Jardins zen – fotos, inspiração e design

  1. Jardim Zen: Jardins zen  por Trivisio Consultoria e Projetos em 3D
    Ad
  2. Marta House  - Architecture:  Risco Singular-Arquitectura Lda  Arqº. Paulo Costa e Arqª. Sónia Abreu: Jardins zen  por Risco Singular - Arquitectura Lda
  3. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  4. Espaço para relaxamento: Jardins zen  por Trivisio Consultoria e Projetos em 3D
    Ad
  5. Jardins (5): Jardins zen  por Clix Mais
  6. Jardins (4): Jardins zen  por Clix Mais
  7. Excelente Moradia em condomínio fechado, com piscina privativa com vista para a Albufeira da Caniçada. Referência: clix mais v1.165: Jardins zen  por Clix Mais
  8. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  9. Exterior (8): Jardins zen  por Clix Mais
  10. Exterior - Panorâmica (1): Jardins zen  por Clix Mais
  11. Moradia em Vilamoura: Jardins zen  por Castello-Branco Arquitectos, Lda
  12. Viver com prazer by CREATIVE COLOR LDA.: Jardins zen  por Creative Color Lda.
  13. Alojamento Local: Jardins zen  por daniel Matos fernandes
  14. Obras e Restauros: Jardins zen  por Miguel Oliveira
  15. Jardim Zen: Jardins zen  por Miguel Oliveira
  16. Lareira externa: Jardins zen  por Trivisio Consultoria e Projetos em 3D
    Ad
  17. PERSPECTIVA EXTERIOR - FOGUEIRA: Jardins zen  por HUGO MONTE | ARQUITECTO
  18. Renovação de Moradia em Vale do Lobo: Jardins zen  por CORE Architects
  19. Jardins zen  por Arquitectura Creativa
  20. Jardins zen  por Esprit Zen
  21. Jardins zen  por SZ ARQUITETURA
  22. Jardins zen  por Jardines Japoneses -- Estudio de Paisajismo
  23. Jardins zen  por Jardines Japoneses -- Estudio de Paisajismo
  24. Jardins zen  por KMMA
  25. Jardins zen  por 株式会社Garden TIME
  26. Jardins zen  por homify
  27. Jardins zen  por Lazza Arquitectos
    Ad
  28. Jardins zen  por Aralia
  29. Jardins zen  por Simple Projects Architecture
  30. Jardins zen  por DM2L
  31. Jardins zen  por Arquitectura Creativa
  32. Jardins zen  por TEKTON | テクトン建築設計事務所
  33. Jardins zen  por GreenlinesDesign Ltd

O que é um jardim zen?

Jardim zen é um jardim criado com a finalidade de transmitir harmonia e tranquilidade, tanto a quem o desenha, como a quem o contempla e usa. Os jardins zen são populares na cultura oriental pela sua beleza e significado e têm vindo a ser introduzidos aos poucos na vida ocidental, tanto em casas privadas como em centro comerciais, escritórios e hotéis. A história destes jardins remete-nos para o antigos mosteiros e centros budistas no Japão, onde eram desenhados estes espaços especialmente para a prática de meditação.

A palavra japonesa para jardim zen é “karesansui” e zen significa meditação.

Quais as características principais de um jardim zen?

- É um jardim seco onde não existe presença de água

- Todos os seus elementos devem ser em materiais naturais e devem harmonizar-se entre si

- São de design e estética simples

- Transmiten harmonia e tranquilidade

- Cabem em espaços grandes ou pequenos

- Cada um pode criá-lo de acordo com o seu gosto, mas seguindo sempre os elementos principais

Quais as vantagens de um jardim zen?

- São económicos de construir

- A sua manutenção é muito fácil e barata

Quais as desvantagens de um jardim zen?

Se faltar informação e conhecimento quanto a este tipo de jardim, é natural que outros estilos de jardins sejam misturados. Facilmente o estilo chinês ou outro tipo de jardim japonês é adicionado por mero desconhecimento. O jardim zen tem os seus próprios elementos e há que respeitá-lo. Por isso, antes de criar o seu jardim zen deverá estar bem informado.

Quais sãos os elementos que têm de estar presentes em um jardim zen?

