Portas – fotos, inspiração e design

  1. Portas: Portas  por PortoHistórica Construções SA
  2. Detalhes que fazem a diferença: Portas  por JMM Group
  3. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  4. Portão correr: Portas de correr  por Bordalo Portas e Automatismos
  5. Em  Alfama: Portas  por Joana Neto | Interiores
  6. Valeriana Exclusive Guesthouse sala: Portas de madeira  por Home Staging Factory
  7. Pormenor: Portas de correr  por PortoHistórica Construções SA
  8. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  9. Quarto: Portas de correr  por PortoHistórica Construções SA
  10. Moradia em Baião: Portas principais  por SOUSA LOPES, arquitectos
  11. Riad Paris & Fahd em Marraquexe: Portas  por Protega
  12. Riad Paris & Fahd em Marraquexe: Portas  por Protega
  13. Riad Paris & Fahd em Marraquexe: Portas  por Protega
  14. Em  Alfama: Portas  por Joana Neto | Interiores
  15. moradia LC: Portas  por miguel lima amorim - arquitecto - arquimla
  16. Casa JF01 - Ovar: Portas de vidro  por Paulo Coelho, Arqto
  17. Interior#004: Portas  por Factor4D - Arquitetura, Engenharia & Construção
  18. Interior#005: Portas  por Factor4D - Arquitetura, Engenharia & Construção
  19. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  20. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  21. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  22. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  23. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  24. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  25. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  26. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  27. Portões industriais: Portas principais  por Marco Ferreira
  28. Coral & Turquoise paradise: Portas  por RG Home Stylist
  29. Mezzanine com janela de sótão: Portas de madeira  por José Melo Ferreira, Arquitecto
    Ad
  30. Kit automatismo correr: Portas  por Bordalo Portas e Automatismos
  31. Portão de correr: Portas de correr  por Bordalo Portas e Automatismos
  32. Queluz : Portas  por CaixilhoPVC
    Ad
  33. Sintra : Portas  por CaixilhoPVC
    Ad

Materiais para portas

Madeira: A madeira é única e intemporal no fabrico de portas! Passam os séculos, os materiais mudam e novos surgem, mas a madeira nunca deixa de ser o material favorito para as portas das habitações, tanto interiores como exteriores (embora no exterior hoje em dia seja mais fácil encontrar outro tipo de materiais, mais resistentes, com acabamento a imitar madeira). Por ser um clássico, a gama de ofertas nos designs de portas de madeira é imensa. As portas de madeira são muito acolhedoras, e têm excelentes desempenhos, tanto em climas quentes como em climas frios. E se não entrar na extravagância de cobiçar uma porta de madeira exótica, os preços tendem a ser acessíveis. 

Aço: O aço é um material muito resistente à passagem do tempo e à intrusão, sem apresentar problemas de corrosão. É um material muito bom, tanto para interiores como para exteriores, embora seja mais vulgar no exterior. Infelizmente é bastante caro (bem mais caro do que a madeira), o que o deixa um pouco atrás na lista de preferências. 

Fibra de vidro: Este material tem um excelente desempenho em portas de exterior, não sendo muito vulgar encontrá-lo em portas interiores. No mercado encontramos portas deste material em diferentes formatos e estilos, portanto tem uma grande variedade de soluções à sua disposição. O preço é acessível, mas duram menos do que as portas de aço.

Vidro: Como material integra o vidro só costuma ser usado para portas interiores devido à sua fragilidade e incapacidade de oferecer privacidade. É, no entanto, bastante comum encontrar o vidro como detalhe a integrar portas de exterior, sobretudo vidro martelado temperado (para deixar entrar a luz solar). 

PVC: o vinil é um material leve, muito resistente aos elementos e com acabamentos dos mais variados estilos. É comum verem-se portas de exterior em PVC, muitas vezes com acabamento a imitar madeira, embora também se possam instalar no interior. 

Alumínio: Este material só deve ser usado para portas interiores, devido à facilidade com que fica corroído. No interior, se as portas estiverem bem fabricadas, tendem a durar muito tempo, mas é um material algo frio, que se não tiver o tratamento finalizador adequado pode ser desagradável. As portas de alumínio têm uma ampla gama de design por um preço acessível. 

Metal oco: As portas neste material são muito duráveis, perfeitas para interiores e exteriores. São muito resistentes a climas agrestes, com vento e chuva, mas enferrujam depois de algum tempo e não têm isolamento, pelo que o desempenho energético não é o melhor.

Fechaduras

Quando toca à segurança, as portas e as janelas de rés-do-chão são pontos fracos que devem ser reforçados. No interior a necessidade de segurança não é tão grande, mas ainda assim pode ser necessária uma chave para assegurar privacidade. 

