Janelas: inspiração, fotos e projetos de exteriores

  1. Caxias .: Janelas   por CaixilhoPVC
  2. Moradia Unifamiliar: Janelas   por Gabiurbe, Imobiliária e Arquitetura, Lda
  3. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  4. Mafra : Janelas   por CaixilhoPVC
  5. Vais - Buarcos - Figueira da Foz: Janelas   por Escala Absoluta
    Ad
  6. Casa em Miramar: Janelas   por e|348 arquitectura
  7. Casa Melo: Janelas   por Lousinha Arquitectos
  8. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  9. Moradia Castro: Janelas   por EVA | evolutionary architecture
  10. Guardas de protecção: Janelas   por Jolucor
  11. Moradia Unifamiliar: Janelas   por Gabiurbe, Imobiliária e Arquitetura, Lda
  12. Korkhome casa do rio: Janelas   por Korkhome
  13. Reabilitação Casa junto ao Rio: Janelas   por Marques Franco Arquitectos
  14. Panorama - Sistema de abertura em harmónio: Janelas   por Smartalu Aluminium Solutions
  15. Habitação unifamiliar completa: Janelas   por Grupo HC
  16. Casa em Miramar: Janelas   por e|348 arquitectura
  17. Skylight: Clarabóias  por Pedro Brás - Fotografia de Interiores e Arquitectura | Hotelaria | Imobiliárias | Comercial
  18. Projecto de duas Habitações Unifamiliares, Tomar - Interior - 7: Janelas   por goodmood - Soluções de Habitação
  19. Casa Ferreira e Lourenço: Janelas de PVC  por Jesus Correia Arquitecto
    Ad
  20. Casa Quionga: Janelas   por [i]da arquitectos
  21. Casa Quionga: Janelas   por [i]da arquitectos
  22. Casa DJ : Janelas   por [i]da arquitectos
  23. APARTAMENTO EM LISBOA (SAPATEIROS): Janelas   por Click Inside - Real Estate Photography
  24. Reabilitação na Rua Fernandes Tomás: Janelas   por OGGOstudioarchitects, unipessoal lda
    Ad
  25. Bloco de Tenente Valadim: Janelas   por A2OFFICE
  26. Bloco de Tenente Valadim: Janelas   por A2OFFICE
  27. Acompanhamento Fotográfico  - Construção Moradia em Sistema Construção LSF ( 3ª e última fase): Janelas   por Pedro Brás - Fotografia de Interiores e Arquitectura | Hotelaria | Imobiliárias | Comercial
  28. Apartamento T2 Penha França: Janelas   por EU LISBOA
  29. Casa Salicos: Janelas   por dacruzphoto
  30. Casa Salicos: Janelas   por dacruzphoto
  31. Sacadas Quarto: Janelas   por ENGIMULTI
  32. Escola André de Resende - Évora: Janelas   por Caixifácil
  33. Escola André de Resende - Évora: Janelas   por Caixifácil

Que tipos de janelas existem?

Está a planear construir uma casa ou a pensar em trocar as velhas janelas lá de casa? Então prepare-se para entrar num vasto mundo de soluções e opções que pode revelar-se uma verdadeira dor de cabeça na hora de escolher!

  As janelas são fundamentais em qualquer casa. Elas fazem a ponte do interior com o exterior e permitem a entrada de luz e ar, e tornando os ambientes mais saudáveis e agradáveis. 

Na fase de planeamento de uma casa nova o posicionamento das aberturas deve ser alvo de um estudo apurado por parte do arquiteto, não só para satisfazer as necessidades dos clientes mas também para conseguir otimizar a entrada de luz e a ventilação. Com um bom projeto de localização, tamanho e tipo de janelas para os vários ambientes é possível diminuir drasticamente os gastos energéticos com iluminação e ventilação. 

Os designs e materiais usados para fabricar as janelas dependem largamente do clima da região, mas também da cultura do país. Por exemplo no nosso país é quase impossível encontrar uma janela sem vidro, mas no Japão e na Coreia podem encontrar-se janelas com papel. 

Existem muitos tipos de aberturas de janelas, sendo que todas são válidas em função do contexto onde estão instaladas, e quase todas podemos encontrar em abundância nos lares do nosso país: 

- Janelas de correr – são provavelmente das mais utilizadas no nosso país. Estas janelas têm folhas que desliza, na horizontal A janela de correr é aquela na qual as folhas deslizam na direção horizontal, permitindo uma boa abertura para ventilação e iluminação, no entanto a abertura é apenas do tamanho de uma das folhas. São boas para cozinhas, salas e quartos.

- Janelas basculantes – abrem projetando-se para dentro ou para fora, com um movimento de rotação sobre um eixo horizontal ou através de um braço de articulação. Podem abrir para cima ou para baixo fazendo um ângulo agudo com a parede. Dependendo do ângulo de abertura de suas folhas, a ventilação é parcial mas constante. Usam-se em casas de banho, lavandarias e áreas de serviço. 

- Janela de guilhotina – já todos as vimos alguma vez pois são ainda bastante comuns, sobretudo nas casas mais antigas. São as janelas que abrem na vertical deslizando numa calha. Apesar de já não serem tão vulgares ainda existem modelos com algum sucesso no mercado; 

- Janelas sanfonadas – são constituídas por várias folhas ligadas por articulações, que abrem na horizontal formando um fole. A sua abertura é total e são excelente em área grandes, para permitir a passagem de muita luz e ventilação, mas são mais difíceis de limpar. 

- Janelas de abrir – são as janelas mais tradicionais que deixa, deixam a totalidade do seu vão para entrada de ar, sem nenhuma resistência à corrente de ar. Podem abrir para dentro ou para for a, ter apenas uma folha ou ser de folha dupla, mas em todas as folhas apenas se fixam quando abertas ou fechadas na totalidade.

