Torneira a pingar: como consertar? | Tutorial simples de 6 passos | homify

Torneira a pingar: como consertar? | Tutorial simples de 6 passos

Manuel Silva Avatar Manuel Silva

Materiais

  • Chave de fendas
  • Novo castelo para torneira

Descrição

Aprender como consertar uma torneira que pinga ser-lhe-á útil por diversas razões. Para além de o fazer poupar dinheiro que, de outra forma, teria que pagar a um canalizador, dá muito jeito em situações em que não pode ligar a alguém para lhe resolver o problema ou quando tem que esperar muito tempo até que o profissional vá a sua casa. Consertar uma torneira que pinga não é difícil se o souber fazer com precisão. Tudo o que precisa é uma chave de fendas e um novo castelo para torneira.


Aprender a consertar uma torneira que pinga também pode ser muito importante por um conjunto de razões que beneficiam a saúde da sua família. Em primeiro lugar, permitir que a fuga não seja controlada pode causar problemas de humidade nas zonas onde a água fica estagnada, originando mofo e permitindo que as bactérias se reproduzam rapidamente em sua casa. O mofo liberta microtoxinas que são perigosas para pessoas com alergias, problemas respiratórios ou hipersensibilidade a toxinas.


Em segundo lugar, aprender a consertar torneiras que pingam ajuda a poupar água. Se negligenciada, uma torneira com fuga pode desperdiçar centenas de litros de água por ano! As alterações climáticas aumentaram a consciência sobre a importância de preservar todos os recursos naturais, de entre os quais a água é um dos mais preciosos.


Por fim, uma torneira que pinga pode acabar por causar danos estruturais na sua casa se for deixada por reparar durante muito tempo. Pode danificar o soalho, as paredes e até as fundações.


Então, vamos aprender como reparar uma torneira que pinga, impedindo que, a longo-prazo, ela prejudique a sua casa e saúde. Neste tutorial, vou partilhar o processo de conserto de uma torneira de casa de banho, uma vez que a causa da minha fuga foi um castelo de torneira corroído (normalmente, apercebemo-nos do problema quando a torneira não fecha completamente ou continua a rodar).

Custo
20 minutosDificuldadeMédio

Passo 1: Fechar o abastecimento de água

Antes de começar, deve-se fechar o fornecimento de água que serve a torneira. Se for uma torneira de lavatório, deverá encontrar uma válvula de isolamento por baixo, o que permitirá fechar essa torneira sem interromper a conexão de água. Se não conseguir encontrar esta válvula, feche a torneira de abastecimento mais próxima de forma a cortar a conexão de água para toda a divisão ou área da casa. Depois de desligar o abastecimento de água, abra a torneira de forma a perceber se desligou a válvula correcta. A última coisa que precisa é de água a sair por todos os lados quando começar a desmontar a torneira.

Passo 2: Remova a tampa que esconde o parafuso

Retire a tampa da torneira, uma vez que vai precisar de tirar o parafuso que se esconde por baixo dela (tenha atenção que a tampa e o manípulo estão, em certos casos, combinados de forma a que possam ser removidos em conjunto). Se a tampa estiver muito apertada para abrir com a ponta dos dedos ou as unhas, utilize uma chave de fendas ou uma faca para a levantar.


Dica profissional: alinhe as partes desmontadas da torneira na ordem que necessita para depois as montar. Assim, não haverá confusão e será mais fácil saber onde encaixar cada peça, especialmente se estiver a consertar uma torneira que pinga pela primeira vez.

Passo 3: Desaparafuse o manípulo

Depois de retirar a tampa da torneira, o próximo passo é tirar os parafusos que prendem o manípulo.

Passo 4: Rode o manípulo para o tirar da torneira

Depois de tirar o parafuso, pode desmontar o manípulo, girando-o suavemente para que este deslize com facilidade.

Passo 5: Remova a porca e substitua o castelo da torneira

Depois de retirado o manípulo, reparará na existência de uma porca que mantém o castelo no sítio. Na maior parte dos casos, o castelo da torneira desgasta-se com o tempo, causando a fuga de água que será parada com a sua substituição. Por vezes, o problema pode ser no anel de borracha que protege a válvula da torneira. Remova a porca e retire o eixo e o castelo. Substitua o antigo castelo (e a borracha, se necessário) por um novo do mesmo modelo e tamanho. Siga as instruções da embalagem para ter a certeza que o instala de forma correcta. 


Nota: se achar que as peças da torneira têm calcário acumulado, pode mergulhá-las numa mistura de partes iguais de água e vinagre (1:1) entre 10 a 15 minutos. Seque-as bem antes de montar.

Passo 6: Volte a montar a torneira e abra o abastecimento de água

Depois de instalar o novo castelo, pode voltar a montar todas as peças da torneira que removeu. Trabalhe na ordem inversa à que utilizou para desmontar, começando por colocar o novo castelo no sítio e segurando-o com a porca, seguido do manípulo e, por fim, a tampa. Quando acabar de montar a torneira, volte a abrir o abastecimento de água para testar se a fuga está corrigida. Assegure-se que abre a torneira devagar e mantenha algumas toalhas à mão para impedir o vazamento da água caso as peças não tenham sido recolocadas adequadamente.

 

Se sair água por todos os lados no momento de abrir a torneira, pode tapá-la com toalhas e fechar rapidamente o abastecimento de água. De seguida, repita o processo de desmontagem e montagem da torneira, certificando-se de que apertou bem os parafusos para que tudo fique no devido lugar.  


Agora que já sabe como consertar uma torneira de lavatório, pode tentar fazê-lo na sua casa de banho sem ter que chamar um canalizador. Se a sua torneira for ligeiramente diferente da da imagem, pode experimentar desmontar uma parte de cada vez, na mesma sequência mencionada no tutorial. 


Um conselho: ao utilizar uma chave de fendas ou chave inglesa para desmontar as peças da torneira, pode cobrir a superfície com um pano macio ou uma toalha de modo a proteger a sua superfície e acabamentos de qualquer arranhão.

Gosta deste projeto?

Comentários