Cozinhas escandinavas: inspiração, fotos e projetos de interiores

  1. A Casa da Catarina e do Miguel: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  2. A Casa da Sara e do Tomás: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  3. Precisa de ajuda com a sua cozinha?
    Precisa de ajuda com a sua cozinha?
  4. COZINHA DA MARIA LEONOR: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  5. A Casa da Catarina e do Miguel: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  6. Cozinhas  por homify
  7. A Casa da Catarina e do Miguel: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  8. Precisa de ajuda com a sua cozinha?
    Precisa de ajuda com a sua cozinha?
  9. Querido Mudei a Casa - Episódio #2421: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  10. Cozinhas  por homify
  11. Querido Mudei a Casa - Episódio #2421: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  12. COZINHA DA MARIA LEONOR: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  13. A Casa da Carolina e do Nuno: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  14. Casa da Rute: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  15. Casa da Rute: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  16. Cozinhas  por homify
  17. Cozinhas  por homify
  18. Cozinhas  por homify
  19. Detalhes da bancada da cozinha : Cozinhas  por Rima Design
    Ad
  20. Cozinhas  por homify
  21. Reforma Eixample: Cozinhas  por PAULO MARTINS ARQ&DESIGN
  22. Vista geral da cozinha: Cozinhas  por Arkstudio
  23. Cozinha: Cozinhas  por menta, creative architecture
  24. Cozinha escandinava Ikea de linha rústico modernas: Cozinhas  por Mike Rijo Photography
  25. Casa do Zé e da Vanda: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  26. Cozinhas  por homify
  27. Cozinhas  por homify
  28. Apartamento Lisboa : Cozinhas  por Espaço Mínimo
  29. A Casa da Carolina e do Nuno: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  30. Cozinhas  por homify
  31. Cozinha: Cozinhas  por Maqet
  32. Casa da Rute: Cozinhas  por Homestories
    Ad
  33. Cozinhas  por homify

Vidas agitadas pedem cozinhas práticas! A cozinha é muitas vezes considerada o coração da casa… É ali que se preparam as refeições para a família, mas é também muito mais: – é sala de estar, é escritório e muitas vezes é até centro de saúde. Por vezes é mesmo o melhor local de reunião da família e onde acabam por se cruzar os vários membros dela ao longo do dia. 

Quem tem filhos conhece bem a situação de preparar o jantar e de ajudar o pequeno a fazer os trabalhos de casa na mesa da cozinha. E todos sabemos daqueles encontros noturnos para aclamar o ratinho da fome a meio da noite, e dos pequenos-almoços apressados pela manhã. Mas nada disto é possível ou agradável se for feito numa cozinha pouco prática, apertada ou com pouca luz! 

A cozinha escandinava surge como resposta a todos estes problemas, sejam quais forem as suas dimensões, pois tem como objetivo criar um ambiente acolhedor, luminoso e amplo, onde seja agradável estar muito para além do cozinhar. 

As cozinhas com este estilo são o casamento perfeito entre a modernidade e a nostalgia, e são totalmente funcionais sob todos os aspetos. Elas primam pelo minimalismo das formas e apostas nas texturas e nas cores dos materiais para criar um estilo intemporal, que transcenderá sempre as tendências do momento. 

Em princípio é possível conceber uma cozinha escandinava em qualquer área, independentemente do seu tamanho, mas pode pode tornar-se um desafio conseguir a amplitude visual e a funcionalidade necessárias em espaços muito pequenos, sobretudo para principiantes no mundo da decoração. Se este é o seu caso venha connosco descobrir um mundo de inspiração, descobrir a cozinha certa para si e o profissional que o pode ajudar a consegui-la! Na homify encontra tudo o que precisa para planear e decorar a sua cozinha escandinava perfeita, desde o designer de cozinhas, aos fornecedores de bancadas e azulejos, e até os acessórios perfeitos que pode adquirir na nossa loja online.

Layouts para uma cozinha escandinava 

Qualquer disposição dos elementos de cozinha pode ser convertida numa cozinha escandinava, desde que se respeite a regra imprescindível da funcionalidade e da amplitude visual. Ainda assim as cozinhas planeadas à partida para terem estilo escandinavo devem ter boas áreas e incluir uma área de refeições confortável para todos os membros da família. 

As ilhas de cozinha não são obrigatórias, ou sequer muito vulgares neste estilo, devido ao pequeno tamanho das casas no norte da Europa, mas devido à sua evidente funcionalidade encaixam com perfeição no conceito. 

Nas cozinhas escandinavas o lado prático é extraordinariamente importante, mais ainda do que o estético, e por isso o aproveitamento correto de todo o potencial do espaço é fundamental. Planear uma cozinha, seja qual for o estilo, implica visão espacial e de futuro, por isso, se está a começar o seu projeto e não tem qualquer experiência em desenhar um espaço desafiador como este, aconselhamos vivamente a contactar com um designer de cozinhas. Estes profissionais não só desenham cozinhas lindíssimas, com as suas especificações, como são peritos em fazer cada cantinho contar para o lado funcional, ao mesmo tempo que ajuda a escolher os materiais mais adequados e resistentes. Acredite que é um investimento que compensa! 

As bancadas nas cozinhas escandinavas 

Como em qualquer estilo que possa ter na cozinha, no escandinavo, as bancadas são elementos fulcrais e essenciais. 

É nas bancadas que muito do trabalho duro de cozinhar se passa. A bancada serve para cortar vegetais, manipular tachos e panelas, suportar máquinas mais ou menos pesadas e até para fazer pequenas refeições rápidas. Por todos os motivos o seu material tem de ser muito resistente para passar ao teste do tempo e do uso! Nas cozinhas escandinavas, e dada a devida importância aos materiais naturais, a bancada é muitas vezes feita de grossas e robustas traves de madeira, criando uma imagem muito apreciada pelos povos do norte, e um pouco por todo o mundo. 

Mas não precisa de ficar pela madeira! Há outros materiais igualmente resistentes e que lhe permitem diversificar. A pedra natural também cria ótimas bancadas para este estilo, em especial as cinzentas, pois também se adequam na perfeição ao estilo. Uma bancada de pedra com suportes e aplicações em metal preto, de ar antiquado fica maravilhosa! 

Numa cozinha ao estilo escandinavo deve abster-se de bancadas em pedra artificial, mas pode ir por essa via se for para tornar a bancada branca. O material que não se adequa de forma nenhuma ao estilo é mesmo o aço inoxidável, que dá uma tonalidade demasiado fria e industrial ao espaço. 

Os revestimentos 

Os revestimentos, sobretudo a parede anti salpicos por detrás do lava-loiças e do fogão, são extremamente importantes! À semelhança do que sucede nas bancadas, estes revestimentos são diariamente sujeitos a embates, salpicos, vapores quentes e lavagens agressivas, por isso é imprescindível que a estética seja bem suportada por uma boa durabilidade. 

No estilo escandinavo estes revestimentos costumam ser feitos de materiais naturais, os azulejos estão no topo da escolha, o que não é de estranhar: – são feitos de argila natural e submetidos a um processo de vidragem para se tornarem impermeáveis. Na maior parte das vezes a escolha recai sobre azulejos brancos simples, perfeitos para manter o tom sóbrio e limpo, mas também pode optar por introduzir alguns com padrão, de preferência em tons de cinza ou bege claro. 

Os tijolos aparentes, devidamente tratados fazer um revestimento espetacular para ajudar a criar o estilo escandinavo com um toque rústico. E por incrível que pareça, as ripas de madeira natural, se devidamente tratadas e instaladas, fazem revestimentos lindíssimos para este estilo.  Num tom mais atual aparecem materiais menos naturais, mas que podem assegurar o ar natural desejado. Estamos a falar dos murais de vinil resistente, próprios para a cozinha e que podem retratar cenas naturais, a cores ou a preto e branco, o que se adequa na perfeição. 

Cores e acessórios 

O design da cozinha escandinava na sua forma mais pura é facilmente reconhecível pela predominância de branco com detalhes de contraste brilhante, pelas formas clássicas simples, pela abundância de luz e espaço livre, e pela presença alguns itens decorativos vibrantes, como os vasos com plantas, usados com moderação. 

Este estilo de cozinha permite a utilização de alguma cor, mas esta deve provir sobretudo dos acessórios e utensílios de cozinha, como as colheres de pau, o bule, o açucareiro ou os têxteis. 

Os armários de cozinha e outros móveis, como a mesa ou as cadeiras devem ter cores neutras, e se apostar no branco ou na cor de madeira natural clara não vai errar. Os armários podem ter alguns frisos ou molduras retro, mas deve evitar superfícies demasiado brilhantes e definitivamente abandonar a ideia de muita cor… Ao acrescentar muita cor estará a desvirtuar a essência do estilo escandinavo. Pode até ficar bem bonito, num estilo moderno, mas não será escandinavo! 

Se quer acrescentar um toque de originalidade pode escolher formatos diferentes de cadeiras por exemplo, mas mantenha a cor natural da madeira. 

Acessórios de ferro ou esmalte, mesmo bem coloridos, são perfeitos para uma cozinha escandinava.