1. Areia: o principal elemento de um jardim zen é a sua areia ou gravilha, na qual devem ser marcadas formas onduladas representando a corrente da água, transmitindo harmonia. Segundo a filosofia zen, a areia representa o cenário em que nos desenvolvemos e como elemento no jardim, nos ajuda a dirigir todas as influências negativas, incluindo pensamentos e atitudes. A areia abre o caminho para a tranquilidade e serenidade do ser humano.

2. Caminho ou estrada: pode ser de pedra, madeira ou areia. Desta forma, guia lentamente o visitante pelo espaço em direção ao jardim zen. O significado do caminho é reconhecer os nossos passos e como os mesmos nos ajudam a avançar na vida. Onde cada etapa é alcançada com as nossas ações e decisões.

3. Plantas: o verde é a vida e a filosofia zen diz isso claramente. Portanto, para incluir plantas, dê preferência às das formas mais suaves pois é fundamental para um jardim deste tipo. Idealmente, as plantas devem ser selecionadas de acordo com o clima da região para que elas cresçam naturalmente e não forçadas. Alguns exemplos como, camomila, astilbe com flor branca, festuca ou ervas daninhas, são fáceis de cultivar em Portugal. Poderá optar por escolher plantas de origem japonesa como o maple japonês, bonsai, azálea ou carex. Não se esqueça de incluir bambu, pois é a planta principal do jardim zen. Também deverá ter em conta os tons dos verdes e acomodar as plantas de acordo com a sua paleta de cores, sempre com o intuito de transmitir beleza e harmonia.

4. Árvores: a presença de árvores é muito importante porque não só agrega personalidade ao jardim zen, como também o enche de significado simbólico de acordo com o tipo de árvore que é, por exemplo: se escolher um castanheiro, denota coragem, se incluir um pinheiro, significa respeito pela velhice. As árvores típicas de um jardim zen são o salgueiro e a cerejeira.

5. Pedra: rochas de todos os tamanhos e texturas, tanto para criar o caminho, como para delimitar o jardim. As pedras num jardim zen simbolizam os obstáculos que enfrentamos diariamente e ao longo de nossas vidas. Eles estão sempre lá, mas devemos aprender a viver com eles - as pedras ajudam-nos a aprender isso. Elas também podem simbolizar experiência, fertilidade e eternidade.

Quais os materiais que posso incluir no meu jardim zen?

Além dos elementos de um jardim zen, é importante que adicione objetos de materiais simples e naturais como o bambu. Uma vedação que delimita o jardim será uma boa ideia e aumentará o impacto visual do seu espaço.

Também pode incluir pequenas figuras de jardim de formas suaves e tons naturais. Evite objetos que atraem muita atenção ou materiais sintéticos, que possam romper totalmente com a estética e a harmonia do seu jardim zen. Também não inclua pontes suspensas ou flores de cores muito marcantes. A cor verde e arenosa deve ser predominante.

Qual o custo de um jardim zen?

O custo depende do tamanho e dos elementos decorativos que decidir incluir, mas na realidade com jardins muito económicos. Com poucos euros poderá ter o seu próprio jardim miniatura em sua casa. Se desejar um pouco maior, o custo irá também ele aumentar (naturalmente).

Como fazer o seu próprio jardim zen em casa?

Não importa o tamanho que tem disponível para o seu jardim zen. O procedimento é muito simples e é o mesmo que deve ser aplicado em jardins grandes, pequenos, ou de tamanho miniatura. Vamos dizer-lhe passo a passo como pode fazer um sozinho, mas claro, que poderá sempre pedir ajuda especializada na matéria - arquiteto paisagista.

Passo 1: encontre o espaço adequado para o jardim e que seja o ideal para a contemplação.

Passo 2: delimite o espaço com uma cerca de bambú ou madeira. Construa um recipiente em madeira do tamanho que desejar, mas não com menos de 10 cm de profundidade.

Passo 3: coloque um plástico resistente sobre o recipiente criado em madeira ou sobre o espaço onde colocará o jardim.

Passo 4: encha-o de areia.

Passo 5: coloque as plantas e pedras e outros elementos decorativos, incluindo o caminho.

Passo 6: marque formas onduladas na areia.

O desenho de um jardim zen tem de ser a seu gosto, mas com cuidado para que a solução final seja sempre esteticamente bonita e em harmonia. Para mais ideias de jardins zen e para que se inspire a desenhar o seu, use a homify.