- Janelas pivotantes (verticais ou horizontais) – Abrem com um movimento giratório em torno de um eixo vertical ou horizontal (pivô)) instalado no meio da abertura ou mais próximo de uma das extremidades. Formam vãos que permitem a circulação do ar em todo o ambiente, mas dificultam a colocação de cortinas e grades. Podem ser usadas em salas e casas de banho e o seu aspeto ao abrir deixa o ambiente com um ar mais moderno. 

- Janelas de tombar - Como o próprio nome indica, ao abrir a janela esta tomba para dentro. A base inferior é fixa, e a janela de tombar é aberta na parte de superior, abrindo para dentro. São muito usadas em casas de banho. 

- Janelas de oscilobatente – estes são talvez os modelos mais eficientes pois permitem dois tipos de abertura, combinando a janela de abrir com janela de tombar. Como são modelos muito atuais estas janelas encontram-se nos materiais mais modernos, com isolamento na estrutura e vidros duplos ou triplos. 

Materiais

Quanto aos materiais para janelas além do quase inevitável vidro, podemos encontrar janelas de madeira de alumínio, fibra de vidro ou de PVC. A madeira dá aquele visual retro impecável, mas como já deve intuir implica custos de manutenção ao longo do ano. Os outros materiais têm custos variáveis, mas já permitem obter o acabamento de madeira, se assim o desejar.

É importante actualmente considerar também o desempenho térmico e de isolamento sonoro, para melhorar as condições de habitabilidade e poupança energética. Assim deve considerar sempre a aplicação de vidros duplos com vidros de 6 e 4 mm e uma caixa-de-ar entre eles de 12 mm, no mínimo. Em relação ao isolamento térmico e acústico notamos que quase todos os materiais têm comportamento muito razoáveis e quase similares, mas no caso de caixilharias exteriores muito expostas a grandes variações climáticas a caixilharia de fibra de vidro apresenta vantagens.

Quanto tempo leva a instalar uma janela? 

Antes de considerar substituir as suas janelas, avalie uma possível reparação ou recuperação, pois os custos de janelas novas podem ser bastante elevados. E depois, se estiver perante um edifício antigo, em que as janelas são parte fulcral da sua estética, pode deparar-se com algumas limitações no que se refere à substituição, embora já existam muitas alternativas no mercado e formas de adequar o material moderno à estética antiga. Contacte um profissional e peça uma avaliação. 

Se for mesmo para avançar com a substituição saiba que o processo leva entre 3 e 4 semanas depois de feitas as medições e que é fundamental que seja feito por profissionais competentes, que saibam fazer uma proteção adequada às folhas de vidro, para evitar quebras e perdas.

Acessórios para janelas 

Já os conhecemos bem e adoramos escolhê-los para embelezar as nossas janelas. Estamos a falar de acessórios como cortinas, persianas, estores, varões, puxadores e até vasos ou plantas trepadeiras, no exterior. 

A escolha dos estores tem importância não só estética, mas também funcional, pois, se a luz é importante, para muitos pode significar o fim do sono. E não podemos esquecer que contribuem muito para a manutenção da temperatura interior (ao impedir a entrada de calor do exterior, mas deixando entrar a ventilação) e para ajudar a garantir os baixos níveis de ruído em casa. 

Os puxadores, se as suas janelas necessitarem deles podem ser um ponto de interesse de toda a estrutura e há puxadores de janelas vintage belíssimos. 

As janelas de abrir, sobretudo as venezianas, precisam de uma tranca exterior para evitar que fechem intempestivamente com o vento e este elemento ficará visível na fachada pelo que a sua escolha deverá ser cuidada. 

Vãos e trepadeiras junto à janela vão embelezá-la e são clássicos das nossas vilas e aldeias, oferecendo um ar castiço e tradicional. 

O que é melhor para as minhas janelas: cortinas, persianas ou estores? 

Bem, a estética será pensada por si, e por isso só as suas necessidades e o seu gosto o ditarão. No entanto é importante considerar o tipo de janela que está instalada e o tipo de ambiente que pretende criar. Há janelas que não permitem a colocação de estores, ou que a dificultam bastante, como já referimos anteriormente, sobretudo as que abrem para fora. 

Os estores ou cortinas “blackout” são uma ideia excelente se precisa de bloquear a luz do sol e prolongar a noite por mais umas horas. 

No que toca à escolha das cortinas é importante ter em conta não só o estilo do espaço, mas também a sua funcionalidade. Mas há algumas indicações a ter em mente, nomeadamente que as cortinas curtas são muito indicadas para ambientes pequenos e as compridas para áreas amplas, e que uma cortina com padrões agressivos só podem completar um estilo muito simples, sob pena de o ambiente ficar demasiado pesado (lembra-se das salas de antigamente, com os seus padrões florais?). 

A colocação de cortinas pode muitas vezes ser feita em conjunto com a presença de estores, e por isso pode não ter de escolher entre eles. 

Existem muitos estilos de cortinas e é fácil encontrar umas que se adaptem ao seu gosto e estilo.

Manutenção e instalação de janelas 

É importante manter manter as suas janelas em boas condições para prolongar a sua vida útil. As janelas podem ser mantidas com relativa facilidade recorrendo a uma limpeza frequente e inspecionando regularmente as borrachas de vedação, a pintura e os encaixes, procedendo a reparações e substituições sempre que necessário sempre que necessário, reparando e substituindo as peças danificadas. Procure painéis rachados ou quebrados, controle as fechaduras e as travas, verifique se há humidade entre os painéis das janelas. Recorra a um profissional periodicamente para fazer uma inspeção mais profunda e proceder às respectivas reparações.