roi: Telhados de duas águas  por Rusticasa
  23. RUSTICASA | Multi Home Experience | Les Alluets-le-Roi: Telhados de duas águas  por Rusticasa
  24. RUSTICASA | Multi Home Experience | Les Alluets-le-Roi: Telhados de duas águas  por Rusticasa
  25. Telhados de duas águas  por Möhring Architekten
  26. Telhados de duas águas  por Exteriores De Madera
  27. Telhados de duas águas  por Maisy Melo Arquitetura e Urbanismo
    Ad
  28. Telhados de duas águas  por Bima Progetti
  29. Telhados de duas águas  por Dartora Esquadrias Metálicas
  30. Telhados de duas águas  por Dachdeckermeisterbetrieb Dirk Lange
  31. Telhados de duas águas  por Alejandro Giménez Architects
  32. Telhados de duas águas  por 詮鴻國際住宅股份有限公司
    Ad
  33. Telhados de duas águas  por House Renovation London Ltd

O que é um telhado de duas águas?  

Em primeiro lugar é importante explicar o que é uma “água”. Além de ser algo importantíssimo na manutenção do nosso corpo, em Portugal a palavra “água” também se usa para definir as vertentes de um telhado. 

Assim, um telhado de duas águas é uma cobertura com duas superfícies (águas) que se intersectam e definem uma cumeeira, obrigando a água a escorrer para dois lados opostos. 

É um tipo de cobertura bastante comum, e é também das mais simples e mais baratas. É um telhado que estabelece um design bastante clássico à casa e é muito associado ao estilo campestre, por ser mais grandemente encontrado em zonas rurais. 

Que tipos de telhados de duas águas existem?

Existem vários tipos de telhados de duas águas, desde os mais simples até aos mais elaborados, que entrecruzam outras secções de telhados, formando um telhado em T ou em L, ou qualquer outra forma mais complexa. Este tipo de telhados pode também ser combinado com outras secções ou com outro tipo de telhados. 

Os layouts mais vulgares no nosso país são os mais simples, chamados de telhados “em cangalha” (em que a cumeeira é o encontro entre as duas partes do telhado, com a porta da casa na lateral -ficando a maior superfície de telhado de frente na fachada - ou na empena debaixo do ângulo, o frontão), e os de “tipo americano”, em que uma das partes do telhado é mais alta devido a uma elevação, que pode ser feita com madeiramento ou com uma parede de alvenaria. Este último modelo permite colocar janelas verticais na parede elevatória e existir um melhor aproveitamento do sótão, pelo que é muito apreciado entre nós.

Que materiais usar para fazer a cobertura de um telhado de duas águas?

Telhas de argila e telhas de cimento: Com características técnicas e funcionais - são das mais utilizadas no nosso país. Ambos os materiais são muito duráveis, embora partam com alguma facilidade, e tenham graus de dificuldade de instalação semelhantes. As de argila são chamadas de telhas portuguesas e são muito apreciadas e utilizadas no nosso país. As telhas de cimento podem facilmente ser produzidas com um acabamento que as equipara em estética às telhas de barro, mas ficam apenas um pouco mais económicas.

Ambos os materiais têm o grande contra de serem bastante pesados e de precisarem de uma estrutura de suporte reforçada, para os manter no lugar, o que acaba por encarecer todo o processo. Em termos de preços as telhas portuguesas podem ficar, na sua versão mais barata, em cerca de 8 euros por metro quadrado (preço do material) e as telhas de cimento têm valor pouco diferentes. 

Telhas de metal: Feitas de alumínio, aço, liga de zinco ou cobre, as telhas de metal são duráveis, bastante resistentes e energeticamente eficientes. As telhas de aço vêm com um revestimento de zinco ou têm um acabamento pintado. Os telhados de cobre, bastante caros e muito raros no nosso país, são instalados inacabados e adquirem uma pátina verde de proteção com a idade. Este tipo de coberturas além de ser bastante caro pode acumular neve (o que é um contra numa região onde esta possa ser abundante). Pode também ser extremamente ruidosas durante a tempo de chuva e tempestades. 

Telhas de asfalto: As telhas de asfalto são bastante baratas e fáceis de instalar, mas em Portugal não são um material muito usado em projetos residenciais, sendo mais vulgar em armazéns e edifícios comerciais. Têm contra si o facto de darem um ar pouco refinado, serem pouco eficientes a nível energético e pouco ecológicas, além de rasgarem com facilidade com vento e aquecerem demasiado sob o sol, pois absorvem a luz solar. 

Telhas de madeira e ardósia: Estes telhados ficam lindíssimos, com um tom genuíno e uma estética invejável, mas são mesmo muito caros e têm uma manutenção complicada, além de bastante cara também.

Como funciona o processo de instalação de um telhado de duas águas?

O processo de instalação de um telhado, sobretudo no que se refere à cobertura é relativamente simples. Seguidamente apresentamos-lhe a maneira como é feito, mas obviamente será muito mais simples, eficaz e seguro (tanto em termos do trabalho em si, como do resultado final) se for feito por um profissional com as competências adequadas e experiência. 

No entanto, se está determinado a que o seu telhado seja um projeto seu, “faça você mesmo” o que deve fazer é o seguinte: 

- Instalar as placas de topo em todas as paredes exteriores.  

- Medir e cortar as vigas do teto.  

- Cortar uma placa de canto.  

- Colocar as tábuas nas vigas do teto.  

- Calcular a subida do telhado no frontão.  

- Medir e cortar as placas de vigas.  

- Fazer uma gravata para cada par de vigas.  

- Montar a estrutura da cobertura.  

- Pregar placas nas vigas, de modo a que estas corram paralelamente à placa de canto.  

- Cobrir as extremidades do telhado do frontão com tábuas de inglete.  

- Desenrolar o papel de alcatrão e pregá-lo nas tábuas.  

- Adicionar as telhas e fazer acabamentos. 

Qual a diferença entre um telhado de quatro águas vs. Telhado de duas águas – Prós e contras de cada um!

Telhado de duas águas

Vantagens: 

-É adequado para condições meteorológicas adversas, sobretudo para climas com clima com neve e chuva;  - Proporciona mais espaço para armazenamento de sótão ou para um loft  - É relativamente fácil de construir  - É mais barato do que o telhado de quatro águas 

Desvantagens: 

- Não é ideal para áreas de vento forte e/ou com furações. 

Telhado de quatro águas

Vantagens: 

- Excelente para zonas com vento forte e muita queda de neve.  - Proporciona mais área de útil para habitação ou espaço para conversões de loft.  - Versátil. 

Desvantagens: 

- É mais caro do que o telhado de duas águas.  - Requer a utilização de mais materiais de construção e mais conhecimentos técnicos para a sua execução.  - É suscetível à ocorrência de vazamentos e infiltrações, sobretudo se o telhado não tiver sido instalado corretamente.