Assim temos os seguintes sistemas: 

Fechaduras de privacidade – nível de segurança nulo – são as comuns fechaduras que se instalam nas portas interiores. Permitem que a porta seja trancada para evitar entradas intempestivas, mas não tem qualquer valor de segurança. 

Fechadura de embutir – nível de segurança baixo - Este é um tipo de fechadura é muito conhecido e usado essencialmente em portas interiores, ou portas que tenham acesso ao exterior. São fechaduras muito simples, mas úteis nestas funções, por causa da inclinação da lingueta que permite que a porta seja fechada sem a necessidade de uma chave (mas não aberta), tanto do lado esquerdo quanto direito.

Fechadura de aplicação à vista – nível de segurança baixo - Este tipo de fechadura fica à vista, instalada na  face da porta . É mais utilizado em portas de garagem e exteriores. Pode ser instalada em portas muito finas que não suportariam fechaduras internas, o que as torna vantajosas nestas circunstâncias. Não é um modelo muito atraente e fica sempre à vista, mas existem vários modelos disponíveis e pode haver um que se adeque bem ao que pretende. 

Fechaduras de entrada – nível de segurança médio – Estas fechadura funcionam com duas, para que a porta possa ser trancada tanto do interior quanto do exterior. O lado interno pode ter um tipo de alavanca ou botão em vez de entrada da chave, sendo esta necessária para trancar a partir do exterior. O botão ou a alavanca podem servir para “travar” o sistema, impedindo qualquer movimento de chaves e/ou das maçanetas. 

Fechaduras de travamento – nível de segurança elevado – são as fechaduras mais seguras, ideias para as portas de entrada. Estas fechaduras não possuem molas na sua operação e por isso só são operadas manualmente com a chave. Tem travas, ou linguetas, em metal sólido e resistente para maior resistência e segurança. As travas são mais longas e penetram pelo menos 3 cm no batente da porta. 

A fechadura pode ser dupla (ter que fechar e abrir com chave dos dois lados da porta) ou simples, com uma alavanca ou botão na parte interna da porta. 

A chave de acionamento deste sistema é normalmente codificada e também bastante resistente.  Esta fechadura é muito segura, tanto que se houver algum acidente ou não tiver a chave, forçar a fechadura vai ser bastante difícil (o que por si pode representar algum grau de perigo.

Tipos de portas

Portas tradicionais: as portas tradicionais podem ter painéis do material de base, e algumas inserções de vidro com arabescos ornamentais ou painéis coloridos. 

Portas artesanais: são normalmente feitas de fibra de vidro ou madeira, e têm na maioria das vezes uma janela no topo. 

Portas modernas: é normal encontrar portas deste estilo com painéis de cores diferentes do normal e/ou inserções de vidro. Usualmente têm linhas são limpas e retas, depuradas. 

Portas rústicas: são feitas de materiais pesados, como madeira, metal e até, eventualmente, um revestimento em pedra. A sua espessura é significativa e o seu peso é elevado. 

Portas arqueadas: as curvas desses tipos de portas dão-lhes um apelo estético único, muito distintivo.

Quanto tempo leva a instalar uma porta?

O tempo de instalação da porta vai depender diretamente do seu grau de complexidade e do tipo de fechadura escolhido. Obviamente quanto mais elevado for o grau de segurança da fechadura, mais complicada é a sua instalação. 

A remoção de todas as estruturas de uma porta simples (incluindo o caixilho) e sua substituição por outras igualmente simples leva a um profissional experiente cerca de 3 horas, ou mais. O mesmo trabalho numa porta mais elaborada, em ferro por exemplo pode demorar até um dia, ou mais de trabalho. E aqui estamos a referir-nos apenas ao trabalho de remoção e instalação em si, sem incluir medições, encomendas e entregas. A instalação pelo profissional pode incluir a fechadura, mas também pode ser outro especialista a fazê-la. 

Tendo estes factos em vista, é fácil de nos apercebermos da complexidade de algo que parece muito simples à partida. Assim aconselhamos a que consulte um profissional da área (o fornecedor da porta, ou potencial fornecedor, é sempre de ter em conta), seja para que a instalação seja feita por ele, ou apenas para pedir conselhos acerca da instalação da porta que adquiriu.

Quanto custa instalar uma porta?

Uma vez mais é um valor absolutamente variável. O custo de uma porta, e respetiva instalação, varia com a complexidade da porta, sua localização, o seu material e o tipo de fechadura que lhe está associada. Para ter uma ideia mais concreta podemos dizer-lhe que uma porta interior varia entre 30 e 350 euros (valores indicativos) e uma porta exterior começa em valores na base dos 300 euros para uma porta em alumínio e pode alavancar-se para alguns milhares, com outro tipo de materiais e diferente complexidade.