Arrumos de jardim: inspiração, fotos e projetos de exteriores | homify Arrumos de jardim: inspiração, fotos e projetos de exteriores

Arrumos de jardim: inspiração, fotos e projetos de exteriores

  1. Casa Vilarinha (Porto) - SHI Studio Interior Design por SHI Studio, Sheila Moura Azevedo Interior Design Moderno
    Ad
  2. Brandenburg Gate por Sofia Aleixo-Homify Industrial Arenito
  3. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  4. por Jardins do Paço Clássico
  5. Casa das Amadas por Sousa Macedo, Arquitectos, Lda. Moderno
  6. Casa das Amadas por Sousa Macedo, Arquitectos, Lda. Moderno
  7. Casa das Amadas por Sousa Macedo, Arquitectos, Lda. Moderno
  8. Precisa de ajuda com o projecto de sua casa?
  9. Habitação Unifamiliar Casa Cabórnegas por Em Paralelo Rústico
  10. Casas das Estrelícias por ® PERFIL┳ Arquitectura Moderno
  11. Casas das Estrelícias por ® PERFIL┳ Arquitectura Moderno
  12. Casas das Estrelícias por ® PERFIL┳ Arquitectura Moderno
  13. RUSTICASA | Casa "Reciclada" | Vila Nova de Cerveira por Rusticasa Minimalista Madeira Acabamento em madeira
  14. Torel palace LX por isabel Sá Nogueira Design Eclético
  15. por AAVE Diseño y Construcción Moderno
    Ad
  16. por NuBuiten.nl Escandinavo
  17. por Rejamex Minimalista Metal
  18. por Jürgen Kirchner Wasser + Garten Asiático
  19. Private landscape por dal design office Clássico
  20. Saheel Villa por Hortus Landscaping Works LLC Moderno
  21. por Elettrico Lighting LLC Moderno Madeira Acabamento em madeira
  22. por ARQCONS Arquitectura & Construcción Moderno
  23. por Ogrodosfera Clássico Madeira Acabamento em madeira
  24. por Gartenhauptdarsteller Moderno Compósito de madeira e plástico
  25. por UK DESIGN STUDIO - KIẾN TRÚC UK Tropical
  26. por Công ty TNHH Xây Dựng TM – DV Song Phát Moderno
  27. North Coast Villa por Hossam Nabil - Architects & Designers Moderno
  28. por Productos Cristalum Moderno Alumínio/Zinco
  29. por Baghorama Landscape Architects Rústico Cerâmica
  30. por Công ty CP XD và TM Newland Việt Nam Moderno
  31. por ASOCIADOS Campestre
  32. por AMUNT Architekten in Stuttgart und Aachen Eclético
  33. por Sandarbh Design Studio Eclético
    Ad

O que é um arrumo de jardim? 

Os abrigos de jardim, ou arrumos de jardim, são pequenas construções que se instalam no jardim de formas bastante simples. Estes equipamentos são indispensáveis nas várias facetas e vivências do seu exterior, seja para conseguir um acesso facilitado às suas ferramentas e máquinas de jardinagem, como os ancinhos ou o cortador de relva, ou para servir de arrumação para os equipamentos de exterior que precisam de ser recolhidos e protegidos durante o inverno (espreguiçadeiras, almofadas, motores, etc.). São também fundamentais para guardar lenha nas casas que têm lareira! 

Seja para podar, plantar, cortar a relva ou guardar o guarda-sol, poder contar com um arrumo de jardim bem posicionado vai ser garantia de um exterior mais bem cuidado e mais organizado. 

Que tipo de arrumo deve escolher? 

Ter um abrigo de jardim mesmo ao seu gosto não é uma tarefa muito complicada, mas pode revelar-se mais difícil do que imaginava devido à grande quantidade de materiais e formatos disponíveis.

Quando toca a construir um arrumo de jardim tem duas vias que pode seguir à partida: – adquirir uma estrutura pré-fabricada ou construir de raiz. E em ambas as opções em termos de materiais são várias! 

Pode usar madeira, metal, material ecológico reciclado, lona, ou simplesmente utilizar a tradicional alvenaria e construir. 

Madeira 

Quem nunca viu pequenas casinhas de madeira nos jardins? A madeira com o seu toque natural é sempre o complemento perfeito para o seu jardim e vai dar um ar muito cativante ao espaço. É um material forte e pode ser facilmente torneado, serrado ou perfurado em diferentes tamanhos e formas para que o resultado seja exatamente como sempre quis. Até pintá-lo para se adequar à sua casa! 

A madeira tratada é extremamente resistente ao clima e muito durável. E se pretende utilizar o seu abrigo de jardim para alguma atividade, para além da mera arrumação, este é o material indicado, porque a madeira atua como um isolador que ajuda a regular a temperatura. 

Pode facilmente encontrar também estruturas pré-fabricadas que vêm em kit para montar o que, embora possa levar-lhe algum tempo, é relativamente simples e pode resultar um perfeito projeto DIY. 

Estas estruturas de madeira de madeira requerem algum trabalho de manutenção, como pintar ou envernizar e verificar a deterioração, mas isso pode ser minorado com a compra de madeira de qualidade e com o tratamento correto. 

Pode conseguir um pequeno abrigo de madeira, com 2,74m2 por cerca de 370 Euros, mas esteja atento porque há sempre promoções. 

Metal 

Os abrigos de jardim em metal são um produto de alta qualidade de que pode usufruir por muito tempo sem ter que se preocupar com a manutenção e por isso são um artigo muito comum em jardins desde há muitos anos. Embora não sejam tão atraentes como os arrumos de madeira eles têm algumas vantagens, sobretudo no que se refere ao preço, à durabilidade e à simplicidade de manutenção. Mas têm um desempenho bastante inferior, e por isso têm vindo a construir-se abrigos em chapa sandwich, com duas placas metálicas e poliuretano. 

O Kits pré-fabricados para abrigos em metal são muito fáceis de montar e apenas requerem uma aparafusadora, mas uma construção de raiz torna-se mais complicada. É importante referir, no entanto que o seu apelo estético não é muito grande, embora já existam opções com acabamentos mais desejáveis. 

Pode conseguir um pequeno abrigo em kit para montar (2,2x1,37x1,89m) por pouco mais de 200 Euros, sendo que o valor vai aumentando com tamanho, metal escolhido e grau de complexidade) 

Plástico, resina e materiais compósitos 

Se está pensar que ter um abrigo de plástico vai fazer parecer que tem um “tupperware” no jardim, desengane-se! O plástico é um material muito vantajoso e hoje em dia vem com acabamento com tanta qualidade que parecem mesmo madeira. E quem diz o plástico diz a fibra, ou até os materiais compósitos feitos de plástico reciclável. Este último em especial é tão resistente e permite m acabamento tão bom que é usado nas cercas e passadeiras de praia com um acabamento a imitar madeira! 

E é importante referir que estes materiais são bastante económicos, embora sejam mais caros do que a madeira, pois precisam de menos manutenção posterior. Consegue ficar com um abrigo ao estilo madeira, com as dimensões semelhante às referidas para o abrigo de madeira, por um preço inferior a 600 Euros.

Lona 

Sim, são ao estilo ”tenda”.Fáceis de montar e desmontar, bastante barato, e muito económicos, este tipo de abrigos de jardim até podem dar um certo estilo de veraneio ao seu jardim, embora não seja muito apelativo na maioria das casas. No entanto são com certeza uma opção bastante económica e que lhe permite liberdade de posicionamento. 

Este tipo de abrigos é bom para guardar lenha e outros materiais mas precisam sempre de ter um piso impermeável, e esqueça-os rapidamente se mora numa zona ventosa. 

Alvenaria 

É a chamada construção tradicional e nunca é de descartar, pois com algum jeito e os materiais certos até pode construir um pequeno telheiro, ou uma pérgula simples com as suas próprias mãos. Pela sua resistência e funcionalidade é uma opção excelente para climas agrestes, para construir uma pequena oficina ou para servir de “casa da lenha”. Se o jeito para a construção civil não é grande já sabe que pode sempre recorrer a um construtor profissional. Aqui os preços dependem muito dos materiais escolhidos, da complexidade do projeto e da mão-de-obra solicitada. 

Seja qual for o material escolhido, seja uma estrutura pré-fabricada ou um abrigo construído de raiz é sempre importante construir uma base onde este vai ficar assente, para evitar a humidade e a condensação no interior, arriscando danos nos seus pertences. Os abrigos devem ser colocados numa base firme e estável, como cimento, lajes, madeira ou outro material de isolamento. 

Se colocar o abrigo diretamente no solo é importante colocar uma lona a fazer o isolamento e só depois o piso do abrigo. Isto vai conseguir o isolamento necessário e minimizar a condensação. 

Revestimentos e telhados 

Se pretende construir um abrigo de raiz deve escolher um bom revestimento. 

Ao escolher a madeira certifique-se de que esta tem as características necessárias à construção de um abrigo de exterior resistente. A madeira de pinho tratada em autoclave além de ser uma opção bastante duradoura é ainda muito bonita. Esta é a madeira com melhor relação durabilidade/preço, mas pode sonhar alto e tentar usar madeiras mais nobres, desde que devidamente impermeabilizadas. Também pode optar por laminado metálico “sandwich” ou por tábuas de material compósito, de que falámos acima. 

Para cobertura pode escolher o mesmo material do revestimento ou pode optar por qualquer um dos utilizados para um telhado, como telha portuguesa, telha de asfalto, entre outras. 

Portas, janelas e sistemas de segurança 

A inclusão destes itens no seu abrigo de jardim vai depender diretamente da utilização que pretende dar-lhe! Se a ideia é apenas guardar ferramentas e materiais utilizados no exterior pode dispensar janelas, mas com certeza será boa ideia colocar uma porta que possa fechar. 

Não está imaginar um abrigo sem porta por não perceber como lá entraria? Lembre-se que existem abrigos de jardim abertos, apenas um telheiro que protege da chuva e do sol. 

Se está a pensar utilizar o seu abrigo de jardim para lá estar durante algumas horas por dia (como oficina ou atelier de pintura, por exemplo) vai precisar de certeza de isolamento térmico e, claro, ventilação, pelo que uma ou duas janelas serão importantes. 

Os abrigos pré-fabricados, em kit ou modulares, normalmente já incluem portas e janelas, em função do seu tamanho, mas se está a construir de raiz tem um mundo de opções à sua frente, apenas limitado pelo seu orçamento. 

Os sistemas de segurança, que incluem fechaduras e aloquetes são muito importantes sobretudo em zonas menos seguras ou mais isoladas, mas também convém dizer que normalmente estas estruturas (sobretudo as mais básicas) são bastante fáceis de forçar se for mesmo essa a vontade dos assaltantes. No entanto como proteção básica é sempre recomendável incluir pelo menos um sistema de fecho com chave.