Casa | homify
Construção de moradia V2 em estilo rústico para VENDA: Habitações translation missing: pt.style.habitações.rustico por Atádega Sociedade de Construções, Lda

Casa

Casa

A casa é o espelho da nossa personalidade por razões diversas.
A casa é o espelho da nossa personalidade por razões diversas.

O estilo, a decoração, a localização são factores a ter em consideração quando estamos prestes a comprar, ou construir a nossa casa. E certo é que a nossa decisão vai depender do orçamento à nossa disposição – o que pode ser limitador – mas, sobretudo, do nosso gosto pessoal. Por isso, a localização pode definir a nossa escolha. Vejamos, se decidir construir num sítio remoto, isolado na montanha, com certeza vai escolher um estilo mais rústico, se por outro lado vai construir perto da praia, optará por um estilo menos formal, se escolher a cidade terá que ter em conta o espaço e até o tipo de fachada que quer, pois há cidades em que não podemos construir o que nos apetecer, porque devemos manter a traça arquitectónica característica do lugar. Se, por outro lado, optar por uma casa geminada, vai ter que se resignar ao exterior comum às outras, tendo sempre a possibilidade de surpreender com a decoração.

Um dos aspectos mais complexos hoje é, igualmente, a diversidade de materiais, de casas pré-fabricadas que nos podem surpreender pela elegância e qualidade e também, sempre e em primeiro lugar a relação preço/qualidade.

Ao longo deste artigo pretendemos dar-lhe algumas sugestões, se vai comprar ou construir  casa brevemente.

LOCALIZAÇÃO

A localização é o primeiro factor a ter em conta quando está para adquirir casa. Se gosta de estar perto de restaurantes, cafés, supermercados, de tudo o que um centro urbano lhe pode oferecer, se não quer pegar no carro para ir tomar um café, então a sua opção deve ser um sítio central onde tenha tudo à mão. Se por outro lado, aprecia o sossego e a natureza, mas quer estar perto da cidade, um local no campo, mas não muito distante da “urbe” será o melhor. Se gosta de se sentir acompanhado, ter sempre gente à sua volta, abrir a janela e cumprimentar o vizinho, opte por um apartamento. Se adora o mar e trabalha num sítio onde o tem por perto, não hesite em procurar uma casa onde possa desfrutar de uma vista invejável sobre o mar. Se anda à procura de uma casa de férias, tem que decidir entre o mar ou o campo, entre a montanha ou o rio. Ou ambos.

ESTILO

O estilo de uma casa está inextricavelmente ligado com o seu sentido estético e ético. Com efeito, uma pessoa apaixonada por antiguidades, irá preferir uma casa clássica, antiga, com tectos altos, paredes grossas, portas resistentes, soalho em madeira e lareiras com molduras a lembrar as de Luís XIV.

Alguém muito pragmático, sem tempo para berliques e berloques, irá optar por uma casa de linhas simples, direitas e, com toda a certeza, moderna e funcional. Se gosta de vários estilos pode sempre misturar materiais mas, não se esqueça de recorrer a um arquiteto no caso de construir de raiz, ou renovar. O estilo da sua casa é, como dissemos, um reflexo da sua personalidade. Vejamos se algum destes vai de encontro ao que imaginou.

Clássico

Aqueles que gostam do estilo clássico, de um edifício com carácter, procurarão sempre uma casa com história, de algum modo imponente, com tectos altos e desenhados, soalhos em madeira corrida, janelas altas, vitrais, azulejos antigos, grandes varandas ou alpendres para as traseiras, onde possa desfrutar da paisagem e gozar a privacidade, ter uns cadeirões de jardim onde possa ler um livro, escrever, ou o que quer que seja.  Estas casas funcionam como “castelos” onde se guardam as relíquias, as antiguidades, os livros antigos, etc.

Moderno

Para os amantes do estilo moderno a escolha não se afigura fácil, porque existe uma miríade de materiais para a casa que idealiza. Assim, se gosta de uma paisagem cativante em qualquer sítio da casa, o melhor será ver o leque de opções de vidro que existem no mercado e, porventura, misturá-lo com madeira, ou pedra. Estas combinações resultam sempre e nunca cansam. Uma casa com muito vidro e áreas interiores abertas, com um andar ou dois, vai depender do número de pessoas da sua família e dos amigos que quer receber. Esta opção será mais vendável, se um dia o desejar fazer do que uma casa clássica. A decoração das casas modernas é mais fácil, uma vez que a arquitetura da própria casa não requer grandes móveis.

Rústico

Este estilo é muito característico em casas na montanha. A madeira costuma ser o material dominante neste tipo de casas, embora as paredes interiores de pedra também façam parte dele. As grandes lareiras na sala de estar e as cozinhas com fornos de pedra, ou azulejos coloridos e mesas longas, a lembrar a última ceia, o ferro forjado nas grades de escadas ou nos varões dos cortinados são elementos comuns a este tipo de casas. Em geral são extremamente confortáveis e acolhedoras. Ideais para quem coleciona velharias, ou para quem gosta de restauro de peças antigas.

Minimalista

A estrutura destas casas dispensam, por si, de uma grande quantidade de peças de decoração. Como a palavra indica, reduz ao mínimo a quantidade de objectos, sendo que estas casas em geral têm uma arquitetura simples sem ser simplista. Linhas direitas, espaços vazios de arabescos, práticas, funcionais e simples de limpar. No entanto, podem ser muito elegantes. Um bonito quadro de boas dimensões, ou uma escultura, podem encher uma divisão. Este estilo é o ideal para quem tem um trabalho que lhe ocupa muito tempo e, por isso não tem grande tempo para se dedicar à casa ou decoração.

Mediterrânico

Há as casas mediterrânicas modernas e as mais tradicionais. As tradicionais são de elevado custo. São daquelas – quase mansões que vimos nos filmes, Casablanca, por exemplo – com enormes varandas ou  terraços com vistas de tirar a respiração, sobre o mar, claro está. Estas casas mais tradicionais oferecem grandes espaços de lazer com piscinas quase olímpicas e jardins luxuriantes. Por vezes, a sua imponência assenta em grandes colunas que suportam alpendres ou terraços. Certo é que estas casas implicam um grande investimento económico e muita manutenção, isto para não falar da necessidade de pessoal para as manter num brinquinho. Por seu turno, as casas mediterrânicas modernas oferecem outra margem de manobra no que diz respeito a custos e manutenção. Em termos de tamanho poderemos optar consoante o número de pessoas da família. Quanto aos materiais, o vidro surge sempre em primeiro lugar, sobretudo se podemos apreciar o mar, o pôr o sol, tudo aquilo  que o clima e a paisagem mediterrânica nos proporciona. No exterior, as paredes azul turquesa, branco, ou ocre são a escolha mais condizente com o lugar e a paisagem. Poderá, se assim o quiser, construir uma piscina, ou optar por uma em fibra de  vidro ou revestida a vinil, visando sempre o seu orçamento.

Em jeito de conclusão, diríamos que o importante é sentir-se bem, confortável, seja na cidade, no campo, na montanha ou na praia. Foque-se no que quer, reveja o orçamento, opte por um estilo que o seduz, procure um arquitecto, ou, se for o caso, procure uma imobiliária com bom nome na praça e faça a escolha certa. Não se esqueça que a sua casa diz muito sobre si. Encontre-a, encontre-se e, sobretudo desfrute-a com a sua família e amigos.

Habitações translation missing: pt.style.habitações.moderno por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?

Entre em contacto!

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?

Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis