Banhos turcos – fotos, inspiração e design de interiores

  1. Proposta - spa e capela: Banhos turcos  por David Bilo | Arquitecto
  2. Banhos turcos  por Arquiteta Carol Algodoal Arquitetura e Interiores
  3. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  4. Banhos turcos  por Frandgulo
  5. Banhos turcos  por Arquiteta Bianca Monteiro
  6. Banhos turcos  por Architektura i Wnętrza 'Profilart'
  7. Banhos turcos  por AVANTUM
    Ad
  8. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
    Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  9. Banhos turcos  por BOULEVARD ARQUITETURA
  10. Banhos turcos  por Projectstroy
  11. Banhos turcos  por Yantram Architectural Design Studio
  12. Banhos turcos  por Arquiteta Carol Algodoal Arquitetura e Interiores
  13. Banhos turcos  por Arquiteta Carol Algodoal Arquitetura e Interiores
  14. Banhos turcos  por Style Home
  15. Banhos turcos  por Style Home
  16. Banhos turcos  por Style Home
  17. Banhos turcos  por Style Home
  18. Banhos turcos  por Projectstroy
  19. Banhos turcos  por Studioapart
    Ad
  20. Banhos turcos  por Nuevo Tasarım
  21. Banhos turcos  por 形構設計 Morpho-Design
    Ad
  22. Banhos turcos  por Next Container
  23. Banhos turcos  por Next Container
  24. Banhos turcos  por London Swimming Pool Company
  25. Banhos turcos  por Daniela Ponsoni Arquitetura
  26. Banhos turcos  por Studio B&L
  27. Banhos turcos  por Studio B&L
  28. Banhos turcos  por Projectstroy
  29. Banhos turcos  por Cleopatra BV
  30. Banhos turcos  por Cleopatra BV
  31. Banhos turcos  por Cleopatra BV
  32. Banhos turcos  por Design by UBER
  33. Banhos turcos  por Lux4home™ Indonesia

O que é um banho turco? 

O banho turco é um ritual de purificação antigo, com raízes na antiguidade clássica e nas termas gregas e romanas. É sabido que os banhos romanos eram autênticas instituições sociais frequentados por pessoas de todos os estratos sociais e que eram instalados em termas, alimentados por nascentes quentes no subsolo. O conceito foi adotado pelos turcos e otomanos, que com as devidas alterações começaram a produzir o seu próprio vapor em grandes tinas de barro onde ferviam água e folhas, dentro de cabinas fechadas. 

Hoje em dia o conceito de base é idêntico, e apesar dos banhos de vapor termais ainda existirem com muito sucesso em termas e spas, o processo de produção de vapor mais generalizado desenvolveu-se. Em vez de recipientes com água a ferver utilizam-se caldeiras de aço inoxidável, instaladas no exterior das cabinas, com tubagens que levam o vapor para o seu interior. As cabinas normalmente são feitas em alvenaria ou pedra e forradas a azulejos, mas também podem ser plástico especialmente resistente e concebido para ser durável e resistente às altas temperaturas. 

Os banhos de vapor, ou banhos turcos, trazem inúmeros benefícios aos seus utilizadores, tanto para o corpo para a mente. A nível físico estes banhos são excelentes para desintoxicar, ajudando a purgar toxinas, sais e gorduras em excesso, relaxa os músculos e ajuda a eliminar as dores musculares, abre os poros, ajudando a melhorar a condição da pele e do cabelo, e abre os pulmões, sendo muito útil no tratamento de sintomas de asma e dificuldades respiratórias. A nível psicológico os benefícios também são relevantes pois todo o relaxamento muscular produz endorfinas que aumentam a sensação de bem-estar geral e melhoram o estado de espírito.

Qual é a diferença entre o banho de vapor e a sauna?  

Muitas vezes confundidos e tratados de igual modo, estes dois tratamentos são na realidade bastante diferentes. Enquanto no banho turco se permanece numa atmosfera saturada de vapor de água (100% de humidade relativa) a uma temperatura entre 40º e 45ºC, na sauna a atmosfera é seca, podendo atingir os 90ºC.  

No banho turco a temperatura é produzida pelo vapor que sai da caldeira, na sauna a temperatura é elevada através de pedras aquecidas num forno dentro da cabina, e o vapor, se se quiser, é feito vertendo água sobre essas pedras. As cabinas para sauna são normalmente totalmente revestidas de madeira, as do banho de vapor de azulejos, como já referimos.  

A própria origem dos métodos é diferente, sendo que a sauna teve o seu início nos países do norte da Europa, onde é vulgar as termas serem colocadas ao pé de lagos ou rios para terminar o tratamento com um banho gelado.  

O banho de vapor é recomendado para sessões mais longas enquanto a sauna é recomendada para sessões curtas e muito intensas, seguidas de um banho frio.  Em termos de benefícios para a saúde e resultados práticos estes são muito parecidos.

Banho turco em casa: o que é preciso?  

Vai precisar de encontrar o espaço perfeito, completamente fechado, sem ventilação ou qualquer tipo de orifícios, que poderá ser um chuveiro interior. Depois precisa de adquirir os materiais necessários, como um chuveiro próprio, o gerador de vapor, um assento e eventualmente material isolador, resistente à temperatura, sendo que o melhor é revestir o espaço com um revestimento próprio e resistente. 

Construção e instalação de um banho turco  

Apesar de o mais acertado ser consultar um profissional e pedir para lhe executar o trabalho, poderá construir um banho turco em sua casa. Vai precisar de um compartimento pequeno, mais ou menos 1,2m por 2m, totalmente fechado, sem qualquer tipo de ventilação ou orifício por onde o vapor se possa escapar, sem aquecimento ou sistema de arrefecimento, como já referimos, mas que tenha um local para escoar a condensação (que deverá ser de abrir e fechar).  

Este espaço poderá ser o de um chuveiro interior, mas deve ser totalmente selado pois o principal problema de usar um espaço preexistente é o vapor de água. O vapor quente migrará rapidamente através de materiais de parede porosos ou de pequenas rachaduras. Quando entrar em contacto com uma superfície mais fria, ele vai condensar-se e voltar ao estado líquido o que vai danificar as paredes ao longo do tempo.  

O melhor é adaptar o seu espaço, revestindo-o de azulejos resistentes à temperatura elevada e à intensa húmidade. Não se esqueça de planear a inclusão nesse espaço de um assento onde se possa sentar ou mesmo reclinar.  

Vai também precisar de um gerador de vapor e de adaptar e selar a entrada da tubagem deste. Por último deve instalar o termóstato, e poderá instalar ou não um chuveiro de vapor. 

Uma vez mais aconselhamos a que procure a ajuda de um profissional para evitar custos futuros devido a reparações!

Limpeza e manutenção  

Tal como qualquer chuveiro, também o banho turco deverá ser sujeito a uma limpeza e manutenção periódicas, mas, devido à sua natureza extremamente húmida, esses cuidados devem ser tidos com mais frequência e usando os métodos corretos:  

- Os azulejos de cerâmica da câmara de vapor precisam de uma limpeza cuidadosa com um produto próprio (que o fornecedor lhe pode recomendar) pelo menos uma vez por semana;  

- Utilize sempre um produto remover e evitar o aparecimento de bolor e não se abstenha de usar vigorosamente uma escova;  

- Se a água da sua área de residência for dura também vai ter de usar um produto para remover o calcário que se depositará abundantemente nas superfícies. A condensação da água favorece os depósitos de calcário);  

Nós recomendamos que use produtos de limpeza não abrasivos e escovas de limpeza!  

Quando o espaço não estiver a ser usado e estiver seco deve proceder-se às atividades normais de limpeza com aspirador e com um bom limpa-vidros, sobretudo na porta, que será quase de certeza desse material.