Portas de vidro: fotos, inspiração e projectos de arquitetura | homify Portas de vidro: fotos, inspiração e projectos de arquitetura

Portas de vidro: fotos, inspiração e projectos de arquitetura

Porquê escolher uma porta de vidro? 

Em primeiro lugar porque as portas de vidro permitem a entrada livre e abundante de luz, o que numa casa pode significar a diferença entre parecer ampla e arejada, ou dar uma sensação de claustrofobia. As portas de vidro podem ser a resposta à falta de luz da um compartimento interior sem janelas ao ligá-lo visualmente a outro espaço que tenha entrada direta de luz solar. 

Em segundo lugar uma porta de vidro não tem a imposição visual de uma porta em qualquer outro material, podendo permitir inclusivamente uma visão completa do exterior, ou do compartimento contíguo, e ainda assim estabelecer uma fronteira. Estas portas são perfeitas para fazer a ligação entre espaços, e entre o interior e o exterior, permitindo desfrutar totalmente da vista sem sofrer com as inclemências da meteorologia.

Designs artesanais para portas de vidro 

Transparente: este tipo de design em vidro é o ideal para proporcionar uma visão completa do que está para além da porta, seja outra divisão ou o jardim lá de fora. 

Não é trabalhado e por isso não introduz distorções à visão, deixando ver todos os pormenores com nitidez. É a porta de vidro perfeita para quando pretendemos estabelecer uma fronteira física, mantendo a ligação visual plena, por isso é perfeita para terraços, varandas e áreas de ligação com o exterior, mas também para átrios de entrada e para fazer a separação entre a sala e o corredor. 

Com caixilhos quadrangulares: Este tipo de design consiste em vários quadrados de vidro com caixilho unidos em conjunto. Estas portas têm um design antigo que pode dar muito caráter a uma casa, sobretudo se forem do tipo inglês antigo, com molduras de chumbo.

Permitem que a luz entre livremente, mas distorcem um pouco a imagem daquilo que fica do outro lado. Devido ao seu desenho angular, a sujidade tende a acumular-se nos cantos, o que obriga a uma limpeza demorada com regularidade. 

Com caixilhos em forma de diamante: o trabalho em vidro destas portas é muito semelhante ao do desenho anterior, mas com a elegância dos diamantes na sua forma. Devido a especificidade da visão humana o desenho em diamante provoca ainda mais distorção da imagem que temos do outro lado da porta. Dão muito estilo, sobretudo em casas clássicas e antigas, mas não permitem apreciar a paisagem, por exemplo. Estas portas eram muito usadas nas varandas de casas antigas mais refinadas. 

Grades ao estilo georgiano: é também um trabalho de vidro feito em quadrado, mas com caixilhos maiores. As portas com esta aplicação de vidro dão à casa a aparência de uma casa de bonecas, o que faz delas as preferidas nos Estados Unidos da América, embora sejam pouco comuns em Portugal. 

Vidro escurecido, vidro fosco e vidro martelado: vidro escurecido tem uma cor que pode ter vários tons de cinzento. O vidro martelado é claro, mas tem diversos relevos, aleatórios ou formando padrões intrincados, por vezes sustentados por uma rede metálica interior, que impedem uma visão nítida para além da sua superfície. O vidro fosco é sujeito a um tratamento com um jato de areia muito fina para criar uma superfície mais rugosa que distorce as imagens. Todos são excelentes para deixar entrar a luz (em especial o vidro martelado e o fosco), sem implicar perda de privacidade pois só deixam entrever silhuetas distorcidas, por isso são muito utilizados em casas de banho, chuveiros e janelas com vista direta da rua. 

Portas com meio arco em vidro biselado: são portas muito clássicas, muitas vezes com o vidro adornado com motivos em bisel ou com vidros coloridos, em especial no meio arco na parte superior. São peças de trabalho artesanal, caras e muito clássicas, mas que ficam mesmo bem como portas principais, embelezando a fachada da casa, sobretudo em habitações de estilo clássico ou retro.

Limpeza e manutenção de portas de vidro 

Limpeza do caixilho: este é o primeiro passo na limpeza da sua porta de vidro. Limpe o caixilho com um pano humedecido numa solução fraca de detergente para a loiça, ou com detergente específico para madeiras (se a estrutura for de madeira). Faça-o antes de limpar o vidro, caso contrário, este pode ficar sujo e húmido novamente. 

Limpeza do vidro: o vidro da porta deve ser limpo pelo menos uma vez por semana com produto limpa-vidros para obter melhores resultados.

 À falta de um limpa-vidros específico contendo amónia, que não precisa de enxaguamento e não deixa manchas, pode usar uma solução fraca de detergente para a loiça. Aplique-a com a ajuda de um pano ou uma esponja e remova-a suavemente. Use outro pano humedecido para enxaguar e seque muito bem para evitar a formação manchas de água. 

Lubrificar as partes móveis: para manter o bom funcionamento da porta de vidro, seja qual for o seu tipo, é importante não descurar a lubrificação dos componentes móveis. Se for uma porta de correr aplique óleo mineral nas guias, nos rolamentos e nas fechaduras. Se for uma porta de abrir aplique o óleo nas dobradiças e na fechadura. Assim vai conseguir que a sua porta se mantenha em bom funcionamento por muito tempo, sem corrosão ou ruídos desagradáveis. 

Segurança de uma porta de vidro 

No que respeita à segurança de pessoas e bens, as portas exteriores em vidro podem ser uma opção praticamente tão segura com outra qualquer. Embora este material possa parecer menos resistente do que outros no mercado, como a madeira ou o metal, a verdade é que existem vidros temperados extremamente resistentes à quebra, especialmente concebidos para utilização em superfícies exteriores. Há mais opções, como o vidro laminado e o vidro martelado com rede metálica, bastante resistentes embora não tanto como o temperado. E lembre-se: - um ladrão motivado tanto parte vidro temperado como arromba metal ou madeira. Por isso se gosta mesmo de portas em vidro para ter uma visão privilegiada do exterior de sua casa e divisões súper luminosas. 

Por outro lado temos a segurança na quebra. Se é verdade que não queremos que as nossas portas de vidro sejam frágeis no interior, essa necessidade não é menor no interior, embora por motivos diferentes... É importante que o vidro da porta não estilhace na quebra, tornando-se em armas letais se há um acidente. Para isto o vidro temperado é excelente embora o seu preço leve à utilização de vidro laminado, com arame ou mesmo normal.

Por último convém referir que as portas de vidro transparente podem ter estilo e muita classe, mas também podem tornar-se perigosa! Se a limpeza for eficaz podem tornar-se quase impercetíveis até ao momento em que chocamos com elas, e quando há crianças, idosos, ou pessoas com limitações visuais isto deve ser levado em consideração! 

Quanto custa uma porta de vidro? 

Depende dos materiais, do estilo e do grau de complexidade. Esta pode parecer uma resposta comum à maior parte dos equipamentos de uma casa, mas é a mais pura verdade! 

Já referimos atrás os custos do vidro temperado, e por isso damos-lhe uma ideia de quanto pode custar uma porta simples, sem moldura, neste material. Fazemo-lo apenas para referência comparativa, pois existem muitos outros fatores que influenciam o custo, nomeadamente a complexidade da porta. Uma porta simples de uma folha em vidro temperado, com 80x203cm, pode custar cerca de 300 euros. O mesmo modelo em vidro laminado pode custas menos 100 Euros. (valores indicativos num grande retalhista)

Para conseguir um valor mais realista e sólido aconselhamos a que consulte um profissional especializado na produção de portas de vidro.